Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Mulher Macaense, quem fala dela?

Guilhermina Pedruco, Miss Macau 1989

Acabo de assistir na tv a eleição da Miss Brasil 2011 que elegeu a candidata do Estado do Rio Grande do Sul, Priscila Machado, uma bela gaúcha da região mais européia do Brasil, vizinha da Argentina e do Uruguai.  As gaúchas são sempre favoritas, pois sempre trazem belas candidatas de uma região especialmente composta por imigrantes alemães, italianos e portugueses.  Mas não vim aqui para falar desse concurso, pois enquanto assistia o programa, por momentos fiquei a pensar na mulher macaense.  Quem fala dela?

Falamos da nossa terra Macau, da nossa memória, a comunidade, gastronomia, patuá, música etc … Boa parte das fotos publicadas aparecem mais homens que mulheres.  Até fiz essa observação achando que o que publicava, estava masculino demais.  Procuro o feminino, mas pouco material tenho.  São mais de homens músicos, hoquistas, futebolistas, alunos e ex-alunos etc. Mostrar a mulher macaense de hoje e de ontem? um pouco difícil.  Dei destaque para as belas Pedruco, misses de Macau, como nesta postagem, da Guilhermina em 1989, quando foi coroada com 19 anos de idade.

Se disserem que muitas, outrora belas nos anos 50, 60 …, já estão mais maduras ou com mais idade, então responderia, podemos falar delas dos anos 60, digamos, da minha época de ouro em Macau.  Tinha lá várias que eu admirava a beleza, mas não ouso falar os nomes (vais ficar mortinho de curiosidade, paciência! Fale você …)  Mas não necessariamente da beleza que temos que enaltecer, mas a mulher macaense em si.

A mulher macaense pode ser, puramente portuguesa, mestiça de português e chinês, macaense de múltiplas misturas como das Índias, Malacas, Timor, mestiça com inglês e daí por diante. Qual predomina? Diria a mestiça de português e chinês, ou macaense tradicional  com chinês? Pode ser! Ou então, poderiamos incluir a puramente chinesa, que no entanto, estudou em escola portuguesa e tem o nome português.  Acho que sim, porque não?

Fico imaginando coisas, como abrir páginas no Projecto Memória Macaense para abrigar referências à mulher macaense, ou abrir uma enquete para as pessoas colocarem os nomes das mulheres macaenses mais bonitas de uma época, por exemplo dos anos 50 e 60, ou … ah … imaginação!!! O caso é que tudo isso depende de colaboração externa.

Bom, divaguei sobre o tema.  Se pouco ou nada conseguir fazer, pelo menos toquei no assunto.  Falei da Mulher Macaense, lembrei-me de você !!! E a publicação das fotos desta beldade macaense, Guilhermina Pedruco, é um esforço para homenageá-la.

A propósito, se residisse em Macau, eu procuraria fotografar as mulheres macaenses e fazer ampla divulgação, para que o mundo conhecesse como elas são. Mas eu aqui, do outro lado do mundo, quanto posso fazer? Muito pouco.  Assim, uma sugestão aos amantes de fotografia em Macau e porque não, da Diáspora: tirem fotos, abram um álbum (Picasa, FlickR etc)  ou blog, ou Facebook, etc, e divulguem (me mande o link).  Se quiserem me mandar umas fotos, eu divulgo aqui ou no PMM. E olha que em Macau temos excelentes fotógrafos macaenses.

As fotos são da Revista Macau nº 18 de 1989.  Não há referências quanto ao fotógrafo.  Se alguém quiser comentar informando o seu nome, agradeço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.207.461 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

Brasão de Armas de Macau

Brasão de Armas de Macau

Os Brasões de Macau portuguesa são todos inspirados nos estilos heráldicos tradicionais da Europa. O primeiro brasão de armas de Macau foi usado até ao final do século XIX. É apenas constituído pelas armas de Portugal cercado pela inscrição Cidade do Nome de Deus, Não Há Outra Mais Leal. O segundo brasão de armas foi […]

Jantar de Boas-Vindas e Sessão de Abertura e do Encontro das Comunidades Macaenses–Macau 2019

Jantar de Boas-Vindas e Sessão de Abertura e do Encontro das Comunidades Macaenses–Macau 2019

A Sessão Solene de Abertura e Jantar de Boas Vindas do Encontro das Comunidades Macaenses – Macau 2019, oferecida pelo Governo da RAEM, foi realizada em 24 de Novembro de 2019 no Hotel Sheraton Grand Macao, Cotai Central, na Ilha da Taipa de Macau O Chefe do Executivo, Fernando Chui Sai On, cujo mandato se […]

%d blogueiros gostam disto: