Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

“Dóci Vai Rua – Ficá Vivo na Macau” novo divertido vídeo em patuá

No mês do 20º aniversário do Dóci Papiaçám di Macau, o grupo teatral em patuá, dialecto de Macau, lança novo divertido vídeo “Dóci vai rua – Ficá vivo na Macau”.

O principal responsável pelo grupo, Miguel de Senna Fernandes, na sua postagem no Facebook, a fazer a sua apresentação, diz: “como sobreviver em Macau? Eis a campanha de sensibilização da Dóci Papiaçám! A brincar e a brincar, vamos dizendo umas coisas sérias...”.

Como outros vídeos do Dóci, o apresentador ou repórter  fala em patuá, como se fosse uma língua comum ou oficial, com legendas em chinês, português e inglês.  É como um mundo de fantasia, que aliás podia ser verdade se os macaenses tivessem alcançado a independência de Macau, em que o patuá passasse a ser uma língua oficial, a 2ª em conjunto com o português e quiçá o chinês.

O vídeo espelha bem esta pequena Macau “moderna” com os vícios de uma metrópole.  Atravessar a “zebra” ou faixa de pedestres é um risco para aquele que acreditar que vai ser respeitada, ou apanhar um táxi é como ganhar na loteria (lotaria), aliás até penso como o motorista de táxi de Macau ganha a vida, pois ele não atende o sinal para parar.  Prefere andar “vazio”? Na verdade, a procura é muito grande pois seria mais fácil andar de táxi do que sair com carro próprio, pela dificuldade de achar uma vaga para estacionar na pequena cidade de Macau.  Assim, pegar um táxi na cidade é como um trabalho de parto!

Assim, vamos ver o vídeo e “morê de dá risada” nesta espetacular produção macaense, que muito nos orgulha. Parabéns ao Dóci e aos atores e produtores, que inclusive está com novo personagem principal, muito bom, ele é do Tuna Macaense (ou pelo menos em 2010 quando estive em Macau, o vi tocando bandolim no grupo: é o Arnaldo António Amante Gomes, o “Lalo”).  Muito bom ator, aliás gosto de ver tanta gente boa e nova que aparece nos vídeos, o que me leva a dizer que, no fundo, os(as) macaenses são na essência, bons atores ou atrizes. E que venha mais e mais vídeos com mais e mais colaboradores que Macau tem um monte de gente apta para isso.

Ao (grupo teatral) Dóci Papiaçám di Macau os meus, do blog e do site PMM, parabéns pelo 20º aniversário, boa festa e boa apresentação conforme o cartaz abaixo, e longa vida de sucesso pois é de vocês a responsabilidade do patuá se tornar Património Mundial Intangível pela UNESCO, ou pelo menos, a nível nacional (da China), pois a candidatura se apresenta como “teatro em patuá”.

Dóci Papiaçám di Macau, 20 anos atrás

Dóci Papiaçám di Macau, 20 anos atrás

Doci Papiaçam 20 aqnos

* Postagem sujeito a atualizações conforme informações adicionais recebidas ou recolhidas das fontes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.305.591 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Foi graças a um dvd distribuído por um dos seus filhos, que possibilitou ao Projecto Memória Macaense – PMM montar diversos vídeos filmados por Hércules António que nos trazem velhas e memoráveis lembranças daquela Macau antiga que mora no coração dos macaenses e daqueles que tiveram vivência no território. Os vídeos publicados no YouTube nos […]

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

Brasão de Armas de Macau

Brasão de Armas de Macau

Os Brasões de Macau portuguesa são todos inspirados nos estilos heráldicos tradicionais da Europa. O primeiro brasão de armas de Macau foi usado até ao final do século XIX. É apenas constituído pelas armas de Portugal cercado pela inscrição Cidade do Nome de Deus, Não Há Outra Mais Leal. O segundo brasão de armas foi […]

%d blogueiros gostam disto: