Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Seminário de S.José, confraternização 2013 dos antigos alunos

DSCN1100 (2)

clicar para aumentar

No mesmo dia da entronização do Papa Francisco, em 19/03/2013, comemorava-se o Dia de São José, padroeiro do Seminário de São José, em Macau (China), que infelizmente como tal instituição de ensino já não existe mais.  A data tem sido escolhida nos últimos três anos pela Associação dos Antigos Alunos do Seminário de São José estabelecida em Macau, como Confraternização Anual, que em 2013 contou com a participação de quase uma centena de antigos alunos, tanto do externato como do internato, ou seja, seminaristas que estudavam para o sacerdócio.

Com a missa rezada pelo Bispo de Macau, D. José Lai, na Igreja de São José, anexa ao Seminário, deu-se início à tradicional Confraternização. Neste ano, a organização inovou com a participação do Coro de São Tomás formado por colegas do internato, a interpretar cânticos gregorianos. Apesar do mau tempo, quase todos os bancos da igreja estavam ocupados.

DSCN1061

Semanas antes, já o Rufino Ramos apelava pela rede social a participação tanto presencial como espiritualmente, para os que não podiam comparecer, tal como este autor, antigo aluno dos anos 50 e 60, estabelecido no outro lado do mundo.  O apelo surtiu certo efeito conforme relata o Rufino, que no meu tempo, era dos poucos que conseguiram terminar o terceiro ciclo em que o dificílimo latim dominava as matérias escolares: “o jantar de ementa chinesa teve uma boa participação e animação, com colegas expressamente regressados dos E.U.A., o Ricardo Senna que desta forma quis comemorar a sua “entrada na 1ª. classe do externato do Seminário faz 60 anos”.  Houve também outros colegas que tinham vindo do Canadá, Raimundo Paiva; outro da Austrália, o Roque Pereira, diversos de Hong Kong, além do António Maria Hung, que veio de Timor Leste.  Abrilhantou o convívio o Revmo. Bispo de Macau, D. José Lai, que apesar das celebrações da entronização do Papa Francisco I, conseguiu rezar a Missa na Capela do Seminário e participar depois no nosso jantar”.

Já Manuel Basílio recordava com saudades a pessoa de Albano Cabral “que já não está mais entre nós” como dos principais mentores destas Confraternizações. Para o Jornal Tribuna de Macau que fez a cobertura jornalística também em vídeo, visível nesta postagem, José Cabral, membro da Comissão Organizadora, comentava “juntamo-nos no Dia de São José, na escola onde crescemos e estudámos”, entendendo que a participação poderia ter sido melhor se o tempo permitisse, pois caía um forte temporal na hora do jantar.

José Cabral, na entrevista ao repórter do JTM, Pedro André Santos, que fez as filmagens na igreja, ainda declarou sobre a organização de tais convívios: “é complicado. O pessoal tem a sua idade, mas fazemos o melhor possível”, e conclui “temos esta confraternização anualmente, e talvez possamos fazer mais alguma coisa”.  Cabral ainda acrescentava que o convívio também serve de agradecimento ao padroeiro da escola, São José, “que nos deu ensino neste Seminário”.

* Nota: as fotos foram cedidas por Manuel Basílio, a quem o blog agradece.  Ao todo foram 105 fotos e este blog teve que selecionar apenas 23, pedindo desculpas se você não aparece em nenhuma exposta. No entanto, todas as fotos foram publicadas em álbum exclusivo no FlickR.  Assim veja-as neste link:

http://www.flickr.com/photos/14382161@N00/sets/72157633049342556/

Antes de ver as fotos, veja o vídeo publicado pela Tribuna TV do Jornal Tribuna de Macau:

DSCN1095

DSCN1094

DSCN1085

DSCN1084

DSCN1079

DSCN1055

DSCN1063

DSCN1043

DSCN1042

DSCN1090

.

DSCN1102

DSCN1126 (2)

DSCN1244 (2)

DSCN1239

DSCN1221

DSCN1213

DSCN1207

DSCN1194

DSCN1186

DSCN1159

DSCN1135

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.250.287 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Foi graças a um dvd distribuído por um dos seus filhos, que possibilitou ao Projecto Memória Macaense – PMM montar diversos vídeos filmados por Hércules António que nos trazem velhas e memoráveis lembranças daquela Macau antiga que mora no coração dos macaenses e daqueles que tiveram vivência no território. Os vídeos publicados no YouTube nos […]

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

Brasão de Armas de Macau

Brasão de Armas de Macau

Os Brasões de Macau portuguesa são todos inspirados nos estilos heráldicos tradicionais da Europa. O primeiro brasão de armas de Macau foi usado até ao final do século XIX. É apenas constituído pelas armas de Portugal cercado pela inscrição Cidade do Nome de Deus, Não Há Outra Mais Leal. O segundo brasão de armas foi […]

%d blogueiros gostam disto: