Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

Assim vi em Búzios o pôr do sol, a Rua das Pedras, casamento na praia e as praias

O convite para um casamento na beira da Praia de Manguinhos foi o grande motivo para viajar para Búzios, ou Armação de Búzios, no Rio de Janeiro.  Assim nos dois dias e meio da hospedagem teríamos que tentar aproveitar o máximo. Eis assim nesta postagem e noutra abaixo listada o que foi nos possível ver e passear.

Se estranhar que nas fotos desta postagem só se vêm construções baixas, como casas e sobrados, é que em Búzios não é permitido construir prédios altos, ainda bem!

(Fotografia de/photos by Rogério P D Luz)

Pôr do sol em Búzios, um dos mais belos do mundo

Pela sua posição geográfica, a península de Búzios na face norte, à esquerda, que olha para o continente brasileiro, tem o privilégio de assistir a um belo pôr do sol criando uma trilha de claridade nas suas águas mais amenas por receber a influência da corrente quente do Brasil. Pelo pouco tempo disponível, a logística, e por estar hospedado na região, fiz as fotografias do entardecer apenas na Praia de Manguinhos, na região do Porto da Barra.

A plataforma do Porto da Barra acaba sendo uma referência, um primeiro plano, para fotografia do pôr do sol. Os barcos ajudaram bem na composição das fotos.

As várias formas de contemplar e registrar o pôr do sol que é um espetáculo único no Porto da Barra.

Os barcos de pesca e para lazer enriquecem o cenário ao colocá-los no primeiro plano e o sol se pondo ao fundo.

O Porto da Barra é um agito total ao entardecer com variedade de restaurantes e barzinhos cheios de gente para viver o espetáculo que a natureza proporciona.

Rua das Pedras e vias adjacentes

A Rua das Pedras e as vias adjacentes com variedade de lojas, especialmente de artigos e vestuário para praia, é daqueles passeios que os turistas acabam sempre comprando algo, principalmente as mulheres. Há restaurantes para todos os gostos e preços bem frequentados à noite quando aumenta a movimentação de gente.

Quer coisa melhor? Tomar sua bebida ou refeição contemplando as tranquilas águas da Praia do Canto?

Ao longo da rua há corredores que dão acesso à praia.

Há lojas de grife como as populares com preços mais acessíveis.

Na rua paralela você pode experimentar umas boas empadas/empanadas argentinas. Os argentinos são quase 10% da população fixa da cidade. Ouve-se castelhano por todos os lugares com grande concentração nesta zona comercial.

A Praça Santos Dumont basicamente é o ponto de chegada e partida para sua visita a estas ruas. Ir a Búzios sem passear pela Rua das Pedras acaba sendo um passeio incompleto.

Casamento na (beira da) praia

O convite do nosso sobrinho Luíz Gustavo para o seu casamento com a Sol numa Casa de Festa à beira da Praia de Manguinhos, foi o grande motivo para, além de atendê-lo, visitar Búzios. O horário escolhido para o início da cerimônia às 17:00 horas teve como objetivo coincidir com o pôr do sol. Uma feliz e excelente ideia!

O ambiente da festa e da cerimônia:

Mais da cerimônia que teve o charme da descontração. Nada de ternos e gravatas, nem calçados sociais, a informalidade, até a noiva ousou entrar descalça. Um ambiente com rica decoração mas despojada de alto luxo, tudo apropriado para um casamento numa casa de festa na beira de uma praia. Muito lindo! As fotos falam por si. Parabéns aos noivos Luíz Gustavo e Sol. Muitas felicidades.

Praia de Geribá

O tempo permitiu apenas a visita à Praia de Geribá, além da Praia de Manguinhos, a de acima do casamento e do pôr do sol, além da Praia do Canto, ao lado da Rua das Pedras. Esta praia como fica do lado direito da península de Búzios, de cara para o alto mar, já é frequentada por surfistas com as construções mais afastadas permitindo um espaço maior para lazer na areia.

A praia tem boa oferta de restaurantes e bares. A época era a Copa do Mundo de 2018 e muita gente se aglomerou num dos bares para assistir a um dos jogos das oitavas de final e lá ficamos por um tempo tomando água de coco.

Uma das delícias de Búzios é descansar nessas camas curtindo a vista do mar.

O acesso à praia é por corredores como esse abaixo pois a região foi densamente povoada, tal como outras praias citadas nesta postagem.

Praia do Canto

A praia que já foi mostrada na postagem anterior com o link acima, tem águas tranquilas e uma estreita faixa de areia e de baixa frequência.

Capela de Nossa Senhora Desatadora de Nós
Localizada próximo da Praia de Geribá, a Capela é a única do mundo que é dedicada exclusivamente a Nossa Senhora Desatadora de Nós, por não haver imagens de outros Santos. Totalmente custeada por Isis Penedo, a obra foi concluída em menos de seis meses no ano de 2001 e recebeu de Roma a Benção Apostólica do Papa João Paulo II.
A viagem a Búzios
Para chegar a Búzios, viajamos pela Latam para o Aeroporto de Santos Dumont. Logo na saída do aeroporto, à esquerda, há uma estação do bonde elétrico VLT com destino à Rodoviária Novo Rio. Os ônibus da empresa 2001, a única que faz conexão com Búzios, saem praticamente de hora em hora. Assim, nem nos preocupamos em comprar as passagens antecipadamente, pois além de tudo, era dia de semana e baixa temporada por ser inverno. Em 25 minutos já estávamos prestes a embarcar. Tudo muito fácil, uma melhor solução e mais econômica que contratar um transfer pelos nossos cálculos. O motorista ainda nos deixou próximo à rua da pousada numa viagem de pouco menos de três horas para cobrir uma distância de cerca de 180 kms do Rio.
Para voltar ao Rio, pegamos um táxi que praticamente cobra uma tarifa fixa de R$ 25,00 (em 08/2018) e tomamos o ônibus das 08:00 da manhã para aproveitar bem o dia no Rio de Janeiro para passeios. Aí já compramos as passagens antecipadamente na viagem de ida.
Dizia o taxista que na alta temporada e nos feriados prolongados é uma loucura o trânsito na cidade, com a maioria de ruas estreitas, com a vinda de milhares de turistas, demorando horas para percorrer uns poucos quilômetros.
A rodoviária de rua de Búzios fica na Estrada Usina Velha, que mais é uma avenida arborizada conforme abaixo e que dá acesso na foto, à esquerda, para a Rua das Pedras. A região é considerada centro da cidade.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 851.973 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

No almoço especial do Ano Novo chinês realizado na Casa de Macau de São Paulo em 18 de Fevereiro de 2018, o macaense José Noronha, 83 anos, andava a mostrar uma foto antiga para algumas pessoas que tinham mais ou menos a sua idade. Procurava ele matar as saudades dos velhos tempos em Macau. Macaense […]

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

%d blogueiros gostam disto: