Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Paula Fernandes, conheçam esta cantora brasileira

Ela é linda, ela tem uma bela voz e diferente, ela está no auge da sua carreira … para vocês meus conterrâneos macaenses, visitantes portugueses e de todo o mundo, conheçam a Paula Fernandes.  Adoro-a, não canso de ouvir as suas músicas e assistir os seus DVDs.  Até sonhava ouvi-la cantar um fado, pois sua voz, na minha opinião, é apropriada para o género. Para vocês, publico abaixo 3 vídeos no YouTube para apreciaram esta bela e eficiente cantora:

“Pássaro de Fogo” é a sua canção mais conhecida e cantada, nesta versão acústica que é a 1a. do seu DVD – Paula Fernandes ao vivo (em directo):

“Não Precisa” neste vídeo Paula canta com os cantores sertanejos (country) Victor & Leo, também famosos no género.  Assista umas vezes e logo estarás cantando junto:

“Navegar em Mim” uma canção que seria um rock ou não? Para mim, poderia até ser um estilo de música portuguesa, não sei por que, mas fico com essa impressão:

Gostaram? Se quiserem ver mais vídeos da Paula Fernandes, acesse o YouTube e digite o nome dela que aparecem dezenas de vídeos com visualizações que somam milhões.  Ou, se quiserem conhecê-la melhor visitem o site oficial no http://www.paulafernandes.com.br

Abaixo está um histórico da sua carreira publicado no Wikipédia:

Paula Fernandes nasceu em 28 de agosto de 1984 em Sete Lagoas, Minas Gerais. Começou a cantar com oito anos de idade e lançou seu primeiro álbum independente aos dez, em disco de vinil.[3] Aos doze anos, mudou-se para São Paulo e foi contratada por uma companhia de rodeios, com a qual viajou por todo o país e aprendeu muito sobre palcos.

O segundo álbum, Ana Rayo, foi inspirado no sucesso da novela A História de Ana Raio e Zé Trovão. Dificuldades na carreira fizeram com que, aos 18 anos, desistisse da carreira artística e voltasse para Minas Gerais. Cursou Geografia em Belo Horizonte e, paralelamente, tocava e cantava em barzinhos.

Após gravar o sucesso Ave Maria Natureza para a telenovela América, da Rede Globo, lançou um CD com diversos estilos musicais, embora com ênfase em sertanejo romântico – Canções do Vento Sul. Por esse álbum, foi indicada ao Prêmio Tim de Música Brasileira de 2006, na categoria de melhor cantora popular.

Em 2007 fez uma bela apresentação vocal com a orquestra Sagrado Coração da Terra do Compositor Marcus Viana interpretando a música tema da Novela Pantanal. A partir daí, Paula consolidou-se como uma cantora de bela voz, muito eclética (chegando a gravar músicas em inglês, como “Dust in the Wind”) e popular. Seu sucesso “Jeito de Mato”, do álbum Pássaro de Fogo, foi a música mais popular da telenovela Paraíso, como tema de amor dos protagonistas.[6] Paula esteve incluída na trilha sonora da novela das seis da Rede Globo, Escrito nas Estrelas, cujo tema de abertura foi a regravação de “Quando a Chuva Passar”, sucesso da cantora baiana Ivete Sangalo.[3] Também esteve na novela das seis seguinte, Araguaia, ao som de “Tocando em Frente”, de Almir Sater, juntamente com o cantor Leonardo.

Em outubro de 2010 Paula Fernandes gravou o seu primeiro DVD da carreira contendo os seus grandes sucessos e músicas inéditas, inclusive com participações especiais de Victor & Leo e Leonardo. O DVD foi lançado no início do ano seguinte.

No dia 25 de dezembro de 2010, Paula Fernandes cantou para 400.000 pessoas, participando do especial de fim de ano de Roberto Carlos, transmitido ao vivo pela TV Globo, direto da praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. No mesmo ano foi uma das atrações do Show da Virada da Rede Globo, exibido no dia 31 de dezembro do mesmo ano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 22/11/2011 por em BRASIL, Música e marcado .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.077.137 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Como já vem acontecendo nos Encontros das Comunidades Macaenses realizadas em Macau, o programa de 2019 incluía uma missa e Te-Deum na Sé Catedral que foi celebrada no dia 26 de Novembro às 18:00 horas pelo Bispo de Macau, D. Stephen Lee Bun-sang. Uma celebração religiosa e ação de graças para agradecer por mais uma […]

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O Hotel Casino (Cassino) Lisboa, de Macau, inaugurado em 3 de Fevereiro de 1970, seis anos após o início das obras em 1964, o primeiro dos tempos modernos do outrora território português na China por cerca de 440 anos, e devolvido para a China em 1999, é por excelência uma galeria de arte com peças […]

Num período de 52 anos, três encontros de amigos macaenses

Num período de 52 anos, três encontros de amigos macaenses

O macaense Carlos Cordeiro, hoje residente no Canadá, enviou ao autor deste blog, três fotos que espelham bem o convívio dele com dois amigos macaenses: Fernando Placé e José (Zé) Cabral, num período de 52 anos, de 1967 a 2019. Interessante ver o cuidado de fotografar o momento na mesma posição da foto original de […]

%d blogueiros gostam disto: