Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Jardim Botânico de Curitiba, um jardim em estilo francês e com inspiração londrina

Um dos mais belos parques de Curitiba, o Jardim Botânico é dos pontos turísticos que todo visitante da capital paranaense quer conhecer, e não foi diferente na nossa excursão de 4 dias. Com seu jardim criado à imagem dos jardins franceses e uma estufa com três abóbadas do estilo Art Nouveau, inspirada no Palácio de Cristal de Londres do século XIX. foi em 2007  que pelo site Mapa-Mundi foi o monumento mais votado numa eleição para escolha das Sete Maravilhas do Brasil.

A Wikipédia conta que o Jardim Botânico inaugurado em 5 de outubro de 1991, possui ao todo uma área total de 278 mil metros quadrados, incluindo o bosque com mata atlântica preservada. . Seu nome oficial (J.B. Francisca Richbieter) presta uma homenagem à urbanista Francisca Maria Garfunkel Rischbieter, uma das pioneiras no trabalho de planejamento urbano da capital paranaense). O jardim contém inúmeros exemplares vegetais do Brasil e de outros países, espalhados por alamedas e estufas de ferro e vidro. A estufa principal de inspiração britânica é climatizada e mantém espécies da Floresta Atlântica como Caraguatá, Caetê e Palmito.

Atrás dessa estufa está situado o Espaço Cultural Frans Krajcberg, com a exposição permanente “A Revolta”, de obras do artista polonês naturalizado brasileiro Frans Krajcberg. O nome “A Revolta” expressa o sentimento do artista com relação à destruição sem limites provocada pelo homem nas florestas brasileiras. Nessa galeria estão expostas 110 obras de grande porte, todas elas feitas a partir de restos de árvores queimadas ou derrubadas de forma ilegal.

O projeto é do arquiteto Abrão Assad, que também planejou o Museu Botânico, incorporado ao Jardim Botânico em 1992, com auditório, centro de pesquisas, espaço para biblioteca especializada e sala de exposições temporárias e permanentes. Atualmente o Museu Botânico de Curitiba tem o quarto maior herbário do país, com aproximadamente de 400 mil exsicatas – plantas secas preparadas para coleção botânica – além de coleção de amostras de madeiras e frutos, e no parque funciona um centro de pesquisa da flora do Paraná e do Brasil.

O jardim em estilo francês

A estufa do estilo Art Nouveau inspirada no Palácio de Cristal de Londres do século XIX

Os múltiplos usos do Jardim Botânico, do lazer, caminhada, descanso, à prática esportiva

Outros pontos de vista do Jardim Botânico

 

  • Excursão de 4 dias realizada para o nosso grupo pela Ivetur Turismo, de Curitiba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 31/05/2019 por em Jardim Botânico e marcado , , , , , , , , , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.126.072 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

A estátua Ferreira do Amaral no aniversário da Tomada de Passaleão em 1951

A estátua Ferreira do Amaral no aniversário da Tomada de Passaleão em 1951

A foto da estátua Ferreira do Amaral, em Macau, foi objeto de indagação feita ao autor deste blog por MJ Raydor no Facebook, que queria saber da sua história. Por desconhecê-la, coube ao Carlos Dias dar a resposta abaixo com publicação de uma imagem: “Tratava-se da Comissão Organizadora das comemorações de 102º. aniversário da Tomada […]

Em Macau, celebração diferente do 13 de Maio Dia de Nossa Senhora de Fátima em 2020 devido à pandemia

Em Macau, celebração diferente do 13 de Maio Dia de Nossa Senhora de Fátima em 2020 devido à pandemia

Por medidas de precaução em função da pandemia do novo coronavírus Covid-19, a celebração do Dia de Nossa Senhora de Fátima, no dia 13 de Maio, foi diferente no mundo todo. Até que em Macau a celebração contou com a participação limitada de fiéis na missa realizada na Igreja de São Domingos, mais que no Santuário […]

Por detrás da foto oficial do Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019

Por detrás da foto oficial do Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019

A sessão fotográfica nas Ruínas de São Paulo é tradição já há vários Encontros das Comunidades Macaenses, e não foi exceção na edição Macau 2019. Aconteceu no dia 26 de Novembro, uma terça-feira, por volta das 16 horas. Ao que parece, uma tradição chinesa em Macau, a foto oficial reuniu os participantes do Encontro de […]

%d blogueiros gostam disto: