Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Convívio dos antigos alunos do Seminário de S.José de Macau, na festa do Santo em 2019

FESTA DE S. JOSÉ

Texto e fotografias de Manuel V. Basílio (Macau)

Foto Manuel V. Basílio

Foto Manuel V. Basílio

À semelhança dos anos anteriores, realizou-se pelas 18:00 horas do dia 19 de Março de 2019, a Festa de S. José, com uma missa cantada em latim, presidida pelo Bispo da Diocese de Macau, D. Stephen Lee, à qual assistiram antigos alunos do Seminário de S. José e familiares.

Foto Manuel V. Basílio

A convite da Direcção da Associação dos Antigos Alunos do Seminário de S. José, esteve também presente, o Cônsul-Geral de Portugal em Macau e Hong Kong, embaixador Paulo Cunha Alves.

Foto Manuel V. Basílio

A missa cantada contou com a actuação do Grupo Coral S. Tomás, formado por antigos seminaristas.

Foto Pedro Chung

Finda a missa, foi tirada uma foto de grupo, para servir de recordação.

JANTAR-CONVÍVIO

Foto Manuel V. Basílio

Seguidamente, realizou-se um jantar-convívio no restaurante chinês do Hotel Metrópole, juntando-se ali mais de uma centena de convivas, não só antigos alunos e familiares, como também vários convidados, designadamente o Bispo da Diocese, D. Stephen Lee, o Bispo Emérito, D. José Lai, o Cônsul-Geral, embaixador Paulo Cunha Alves, o Presidente do Conselho de Administração da Fundação Macau, Wu Zhiliang e, ainda, o jornalista e historiador João Guedes.

Foto Manuel V. Basílio

Antes do jantar, foram proferidos os habituais discursos, tendo, em seguida, sido homenageados vários participantes. Assim, ao Bispo da Diocese e ao Bispo Emérito foram conferidos os respectivos certificados de presidentes honorários da Associação dos Antigos Alunos do Seminário de S. José, bem como ao antigo presidente da Associação, Albano Cabral, este a título póstumo. Foram também distinguidos como sócios beneméritos da Associação, o Provedor da Santa Casa da Misericórdia, António José Freitas e o antigo aluno Ho Vai Lai. Por fim, tal como tem vindo a ser feito em convívios anteriores, foram entregues lembranças não só ao Consul-Geral, como também a vários antigos alunos, de idade superior a 80 anos, cabendo este ano a José Cou, José Costa, António Lei, Sebastião da Rosa e Alfredo Valoma. As lembranças dos homenageados, que por motivos pessoais, não puderam comparecer ao jantar, foram entregues aos seus respectivos representantes.

Foto Manuel V. Basílio

A meio do jantar, alguns membros da Direcção percorreram de mesa em mesa para os habituais brindes.

Antes de terminar o convívio, o jornalista e historiador, João Guedes, fez uma breve apresentação do livro SEMINÁRIO DE S. JOSÉ NA FORMAÇÃO DAS GENTES DE MACAU, cuja elaboração contou com a colaboração dele, bem como de vários antigos alunos do Seminário de S. José.

Foto Manuel V. Basílio

Durante o jantar, foi oferecido um exemplar do referido livro a cada um dos sócios da Associação.

MAIS FOTOS … de Manuel V. Basílio (clicar nas fotos para ampliar)

Missa na Festa de São José

MAIS FOTOS … de Manuel V. Basílio (clicar nas fotos para aumentar)

Jantar-convívio

Foto Manuel V. Basílio

 

 

2 comentários em “Convívio dos antigos alunos do Seminário de S.José de Macau, na festa do Santo em 2019

  1. Jorge Eduardo Robarts
    08/04/2019

    Caro primo Henrique: Acabei de ler o teu comentário, mas a verdade é que esta vida tem um limite para todos, seja quem for…também eu me recordo muito bem dos padres do Seminário…Mendes, Massa, Neves, Maciel, Garcia, Basaloco, Teixeira…já morreram todos meu caro!!!! Um dia chegará a nossa vez. E a rapaziada do nosso tempo…se não morreu, pelo menos estão já muito velhos para qqer. que seja a atividade. This is life cousin!!!

  2. Henrique Manhao
    06/04/2019

    Grande Pena, nenhum padre do nosso tempo esta’ presente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.280.373 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Foi graças a um dvd distribuído por um dos seus filhos, que possibilitou ao Projecto Memória Macaense – PMM montar diversos vídeos filmados por Hércules António que nos trazem velhas e memoráveis lembranças daquela Macau antiga que mora no coração dos macaenses e daqueles que tiveram vivência no território. Os vídeos publicados no YouTube nos […]

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

Brasão de Armas de Macau

Brasão de Armas de Macau

Os Brasões de Macau portuguesa são todos inspirados nos estilos heráldicos tradicionais da Europa. O primeiro brasão de armas de Macau foi usado até ao final do século XIX. É apenas constituído pelas armas de Portugal cercado pela inscrição Cidade do Nome de Deus, Não Há Outra Mais Leal. O segundo brasão de armas foi […]

%d blogueiros gostam disto: