Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

Recordações de “quando Macau tinha asas”

Mais uma memória dos tempos da II Guerra Mundial em Macau, numa narrativa do comandante Namorado Júnior do Centro de Aviação Naval para a Revista Macau. Veja: QUANDO MACAU TINHA ASAS Artigo … Continuar lendo

16/08/2014 · Deixe um comentário

A 2ª Guerra Mundial em Macau: tempos difíceis

A população de Macau aumentou 5 vezes na II Guerra Mundial, alcançando quase os números atuais, porém com menor extensão territorial, somando ao drástico racionamento de gêneros alimentícios entre outras … Continuar lendo

24/07/2014 · Deixe um comentário

Macau na II Guerra Mundial e as histórias de ocupação (complemento-texto completo)

Esta postagem traz o texto completo das Histórias de Ocupação que na postagem anterior saiu incompleto. O convite para lê-lo de novo.  HISTÓRIAS DE OCUPAÇÃO – texto completo Texto inserido … Continuar lendo

23/07/2014 · Deixe um comentário

Macau na II Guerra Mundial e as histórias de ocupação

(atualização 23/07/2014 com publicação do texto completo)  HISTÓRIAS DE OCUPAÇÃO Texto inserido no artigo “40 Anos Depois – A II Guerra Mundial em Macau” de Luís Sá e Pedro Dá … Continuar lendo

21/07/2014 · Deixe um comentário

2ª parte: “Quando Hong Kong foi bombardeada”, por Alda de Carvalho Ângelo

Dando sequência à narrativa da escritora macaense radicada e falecida em São Paulo, Brasil, Alda de Carvalho Ângelo, casada com Amílcar Ângelo, onde escreveu e publicou o livro “Fragmentos do … Continuar lendo

25/09/2012 · Deixe um comentário

“Quando Hong Kong foi bombardeada”, por Alda de Carvalho Ângelo ( 1 )

A escritora macaense Alda de Carvalho Ângelo no seu livro “Fragmentos do Oriente” nos conta a experiência vivida em Macau, na Segunda Guerra Mundial, com a invasão de Hong Kong … Continuar lendo

24/09/2012 · 1 comentário

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 642,849 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Viajar ao passado de Macau, dos belos tempos dos anos 60 e 70, é o que nos proporciona o vídeo “Macau 70”, produzido pela RTP Rádio e Televisão Portuguesa. A comemorar 70 anos, a RTP disponibilizou no seu website os arquivos para consulta ‘on-line‘ e Macau está presente numa das suas seções. Na apresentação do […]

As estórias de Margarida Ribeiro ambientadas em Macau e na China

As estórias de Margarida Ribeiro ambientadas em Macau e na China

Acompanhada do macaense Delfino Ribeiro, a escritora madeirense Margarida Ribeiro em 29 de dezembro de 2005  visitou a Casa de Macau de São Paulo no dia da festa de Natal. Na ocasião, quis presentear a comunidade macaense com o seu livro de estórias “A Mui” ambientado na China e em Macau “terra maravilhosa onde a vida tantas vezes confunde […]