Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Festa de São José celebrada em Macau pela Associação dos Antigos Alunos do Seminário de São José

Igreja de São José, Macau – Após a missa, foi tirada a habitual fotografia de grupo, dentro da igreja, para servir de recordação. Foto de Manuel V. Basílio

Festa de São José

Texto e fotografias de Manuel V. Basílio, Macau

Promovida pela Associação dos Antigos Alunos do Seminário de São José, foi celebrada no dia 19 de Março, na igreja do Seminário, a Festa de São José, integrada no “Ano Especial de São José”, que durará até 8 de Dezembro de 2021, conforme anunciado pelo Papa, para assinalar o 150º aniversário da sua declaração como padroeiro universal, feita pelo Beato Pio IX, a 8 de Dezembro de 1870.
Para o efeito, foi celebrada uma missa, em latim, pelas 18:00 horas, pelo Bispo de Macau, D. Stephen Lee, com a participação de muitos antigos alunos do Seminário, seus familiares, amigos e demais devotos de São José.
Após a missa, foi tirada a habitual fotografia de grupo, dentro da igreja, para servir de recordação.

Chá Gordo após a missa. Foto Manuel V. Basílio

Seguidamente, houve um convívio entre os antigos alunos e seus familiares, com Chá Gordo, que foi servido no refeitório dos seminaristas, cuja ementa incluía, designadamente, leitão assado, croquetes, chamuças, patas de cavalo, bacalhau à Brás, galinha à portuguesa, arroz chau chau, tacho, porco bafá-assá, língua de vaca estufada, minchi de porco, lacassá frito, massa frita com carne de vaca, bebinca de nabo e, ainda, pudins, bolos de laranja, de chocolate e mármore, vinho tinto e sumos.

Foto Manuel V. Basílio

São José – Homem Justo

(Crónicas Macaenses) São José (data comemorativa em 19/Março) é exemplo de homem, pai e esposo. O carpinteiro de Nazaré, prometido em casamento a Maria, nos convida a refletir sobre o acolhimento, carinho e disponibilidade que teve com sua esposa e família, sendo apoio no seguimento da vontade de Deus.
O Evangelho define este grande santo em três palavras: “José era justo”. Ele possuía todas as virtudes em plenitude e perfeição. Pertencia a família de Davi e tinha como patriarcas, reis e príncipes.
Para homenagear os 150 anos da proclamação de São José como o guardião universal da Igreja, dado pelo Papa Pio IX, Francisco dedicou o ano de 2021 como o “Ano de São José”.
Na Carta Apostólica Patris Corde “Coração de Pai”, o pontífice demonstra a importância do SIM de José a vontade de Deus, e faz um paralelo entre o exercício de paternidade dele e dos pais de hoje em dia, que por vezes não conseguem oferecer nem o básico a seus filhos. (Texto e imagem extraídos do portal do Santuário de Nossa Senhora Aparecida/Brasil)

Eleição dos Corpos Sociais da Associação dos Antigos Alunos do Seminário de São José

Corpos Sociais da Associação dos Antigos Alunos do Seminário de S. José para o biénio de 2121-2023. Foto Manuel V. Basílio

Durante o convívio, foi anunciada a eleição da lista única dos membros que integram os Corpos Sociais da Associação dos Antigos Alunos do Seminário de S. José para o biénio de 2121-2023, cuja composição é a seguinte:
ASSEMBLEIA GERAL
Presidente: José Cabral Jr.
Vice-Presidente: Eduardo Tavares
Secretário: José Maria Bártolo
DIRECÇÃO
Presidente: Rufino de F. Ramos
Vice-presidente: Heng Seong António Leong
Vice-presidente: Bernardo Jorge Cuan
Secretário: Alberto Botelho dos Santos
Tesoureiro: Alfredo Valoma
Vogais:
Rogério da Silva Monteiro
João Magalhães
Luis Osório
João Manhão
CONSELHO FISCAL
Presidente: António Augusto Carion
Vogais:
Telmo Martins
José Carion Jr.

Rufino de F. Ramos, presidente da Direcção. Foto Manuel V. Basílio

Pandemia do Coronavírus Covid-19 em Macau

Apesar de algumas limitações que envolveram a organização desta Festa de S. José, designadamente a manutenção do estado de alerta causada pela Covid-19 e a falta de apoios que no passado a Associação recebia para o efeito, mesmo assim a Direcção conseguiu levar avante este convívio, que foi do agrado geral. Um bem-haja a todos. (Manuel V. Basílio)

(Crónicas Macaenses) Macau que foi um antigo território português na China e devolvida em Dezembro de 1999, após cerca de 440 anos de administração portuguesa, foi uma das primeiras cidades a registrar casos de contágio do Covid-19 ocorrida em 22 de Janeiro de 2020. A rapidez de adoção de medidas e restrições pelas autoridades locais, como fechamento de fronteiras, o comércio e até seus casinos que são o motor da economia do território fez com que Macau tornasse um exemplo para o mundo, como um dos locais mais seguros no enfrentamento da pandemia.

Com cerca de 650 mil habitantes, Macau, em Março de 2021, está há nove meses sem registrar contágios locais, sem contabilizar qualquer morte ou infeções entre profissionais de saúde e apenas com um caso grave. Os dois últimos casos, em Janeiro e Fevereiro de 2021, foram de residentes que contraíram o vírus na viagem ao exterior.

A Missa

Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio

O Chá Gordo

Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio
Foto Manuel V. Basílio

2 comentários em “Festa de São José celebrada em Macau pela Associação dos Antigos Alunos do Seminário de São José

  1. Majão Ferreira
    30/03/2021

    Muito obrigada pela partilha. Tentei pôr no Facebook mas não sei se consegui, é muito grande. Um abraço da Majão Ferreira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.240.568 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Foi graças a um dvd distribuído por um dos seus filhos, que possibilitou ao Projecto Memória Macaense – PMM montar diversos vídeos filmados por Hércules António que nos trazem velhas e memoráveis lembranças daquela Macau antiga que mora no coração dos macaenses e daqueles que tiveram vivência no território. Os vídeos publicados no YouTube nos […]

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

Brasão de Armas de Macau

Brasão de Armas de Macau

Os Brasões de Macau portuguesa são todos inspirados nos estilos heráldicos tradicionais da Europa. O primeiro brasão de armas de Macau foi usado até ao final do século XIX. É apenas constituído pelas armas de Portugal cercado pela inscrição Cidade do Nome de Deus, Não Há Outra Mais Leal. O segundo brasão de armas foi […]

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: