Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Agora Macau Sã Assi (é assim) ???!!!

Circulam pela Internet, através de e-mails entre macaenses, 3 fotos que mostram Macau lotada … não … lotadíssima … não … põe mais e mais nisso .. excessivamente lotada de gente … sabe o que é trânsito congestionado/engarrafado, daqueles que você desliga o motor e sai do carro pois não anda … é algo assim.  Se fosse eu, talvez parava num restaurante, se pudesse entrar, é óbvio, almoçava, tomava um ice cream, um café, e quem sabe, depois ao sair ainda encontrava os mesmos gajos/caras no mesmo lugar … hehehe!!!

Pela decoração da rua, penso que foi no Ano Novo Chinês, como aventou um dos macaenses ‘repassadores’ de e-mail.  Um deles comentava “acho isto extremamente assustador: 20 minutos do BNU até os Correios (talvez uns 200 metros, ou 1 minuto para percorrer 10 metros)”.  Outro atribui ao excesso de turistas vindo do Continente da China, acrescentando que já é difícil circular pelo Largo Senado, entrar na Farmácia Popular ou no Watson’s, e que em Hong Kong (talvez a imprensa) classifica isto como uma ‘praga de gafanhotos (com o devido respeito às pessoas, quais sejam elas e a origem, apenas uma forma de expressão, asim entendi o escrito)”.  E nos emails o assunto é “Agora, Macau Sã Assi … assustador”.

De fato, na última viagem que fiz em 2010, percebi um excesso de pessoas na região central, Largo do Senado e adjacências, e nas Ruínas de São Paulo, o que me fez evitar esses locais durante o dia e especialmente nos fins de semana.  Agora, se eu tinha vontade de ir a Macau no Ano Novo Chinês … pode esquecer … ‘nem morto’ !!! E ao amigo Api, lembras da sua canção Macau, neste trecho: “Macau … trazes a lembrança de uma quinta … és tranquila e bonita, símbolo da paz …” ??? Bom, está certo, eram os anos 60 e 70 …

1) O Largo do Senado decorado para o Ano Novo Chinês (?)

2) Isso me parece a ladeira que leva às Ruínasde São Paulo (?) … simplemente absurdo alguém se conformar em ficar neste congestionamento/engarrafamento de gente … 3) Aqui é aquela escadaria que leva à Catedral da Sé, ou a Av. Almeida Ribeiro (teria sido mais inteligente ir para o outro lado da calçada, mais livre … também … ou então subir as escadarias e descer atrás dos Correios .. aiaiai):

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 10/02/2012 por em Macau-hoje.

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 953.818 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

‘A promoção do ‘Dia do Patuá’ é um esforço para preservar o dialecto na Comunidade Macaense da Califórnia, nos Estados Unidos da América do Norte’ é o que define Henrique Manhão da Casa de Macau dos EUA. Diz, conciliando com o pensamento de outros membros da comunidade presente, ‘enquanto houver apoio de Macau, o patuá não […]

Recordação de uma festa na Macau de 1953

Recordação de uma festa na Macau de 1953

Jorge Giga Robarts, macaense residente em Portugal, atendendo ao pedido de um conterrâneo, identifica as pessoas que estão numa fotografia enviada, informando ter sido tirada em Dezembro de 1953 em Macau. A 2ª imagem com legenda e que lista as pessoas da foto, foi editada para apenas mostrar o que escreveu quanto à identificação, excluindo […]

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Imagens que trazem saudosas lembranças daquela Macau que não existe mais, mas que permanece viva na nossa memória e nas fotografias a seguir publicadas de forma aleatória, a procurar dar uma descrição a confirmar ou corrigir. O que vale mesmo é o que se diz – recordar é viver! As fotos são dos anos 50 […]

%d blogueiros gostam disto: