Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

O Forte de Santa Maria no pôr do sol, em Salvador, Bahia

Localizado numa região bonita de Salvador, Bahia – Barra – o Forte de Santa Maria foi o destino da nosso passeio já se aproximando o final do dia. A intenção, … Continuar lendo

30/05/2019 · Deixe um comentário

De bondinho ao Pão de Açúcar com vista panorâmica do Rio

Ir ao Rio de Janeiro e não visitar as duas principais atrações turísticas, o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, pode parecer que o passeio ficou incompleto. Digamos que … Continuar lendo

14/09/2018 · Deixe um comentário

Assim vi em Búzios o pôr do sol, a Rua das Pedras, casamento na praia e as praias

O convite para um casamento na beira da Praia de Manguinhos foi o grande motivo para viajar para Búzios, ou Armação de Búzios, no Rio de Janeiro.  Assim nos dois … Continuar lendo

27/08/2018 · Deixe um comentário

Ubatuba em São Paulo com mais de 100 praias, um lugar gostoso para passear ou morar

Considerada por muitos como o paraíso do litoral norte de São Paulo, Ubatuba, distante cerca de 230 kms da capital paulista (via Rodovia dos Tamoios) é daquelas cidades praianas que … Continuar lendo

31/10/2017 · 2 Comentários

A volta dos pescadores à praia de Itaguá em Ubatuba

Após pescaria com rede nas águas de Ubatuba, litoral norte de São Paulo, dois pescadores numa canoa retornam à sua base na praia de Itaguá localizada na zona urbana, trazendo … Continuar lendo

14/08/2017 · 1 comentário

Praia do centro de Caraguatatuba em dia de inverno

Passear na praia no inverno, agasalhado, pouca gente em pleno sábado, tempo nublado e temperatura abaixo de 20°, ventando, traz aquele ar romântico que lembra filmes como aquele que vi … Continuar lendo

13/08/2017 · Deixe um comentário

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Anúncios

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.035.026 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Receitas de camarões e pimentas recheadas da gastronomia de Macau com Bosco Silva e Alex Airosa

Receitas de camarões e pimentas recheadas da gastronomia de Macau com Bosco Silva e Alex Airosa

A relembrar a aula de gastronomia realizada na Casa de Macau de São Paulo em 24/02/2008, ministrada pelos chefs João Bosco Quevedo da Silva e Herculano Alexandre (Alex) Airosa, seguem as fotos e receitas de camarões grandes recheados com ervas à moda de João Bosco Quevedo da Silva e pimenta recheada à moda do Alex Airosa. Na época, a coordenação das aulas e elaboração das […]

Procissão do Corpo de Deus em Macau

Procissão do Corpo de Deus em Macau

PROCISSÃO DO CORPO DE DEUS EM MACAU Texto, fotografias e legendas de Manuel V. Basílio (Macau) As cerimónias do Corpo de Deus, ou Corpus Christi, ou mais precisamente, a Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo, decorrem habitualmente na quinta-feira seguinte a Domingo de Pentecostes, 60 dias depois da Páscoa, tendo este ano ocorrido no […]

“Adeus Macau” na voz de Isa Manhão no Encontro das Comunidades Macaenses de 2010

“Adeus Macau” na voz de Isa Manhão no Encontro das Comunidades Macaenses de 2010

Não há como não se emocionar ao ouvir a bela canção Adeus Macau, seja qual for o/a intérprete. Possivelmente uma lágrima ou outra poderá escorrer no seu rosto. Alguns associam a canção à transição de soberania de Macau para a China, que em 2019 completa 20 anos. Pode até servir, se quisermos considerar o adeus […]