Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Patrimônio Mundial

(fotografia de Rogério P.D. Luz, autor do blog, imagens feitas nos cruzeiros pelo Costa Victoria e o MSC Armonia – clicar para aumentar)

A cidade do Rio de Janeiro foi declarada em 1º de Julho: Patrimônio Mundial como paisagem cultural pela UNESCO.  Vinte e um países do Comitê do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação , a Ciência e a Cultura – UNESCO aprovaram, por unanimidade, a concessão do título, tornando o Brasil detentor de 19 bens dos 911 reconhecidos pelo órgão.

Para se candidatar ao título, em 2009, o órgão governamental IPAHN relacionou 13 locais que tinham o aspecto de integração entre a cidade e a natureza, entre eles,os morros do Corcovado onde se encontra a estátua do Cristo Redentor e do Pão de Açúcar, a Praia e o Forte de Copacabana, a enseada de Botafogo, a entrada da Baía de Guanabara, o Aterro e o Parque do Flamengo, o Jardim Botânico, o Forte e o Morro do Leme, o Arpoador e a Floresta de Tijuca.  Anteriormente, já tinha havido uma tentativa de candidatura da cidade porém para sítio urbano misto, no entanto, como foi recusado, o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional-IPHAN formalizou esse pedido novamente alterando-a para se candidatar como paisagem cultural cujo título é inédito, já que outros iguais foram concedidos para paisagens em áreas rurais ou jardins.

Declarações de autoridades e intelectuais falam que a “cidade será vigiada”, que “o título vai acentuar a consciência de preservação” ou “a despoluição da Baía de Guanabara e regulamentação de ocupação irregulares”.  Citam ainda que o Rio difere de outros balneários do mundo que só funcionam no Verão, enquanto que a cidade oferece serviços e tem movimento o ano inteiro.

Os outros 11 patrimônios culturais do Brasil são: 1) Plano Piloto de Brasília; 2) centro de São Luís do Maranhão; 3) centro de Diamantina (cidade histórica de Minas Gerais); 4) centro da cidade de Goiás; 5) Praça de São Francisco, em São Cristovão, Estado do Sergipe; 6) Santuário do Senhor Bom Jesus do Matosinhos, em Congonhas, cidade histórica de Minas Gerais; 7) centro de Salvador, Bahia; 8) Missões Jesuíticas Guarani, Estado do Rio Grande do Sul; 9) Ruínas São Miguel das Missões, Rio Grande do Sul; 10) Ouro Preto, cidade histórica de Minas Gerais; e 11) centro de Olinda, Pernambuco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.318.418 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Foi graças a um dvd distribuído por um dos seus filhos, que possibilitou ao Projecto Memória Macaense – PMM montar diversos vídeos filmados por Hércules António que nos trazem velhas e memoráveis lembranças daquela Macau antiga que mora no coração dos macaenses e daqueles que tiveram vivência no território. Os vídeos publicados no YouTube nos […]

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

Brasão de Armas de Macau

Brasão de Armas de Macau

Os Brasões de Macau portuguesa são todos inspirados nos estilos heráldicos tradicionais da Europa. O primeiro brasão de armas de Macau foi usado até ao final do século XIX. É apenas constituído pelas armas de Portugal cercado pela inscrição Cidade do Nome de Deus, Não Há Outra Mais Leal. O segundo brasão de armas foi […]

%d blogueiros gostam disto: