Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

Macau: ‘Largo do Senado, o passado e o presente’ por M.V. Basílio

1 Macau passado LS Chinnery SCM

1.Desenho de George Chinnery, vendo-se parcialmente ao fundo o edifício do Leal Senado. Do lado direito, vê-se a Santa Casa de Misericórdia, com a capela e torre anexa. Ao lado da Santa Casa, estão uns trabalhadores a demolirem um prédio.

Largo do Senado, o passado e o presente

(Texto, legendas, fotos atuais 2016 de autoria de Manuel V. Basílio/Macau, inclusive seleção de fotos/desenhos da Macau do passado recolhidas da internet)

O Largo do Senado (nome toponímico assim atribuído, devido ao já extinto Leal Senado, denominação oficial da Câmara Municipal de Macau durante a administração portuguesa) começa na Avenida de Almeida Ribeiro, em frente ao vetusto edifício que presentemente se encontra instalado o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais de Macau (abreviadamente IACM), e termina no Largo de S. Domingos, junto à Travessa de S. Domingos.

O espaço do Largo do Senado foi desde os primórdios o centro urbano de Macau, cuja configuração e aspecto visual, em termos arquitectónicos, foram evoluindo ao longo dos tempos. Desconhecíamos como era o aspecto do Largo do Senado antes da chegada de George Chinnery a Macau, em 1835, que aqui permaneceu durante 27 anos até ao seu falecimento, e foi graças a ele que ficamos a ter uma ideia, através dos seus desenhos e pinturas, como eram os prédios que o rodeavam, incluindo o antigo edifício da Santa Casa da Misericórdia e o tão característico pelourinho implantado em frente ao Leal Senado.

2 Macau passado LS Pelourinho

2.Esboço de George Chinnery, em que mostra o pelourinho que ainda existia quando ele passou a viver em Macau. Tal como em Portugal, o pelourinho estava implantado em frente ao edifício da Câmara, o qual, além de outras funções, simbolizava o poder e a liberdade municipal. Presume-se que aquele pelourinho foi removido nos anos seguintes a 1834, quando as funções do Leal Senado foram reduzidas, ou após a Rainha D. Maria II ter promulgado um Decreto Real, em 1844, pondo fim à autoridade local, que passou a estar subordinada ao Governador.

Embora as primeiras fotografias de Macau tivessem sido tiradas pelo francês Jules Itier, quando por aqui passou em 1844, foi na segunda metade do século XIX e sobretudo a partir do século XX, com a divulgação de registos fotográficos, além de desenhos e gravuras, feitos por viajantes e fotógrafos estrangeiros, ficamos a conhecer cada vez melhor os diversos aspectos da cidade, incluindo as transformações que tiveram lugar no reordenamento do Largo do Senado, em diferentes épocas.

Com a abertura do último troço da Avenida de Almeida Ribeiro, cuja obra ficou concluída em 1918, desde as proximidades das actuais escadas de acesso à Rua da Sé até à então denominada Rua da Praia Grande, bem como a demolição de todas as casas velhas existentes no quarteirão entre Travessa do Roquete e o alinhamento da nova avenida (já então conhecida por San Ma Lou), para a construção do edifício dos CTT (Correios, Telefones e Telégrafos), foi ampliado o Largo do Senado, devido ao recuo em relação ao edifício da Santa Casa de Misericórdia, deixando, desta forma, aberto aquele espaço que actualmente está ajardinado.

3 Macau passado LS ca. 1910

Outra vista do Largo do Senado, em princípios do século XX

As mais notórias transformações verificadas no século XX foram, designadamente:

  • a colocação da estátua do Coronel Vicente Nicolau Mesquita, inaugurada em 24 de Junho de 1940, destruída em 3 de Dezembro de 1966, aquando dos motins, vulgarmente conhecidos por 123 (ou 12.3, isto é, Dezembro 3), que se geraram sob a influência da Revolução Cultural na China;
  • entre 1967 e 1972, após a remoção da estátua e do respectivo pedestral, aquele espaço foi coberto de relva, com alguns arbustos por ali espalhados;
  • a construção de uma fonte trapezóide, com repuxos, que ficou concluída em Junho de 1973, e desde então os chineses designaram-na por “P’an Sôi Chi” ( 噴水池);
  • em meados dos anos 80 do século anterior, quando colocaram vários canteiros, com plantas e flores, junto aos quatro cantos da fonte trapezóide, o Largo do Senado foi fechado ao trânsito de veículos automóveis e convertido em zona pedonal, e depois, em princípios dos anos 90, toda a zona desde o Largo do Senado, Largo e Rua de S. Domingos até à Travessa do Bispo foi pavimentada com calçada portuguesa, cuja obra foi executada com a participação de calceteiros portugueses, que se serviram de um molde ondulatório para o efeito, tendo essa obra ficado concluída em 1994. Durante a obra, foi construída uma nova fonte circular, com o diâmetro de 14m, no centro da qual foi colocada uma esfera armilar.
4 Macau passado LS ca. 1920 Tv Roquete

Os três caracteres chineses por cima da porta do prédio à direita lêem-se “Tung Sing Tong”, cuja Associação de Beneficência está hoje instalada na Rua de Camilo Pessanha. Vê-se parcialmente, à esquerda, o edifício da Santa Casa e a Travessa do Roquete.

Depois da transferência da administração do território de Macau, que passou a designar-se por Região Administrativa Especial de Macau (abreviadamente, RAEM), a situação económica de Macau passou por um período de crise, sobretudo aquando do surto da Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS), em 2003. A viragem da crise iniciou-se a partir de Julho de 2003, quando o governo da República Popular da China autorizou a concessão de vistos individuais a chineses residentes na região vizinha para se deslocarem a Macau e a Hong Kong, e subsequentemente essa política de visto individual foi gradualmente alargada a novas cidades do continente. A retomada económica foi reforçada no ano seguinte com a inauguração do hotel-casino Sands Macau, em 18 de Maio de 2004, o primeiro a entrar em funcionamento na sequência da liberalização do jogo em Macau, terminando assim o longo período de monopólio neste sector de actividade.  Desde então, com a vinda de cada vez mais visitantes ou turistas, com poder de compra e atraídos pelo jogo e outras novidades inexistentes na China continental, o Largo do Senado ganhou novo fôlego, com a abertura de novas lojas, bem assim uma maior concentração e movimentação de visitantes a transitarem por aquela via (do Largo até Rua de S. Domingos) que, durante séculos, era conhecida por “Ou Mun Kai”, literalmente a “Rua de Macau”, ou então a Rua Direita. Sobretudo nos últimos dez anos, os estabelecimentos tradicionais que operavam no Largo do Senado foram a pouco e pouco encerrando as suas actividades (excepção feita, designadamente, à Pharmácia Popular) para dar lugar a novos estabelecimentos que comercializam produtos de marca.

5 Macau passado LS ca. 1920

O Largo do Senado ca. 1920

Recordando o passado, mas sem mencionar de forma exaustiva os nomes dos estabelecimentos que durante muitos anos exerceram as suas actividades no Largo do Senado, podemos mencionar, por exemplo, a Leitaria I Son (義順鮮奶, mais conhecida por “Vaquinha”); o Fotógrafo Chung Lam(松林攝影院); o Restaurante Long Kei (龍記酒家); a Agência de Representações Polidor, no r/c do então designado edifício “Ritz Mansion”, cujo estabelecimento vendia essencialmente livros e artigos de escritório, e no piso superior desse edifício funcionaram diversos escritórios comerciais, incluindo o escritório do advogado Damião Rodrigues;  Po Man Lau & Co., Printers, Book Sellers, Stationers & Commission Merchants (寶文樓印務書局), em português, simplesmente Livraria Po Man Lau, contudo, além das referidas actividades, possuiu também um estúdio fotográfico, quando tinha o estabelecimento no prédio que faz esquina entre o Largo de S. Domingos e a Travessa de S. Domingos; a sede da MELCO (onde anteriormente o Hotel Ká Pan (嘉賓酒店) e depois o Hotel San Ká Pan (新嘉賓酒店) exerceram actividade);  a Livraria Tai Seng (大誠書店), que vendia essencialmente artigos de escritório; a loja de azeite e arroz T’ái Heng Lung (泰興隆油米); I Lei Bicicletas (義利); T’ong Son Pán Kun (同順辦館), etc.

6 Macau passado - LS Associacao Comercial

Antigo edifício da Associação Comercial de Macau que foi demolido em 1957

Os edificios mais representativos no Largo do Senado continuam a ser o edifício dos CTT, a Santa Casa de Misericórdia, a Pharmácia Popular, o Edifício Comercial China (cujo edifício original era a Associação Comercial de Macau, demolido em 1957 e reconstruído em 1958 e, décadas depois, novamente demolido em 1994 e reconstruído em 1996). O edifício, onde era a sede da MELCO, é actualmente designado por Casa Shum Tak (信德堡), e o edifício contíguo, o Ritz Mansion, depois de adquirido pelo governo de Macau, foi requalificado para ser instalada a Direcção dos Serviços de Turismo, mas com a mudança desta Direcção para outro local, actualmente o edifício é utilizado como Centro de Turismo de Negócios de Macau.

7 Macau passado - LS ca. 1960

Largo do Senado por volta dos anos 60, ainda com a estátua do Coronel Mesquita

Presentemente, isto é, em Abril de 2016, os estabelecimentos comerciais que operam no Largo do Senado são, designadamente: (Do lado esquerdo, em frente ao edifício do IACM) Casa de Câmbios Ásia, Pastelaria Koi Kei, Mannings, Watsons e Fortress, Hush Puppies, Wong Chi Kei, Joy & Peace, L’Erbolario, I Lei, L’Occitane, Mirabell e Bossini; e, (do lado direito) MacDonnalds, ISA, Sasa e Pharmácia Popular.

O Largo do Senado faz parte do Centro Histórico de Macau, tendo sido incluído, no dia 15 de Julho de 2005, na Lista do Património Mundial da Humanidade da UNESCO.

8 Macau passado - LS ca. 1966

Largo do Senado, nos anos 60

9 Macau passado - LS ca. 1973

Largo do Senado, nos anos 70

10 Macau passado - LS ca. 1985

Largo do Senado, nos anos 80

Largo do Senado em 2016

(clicar nas fotos menores para ampliar)

Legenda das fotos acima: a) da esquerda: placa toponímica do Largo do Senado; b) direita: fonte circular, com esfera armilar ao centro

13 Macau - Mannings=Rest. Long Kei

Edifício onde estava instalado o Restaurante Long Kei, presentemente está instalado o estabelecimento comercial Mannings

14 Macau - Turismo DST

Antigo edifício Ritz Mansion, actualmente é o Centro de Turismo de Negócios de Macau, dependente da Direcção dos Serviços de Turismo de Macau

Fotos acima: a) esquerda: outro aspecto do Centro de Turismo de Negócios de Macau.;  b) direita: antiga sede da MELCO, cujo edificio é agora denominado Casa Shum Tak, funcionando na cave a Fortress e nos restantes pisos a Watsons.

17 Macau - Hush Puppies -Livraria Tai Seng

Edifício onde estava instalada a Livraria Tai Seng, está agora a sapataria Hush Puppies

Fotos acima: a) esquerda: estabelecimento de comidas Wong Chi Kei, muito procurado por turistas, chegando a estar filas de clientes à espera de uma mesa; ) direita: entrada do estabelecimento de comidas Wong Chi Kei.

20 Macau - I Lei Bicicletas entre 2 lojas de marca

O antigo estabelecimento I Lei Bicicletas (que apenas resta o nome, pois lá já não vendem bicicletas) entre dois estabelecimentos que comercializam produtos de marca

21 Macau - Mirabell e Bossini

A Bossini, que comercializa artigos de vestuário, está instalada no local onde, antes da reconstrução, era o estabelecimento comercial T’ong Son Pán Kun

22 Macau - Calcada portuguesa no Largo do Senado

Calçada portuguesa no Largo do Senado

Fotos acima: a) esquerda: O edifício onde está instalado o estabelecimento McDonald’s, depois de reconstruído, passou a designar-se por Centro Comercial Lek Tang e o edifício contíguo é o Edifício Comercial China, onde presentemente estão as lojas ISA e Sasa. A seguir, (não se vê na foto) é a Pharmácia Popular e, depois, o edifício da Santa Casa de Misericórdia; b) Arcada do Edifício Comercial China (local do antigo edifício da Associação Comercial de Macau).

Fotos acima: a) esquerda: ISA, uma das lojas no r/c do Edificio Comercial da China, que vende malas e acessórios de marca; b) direita: SaSa, uma das lojas no r/c do Edifício Comercial da China, que vende artigos cosméticos.

Fotos acima: a) esquerda: arcada do Edifício Comercial China, visto do lado da Pharmácia Popular; b) direita: arcada da Santa Casa de Misericórdia.

28 Macau - Trav. Roquete

Travessa do Roquete

Fotos acima: a) esquerda: zona ajardinada, junto ao edificio dos CTT; b) o Largo do Senado é também palco para diversas actividades e manifestações.

 

31 Macau - Local de ajuntamento de visitantes

Local de ajuntamento de muitos visitantes

32 Macau - Vista nocturna do Largo

Vista nocturna do Largo do Senado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 641,576 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Viajar ao passado de Macau, dos belos tempos dos anos 60 e 70, é o que nos proporciona o vídeo “Macau 70”, produzido pela RTP Rádio e Televisão Portuguesa. A comemorar 70 anos, a RTP disponibilizou no seu website os arquivos para consulta ‘on-line‘ e Macau está presente numa das suas seções. Na apresentação do […]

As estórias de Margarida Ribeiro ambientadas em Macau e na China

As estórias de Margarida Ribeiro ambientadas em Macau e na China

Acompanhada do macaense Delfino Ribeiro, a escritora madeirense Margarida Ribeiro em 29 de dezembro de 2005  visitou a Casa de Macau de São Paulo no dia da festa de Natal. Na ocasião, quis presentear a comunidade macaense com o seu livro de estórias “A Mui” ambientado na China e em Macau “terra maravilhosa onde a vida tantas vezes confunde […]

%d blogueiros gostam disto: