Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

Fórmula 3-final

Vídeo dos destaques da corrida – clicar no símbolo com 4 setas para assistir em tela cheia

Vídeo completo do Grande Prémio de Macau de Fórmula 3 – 1h:16m

Félix da Costa vence o 30º Grande Prémio de Macau de F3 – 18/Novembro/2012

(fonte e fotos: site oficial do Macau Grand Prix)

António Félix da Costa adicionou hoje o nome à lista dos ilustres vencedores do Grande Prémio de Macau de Fórmula 3, graças a um extraordinário e exímio desempenho no intricado circuito da Guia.

A jovem arma portuguesa, ainda fresco do teste em F1 para a equipa da Red Bull Racing em Abu Dhabi, partiu da pole para a corrida de 15 voltas. Todavia, tal como ontem, na qualificação, teve de enfrentar a pressão de Felix Rosenqvist, logo à primeira volta, a caminho do Lisboa.

Mas uma manobra perfeita para direita pôs o Carlin-Dallara de novo na liderança e Félix da Costa novamente no controlo da prova, com ligeiro abrandamento a meio da sessão que o empurrou para uma histórica vitória.

“Fiz todas as voltas no limite”, disse o vencedor. “Tenho de agradecer à minha equipa, que conseguiu por isto tudo de pé. São tantos os grandes nomes na lista de vencedores… E, agora está lá o meu. Foi uma disputa cerrada, mas sempre com muito respeito e desportivismo. Penso que proporcionámos todos uma grande espectáculo.”

Rosenqvist terminou em segundo, depois da batalha com Felix da Costa ao longo de todo o fim-de-semana. O par correu quase sempre colado, separado por cerca de um segundo ao longo de toda a corrida e um diferença de um segundo e meio no final.

Alex Lynn manteve a posição do melhor estreante em Macau, ensombrando o par da frente durante toda a corrida e conseguindo a subida ao pódio no ano de estreia. Mas, não foi o único estreante a impressionar; o jovem alemão Pascal Wehrlein teve uma prova com muito crédito, consumada com a quarta posição, adiando as expectativas de Felipe Nasr, que regressou à Fórmula 3, vindo da GP2, de propósito para este evento.

O azarado da corrida foi Daniel Juncadella, vencedor de 2011, que perdeu assim a hipótese de se consumar como o segundo piloto a triunfar no evento, dois anos consecutivos, depois de ser forçado a abandonar a corrida devido a falha na suspensão, à quarta volta.

o resultado final da prova principal de F3 na sua 30ª edição no 59º Grande Prémio de Macau
* * * * * * * * * *

clicar para aumentar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 833.109 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

No almoço especial do Ano Novo chinês realizado na Casa de Macau de São Paulo em 18 de Fevereiro de 2018, o macaense José Noronha, 83 anos, andava a mostrar uma foto antiga para algumas pessoas que tinham mais ou menos a sua idade. Procurava ele matar as saudades dos velhos tempos em Macau. Macaense […]

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

%d blogueiros gostam disto: