Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

A celebração do dia de Nossa Senhora de Fátima no Santuário de São Paulo em 2019

Com a presença da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima, o Santuário de Fátima localizado no bairro de Sumaré em São Paulo, celebrou o dia 13 de Maio, em 2019, no ano em que se comemora o 102º ano de aparição da Virgem aos três pastorinhos em Portugal.

Ao longo do dia foram celebradas missas em vários horários, intercalando com a reza do Terço. Mesmo sendo uma segunda-feira, a participação de fiéis foi marcante, especialmente na parte da tarde quando ocorreu a procissão com a Imagem Peregrina pelas ruas do entorno da igreja. Contou com o apoio de um carro dos Bombeiros, que antes do seu início percorreu por várias vias do bairro com a Imagem de Nossa Senhora.

A Imagem Peregrina

Várias Imagens Peregrinas de Nossa Senhora de Fátima percorrem por países, principalmente naquelas onde a devoção à Virgem é significativa. Em São Paulo,  veio a Imagem de nª 3. A primeira, única e original, percorreu vários continentes, até que no ano de 2000 foi entronizada na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, em Portugal, e somente sai em ocasiões excepcionais, tal como no Panamá, em janeiro deste ano, para participar da Jornada Mundial da Juventude, que contou com a presença do Papa Francisco.

Foi no ano de 1945 que um pároco de Berlim, com o fim da 2ª Guerra Mundial, propôs a peregrinação de uma Imagem de Nossa Senhora de Fátima às capitais episcopais da Europa, em busca de paz e conciliação. A partir daí, Imagens percorrem o mundo levando com Elas uma mensagem de paz e amor.

No dia 13 de Maio de 1947, a primeira Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima que foi feita segundo indicações da Irmã Lúcia, uma das pastorinhas. foi coroada solenemente pelo Arcebispo de Évora, em Portugal.

Imagens de Fé e Devoção por Nossa Senhora de Fátima

A Procissão

A procissão com a Imagem de Nossa Senhora de Fátima, ora a Peregrina, ou A do próprio Santuário, é realizada para permitir o máximo de participação dos devotos, sem as formalidades de uma procissão tradicional. As pessoas que carregam o andor revezam-se a toda hora. sendo que as mulheres são as mais participativas, não importando o seu peso. Durante todo o trajeto pelas ruas calmas do entorno da Paróquia, o povo reza e canta em voz alta, “Ave, Ave, Ave Maria“. Causa emoção ver a fé e devoção do povo de todos os níveis sociais.

A saída para a procissão com a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima.

A Imagem colocada na viatura dos Bombeiros percorre inicialmente pelas ruas do Bairro de Perdizes com a sirene ligada.

Os fiéis aguardam a chegada da viatura para iniciar a procissão a pé.

A viatura chega e a Imagem é descarregada do caminhão sob os aplausos dos fiéis.

Inicia-se a procissão a pé que é liderada pelo Frei responsável que conduz as orações e cânticos. Devotas revezavam-se para carregar o andor.

Perto do final da procissão, a Imagem Peregrina é transferida de novo para a viatura dos Bombeiros que completa o trajeto e A devolve ao Santuário.

O pároco aguarda no meio da Rua Dr. Arnaldo, diante da igreja, e organiza a entrada da viatura que é recebida com uma chuva de papel picado e saudada por muitos fiéis

A Imagem Peregrina a caminho do seu altar sendo saudada por centenas de fiéis que lotam totalmente a igreja

Inicia-se a Santa Missa rezada pelo Pároco do Santuário de Fátima

O coral e o órgão de tubos

A igreja do Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima em Sumaré, São Paulo

Mais imagens de fé e devoção dos fiéis diante da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima

Faz-se nó na fita com um pedido a Nossa Senhora

A Imagem permanente do Santuário

A festa na área externa da igreja com diversas barracas e benção individual aos devotos de Nossa Senhora

Barraca de doces portugueses

Barraca de venda de imagens de Nossa Senhora de Fátima, e de salgados, doces, bolos, café etc

Barraca de venda de vestuário e produtos portugueses, como toalha de mesa, e barraca infantil

Barraca de doces portugueses

Venda de sanduíches de pernil e hot-dog, e de chouriço português e alheira à direita

Bebidas em geral e vinho quente, e caldo verde à direita

Bingo e barraca de bolinho de bacalhau

A área de estacionamento de carros foi utilizada para montagem das barracas

  • Fotografia de/photos by Rogério P D Luz
  • Fontes de consulta: Gaudium Press e página da Diocese de Santo André

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.465.755 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Dia de Macau – 24 de Junho de 2022 celebra 400 anos da maior derrota dos holandeses no Oriente, e Manuel V. Basílio nos conta como foi

Dia de Macau – 24 de Junho de 2022 celebra 400 anos da maior derrota dos holandeses no Oriente, e Manuel V. Basílio nos conta como foi

Hoje, 24 de Junho de 2022, comemora-se 400 anos de “A Maior Derrota dos Holandeses no Oriente” na sua tentativa de tomar Macau dos portugueses. Até a transição de soberania de Macau, de Portugal para a República Popular da China, em 20 de Dezembro de 1999, a data era comemorada como “DIA DE MACAU” ou “DIA DA […]

Macau: Bons tempos do Teatro Dom Pedro V recordados por Jorge Eduardo (Giga) Robarts

Macau: Bons tempos do Teatro Dom Pedro V recordados por Jorge Eduardo (Giga) Robarts

1 Aqueles bons tempos de Macau, que já não voltam mais, de peças teatrais com participação de macaenses, são recordadas por Jorge Eduardo (Giga) Robarts na sua página no Facebook. Com autorização do Giga, as imagens foram copiadas e editadas, inclusive seus textos. Fazem parte do seu acervo, bem como, partilhadas por seus amigos dessa […]

Duas histórias de Macau por Manuel V. Basílio: ‘A 1ª viagem portuguesa no sul da China’ e ‘O 1º acordo sino-português’

Duas histórias de Macau por Manuel V. Basílio: ‘A 1ª viagem portuguesa no sul da China’ e ‘O 1º acordo sino-português’

Nesta postagem, divulgamos duas histórias de Macau de autoria do Manuel V. Basílio, publicadas no Jornal Tribuna de Macau-JTM e que foram extraídas dos seus livros: A primeira viagem portuguesa no sul da China O primeiro acordo sino-português Nos artigos abaixo com os textos com ligação direta no JTM , clique em “continue reading” (continue […]

%d blogueiros gostam disto: