Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

Sala das Promessas do Santuário

SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA APARECIDA

SALA DAS PROMESSAS

Nesta postagem vou falar da Sala de Promessas do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Aparecida, Estado de São Paulo. Nesta sala são depositadas uma pequeníssima parte dos objetos deixados por fiéis pelas promessas atendidas com as suas orações à Padroeira.

(fotografia de/photos by Rogério P.D. Luz – clicar para aumentar)

SALA DAS PROMESSAS

A Sala das Promessas ou “Sala dos Milagres” é um espaço religioso localizado no sub-solo da Basílica do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida (Estado de São Paulo/Brasil), onde são expostos uma parte dos objetos trazidos por fiéis, que constituem de peças de madeira, barro, gesso, tecido, cera, fotos, além de cartas contando milagres atribuídos a Nossa Senhora, entre tantos outros. No centro do salão há uma imagem da Padroeira, local onde alguns fiéis se ajoelham para fazer as suas orações.  Uma das peças notórias, é de uma senhora que retirou 250 pedras da visícula e as colou num álbum. Também se vêem camisas de times de futebol, capacetes, discos e violas.  Entre eles pode ser um joelho de cera entregue pelo jogador de futebol Ronaldo, simbolizando um dos seus membros com problemas físicos.

Todos esses objetos são uma forma de materialização dos agradecimentos dos romeiros, por um voto alcançado ou por uma promessa feita a Nossa Senhora.

A Sala recebe uma média mensal de 19 mil peças, chegando ao pico de 30 mil no mês da Padroeira em Outubro.  70 mil fotos ornamentam a Sala, estando expostos no teto e nos armários de exposição de objetos protegidos por vidros.

Sala das Promessas  – dados gerais

1745 – A sala ganhou espaço ao lado da sacristia da igreja inaugurada pelo Pe. Vilela

1886 – foi transportada para a Basílica Velha

1913 – a sala passou para um grande salão situado na praça Nossa Senhora Aparecida, perto do Convento Velho, devido a reforma da igreja para a coroação da imagem

1958 – foi transferida para o Hotel Recreio

1966 – instalou-se no primeiro andar da torre da Basílica Nova

1974 – toda a sala desceu para o subsolo da Basílica

2003 – reforma da Sala para a atual organização

Espaço físico da Sala – 1.300 m²

Média mensal do número de doações de ex-votos – 18.500 objetos

Número aproximado de fotografias que ornamentam a sala – 70 mil

Fonte: press kit do site oficial http://www.a12.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 892.586 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Imagens que trazem saudosas lembranças daquela Macau que não existe mais, mas que permanece viva na nossa memória e nas fotografias a seguir publicadas de forma aleatória, a procurar dar uma descrição a confirmar ou corrigir. O que vale mesmo é o que se diz – recordar é viver! As fotos são dos anos 50 […]

Memórias de Macau de Todos os Tempos (01)

Nesta postagem do que poderia chamar de uma série “Memórias de Macau de Todos os Tempos”, remetendo-me a um vídeo que publiquei no YouTube (vide no final), publico umas fotos antigas recolhidas ao acaso do meu extenso acervo, ora já publicadas no site (inativo) do Projecto Memória Macaense, ou não, e também já republicadas por […]

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

%d blogueiros gostam disto: