Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Santuário de Nossa Senhora de Fátima, em São Paulo

Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, no bairro de Sumaré, em São Paulo, Brasil.

Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, no bairro de Sumaré, em São Paulo, Brasil.

Complemento 2017: veja a programação de comemorações do Centenário das Aparições, de 12 a 21/maio nesta postagem: https://cronicasmacaenses.com/2017/05/12/100-anos-das-aparicoes-de-fatima-programacao-das-comemoracoes-no-santuario-de-sao-paulo/

0 0 0 0 0

O Santuário Nossa Senhora do Rosário de Fátima localizado no bairro de Sumaré, em São Paulo, Brasil,  foi a primeira igreja construída fora de Portugal dedicada à Santa. Com as mesmas características arquitetônicas das igrejas barrocas portuguesas, foi inaugurado na Páscoa de 1940 e  por isso mesmo, tem um significado todo especial para a colônia portuguesa.

Com a doação de um terreno feita pelo Conde José Vicente de Azevedo em um bairro ainda em construção, o Sumaré, três frades, Frei Ignácio Gau, Frei Eduardo Galinier e Frei João Demarty, iniciaram a história do Santuário Nossa Senhora do Rosário de Fátima, em 1931. Em um convento onde funcionava o Seminário da Ordem Terceira Regular de São Francisco, que começara a ser erguido, foi rezada a primeira missa em uma capela provisória. Nos primeiros meses de 1932 foi inaugurada oficialmente a casa e a capela.

A idéia de homenagear a padroeira surgiu de um superior da Ordem Franciscana que esteve na região de Fátima, em Portugal, e ficou impressionado com as aparições da Nossa Senhora naquele local e pediu para que o novo templo fosse dedicado a ela.

A maior celebração da Paróquia acontece no dia 13 de maio, dia da aparição de Nossa Senhora do Rosário, em Fátima.  A festa em 2013 teve início no dia 11 estendendo-se até o dia 13, com celebração de missas às 7h, às 8h, às 9h e às 11h, procissão às 14h e depois missa solene às 15h e às 20h, com oração do terço às 18h.  As barracas com doces portugueses, caldo verde e alimentos como alheira, linguiça portuguesa, bolinhos de bacalhau e tantos outras variedades, além de venda de imagens sacras e objetos religiosos, ficaram abertos desde as 8h da manhã.  Ao longo do dia, no pátio, havia benção a objetos pessoais e aos fiéis.  Milhares de pessoas circularam ao longo do dia pelo Santuário, muitas vindas de outras cidades e cujas festividades encerraram às 22 horas.

Para o ano de 2014 é esperada a vinda de Portugal da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima.

(fonte de consulta e textos: site da Paróquia no www.fatima.com.br

* Veja próxima postagem sobre a procissão, as barracas e o movimento no pátio da igreja em 13 de Maio de 2013

Fica localizada na Av. Dr. Arnaldo, nº 1831

Fica localizada na Av. Dr. Arnaldo, nº 1831

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (06)

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (13)

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (11)

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (21)

O Santuário possui as mesmas características arquitetônicas das igrejas barrocas portuguesas.

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (27)

Após a procissão, na missa solene, é quase impossível entrar na igreja lotada de fiéis

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (32)

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (33)

Várias missas e orações realizam-se ininterruptamente ao longo do dia 13 de Maio

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (30)

Nos dias de festa de N.S. de Fátima formam-se filas de fiéis para procurar um contato mais próximo da imagem

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (28)

Bastante diferente de outras igrejas, em cada lado há vários altares, um bem junto de outro.

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (22)

O site da paróquia é http://www.fatima.com.br

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (19)

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (07)

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (05)

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (01)

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (14)

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (15)

Todos os altares e imagens sacras são esculpidas em madeira de lei

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (17)

Santuario N.S. Fatima em S.Paulo (25)

A procissão do dia 13 de Maio percorre as ruas das redondezas da igreja e inicia-se tradicionalmente às 14h

O pátio onde há doces, alimentos, venda de produtos religiosos etc. nos dias da festa da Santa.

O pátio onde há doces, alimentos, venda de produtos religiosos etc. nos dias da festa da Santa.

O metrô é uma boa opção para chegar ao Santuário. Pegue a Linha 2 Verde sentido Vila Madalena e desça na estação Sumaré

O metrô é uma boa opção para chegar ao Santuário. Pegue a Linha 2 Verde sentido Vila Madalena e desça na estação Sumaré

Clicar nas fotos para ampliar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 953.818 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

‘A promoção do ‘Dia do Patuá’ é um esforço para preservar o dialecto na Comunidade Macaense da Califórnia, nos Estados Unidos da América do Norte’ é o que define Henrique Manhão da Casa de Macau dos EUA. Diz, conciliando com o pensamento de outros membros da comunidade presente, ‘enquanto houver apoio de Macau, o patuá não […]

Recordação de uma festa na Macau de 1953

Recordação de uma festa na Macau de 1953

Jorge Giga Robarts, macaense residente em Portugal, atendendo ao pedido de um conterrâneo, identifica as pessoas que estão numa fotografia enviada, informando ter sido tirada em Dezembro de 1953 em Macau. A 2ª imagem com legenda e que lista as pessoas da foto, foi editada para apenas mostrar o que escreveu quanto à identificação, excluindo […]

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Imagens que trazem saudosas lembranças daquela Macau que não existe mais, mas que permanece viva na nossa memória e nas fotografias a seguir publicadas de forma aleatória, a procurar dar uma descrição a confirmar ou corrigir. O que vale mesmo é o que se diz – recordar é viver! As fotos são dos anos 50 […]

%d blogueiros gostam disto: