Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Morro do Cristo e praias próximas, em Salvador – Bahia

Localizado na Barra, um dos mais lindos bairros de Salvador, capital do Estado da Bahia, o Morro do Cristo é uma visita imperdível onde se tem um vista panorâmica das praias mais próximas, divididas pelo morro: a Praia do Farol da Barra e a sequência de praias até a de Ondina.

No topo do morro, a escultura em mármore de carrara do Cristo Redentor com sete metros de altura, tombada pela Prefeitura em homenagem aos 468 anos de Salvador, foi esculpida pelo artista italiano Pasquale De Chirico e inaugurada em 24 de dezembro de 1920, cerca de onze anos antes do Cristo do Rio de Janeiro. A estátua foi trazida da cidade italiana de Gênova para a capital baiana.

O italiano Pasquale De Chirico (1873-1943) é o autor de diversos importantes monumentos de Salvador, entre eles, o de Castro Alves e o do Conde dos Arcos.

O Monumento a Jesus, o Salvador, conforme inscrição na sua placa original, estava inicialmente instalado num morro próximo, a poucos metros, chamado de Morro do Camarão, no local onde está a Prefeitura da Aeronáutica. Em 1967, foi transferido para atual local que passou a se chamar Morro do Cristo. Após reformas em 2018, além ter sido construída uma tirolesa com 110 metros de percurso, o granito do pedestal da escultura foi substituído por vidro que aliado à iluminação instalada, teve como objetivo de dar a impressão de que o Cristo pareça “flutuar” ao largo do mar.

Jesus Cristo tem tudo a ver com a Cidade que tem o seu nome de: Salvador. Em 1549, a primeira capital e primeira cidade do Brasil foi fundada, com o nome de Cidade do Salvador onde foi criada a primeira diocese do Brasil com o nome de São Salvador da Bahia.

O Morro do Cristo em 1934. Foto publicada por Bahia Turismo

Fotografia de/photos by Rogério P D Luz – em 2019

  • Fonte de consultas: Bahia Turismo, Seinfra Salvador-Gov e Wikipédia
Panorama do Morro do Cristo, a praia da Barra e a sequência de praias até a de Ondina. Foto da Wikimedia Commons/ME Portal da Copa
O local é ótimo para relaxar, sem fazer nada, desfrutando belas vistas de ambos os lados.

A Praia do Farol da Barra vista do Morro do Cristo

A Praia da Barra está situada no bairro da Barra, sendo a segunda praia deste bairro. Esta praia tem início junto ao Forte de Santo Antônio da Barra, conhecida como Farol da Barra, onde se encontra o Museu Náutico da Bahia, e se estendendo até o Morro do Cristo, onde se encontra a imagem do Cristo Redentor.

A praia se encontra a cerca de 5km do centro, banhada pelo Oceano Atlântico. Parte dela é protegida por arrecifes e oferece, principalmente na maré baixa, mar com pequenas ondas e piscinas naturais. Junto ao Morro do Cristo já se encontra o mar com ondas propicias a prática do surfe, muito comum na área.

Do Hotel Monte Pascoal, onde estávamos hospedados, a distância é relativamente curta até o Morro do Cristo caminhando tranquilamente pela calçada da Avenida Oceânica.

A Avenida Oceânica margeia a extensa orla marítima desse trecho de Salvador.

As praias até a Praia de Ondina vistas do Morro do Cristo

Enquanto a estátua de Cristo contempla a praia e o Farol da Barra, na sua costa, pode-se observar uma sequência de praias até a de Ondina. Apesar de rochosas, tem seu público, embora menor.

Quanto ao seu nome, há vários conforme publicações. Na Wikipédia é chamada de Praia do Cristo, por estar no sopé do morro, ao seu lado. Porém, no Google Maps, está marcada como Praia de Caban e em sequência, a Praia das Divas. Numa outra postagem de um blog de viagens , esta é referida como Praia Lagamar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.280.318 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Foi graças a um dvd distribuído por um dos seus filhos, que possibilitou ao Projecto Memória Macaense – PMM montar diversos vídeos filmados por Hércules António que nos trazem velhas e memoráveis lembranças daquela Macau antiga que mora no coração dos macaenses e daqueles que tiveram vivência no território. Os vídeos publicados no YouTube nos […]

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

Brasão de Armas de Macau

Brasão de Armas de Macau

Os Brasões de Macau portuguesa são todos inspirados nos estilos heráldicos tradicionais da Europa. O primeiro brasão de armas de Macau foi usado até ao final do século XIX. É apenas constituído pelas armas de Portugal cercado pela inscrição Cidade do Nome de Deus, Não Há Outra Mais Leal. O segundo brasão de armas foi […]

%d blogueiros gostam disto: