Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

Da Austrália, uma versão acústica da canção “Macau”

Dueto RosSou de Austrália (2006)

Dueto RosSou de Austrália (2006)

Faz sete anos que divulguei no website Projecto Memória Macaense – PMM, uma versão acústica da canção “Macau” composta por Rigoberto Rosário Jr. “Api” e originalmente gravada pelo seu conjunto The Thunders, os Trovões, no bom português.

Tinha recebido um e-mail do Zito Estorninho com a música anexa em 2006. Não se sabia quem eram os intérpretes e assim a divulguei no PMM convocando os ‘anônimos’ a se apresentarem.  E não é que eles o fizeram logo depois? Identificaram-se como um dueto chamado de RosSou, formado por Carlos do Rosário e Patrick de Sousa, naturais de Macau, tendo emigrado para a “terra dos kangoroos” nos anos 80. A canção foi cantada e gravada na festa de Natal da Casa de Macau de Austrália.

A canção “Macau”, um hino para os macaenses, teve inúmeros intérpretes com gravações comerciais e particulares, em cds ou não, como este. Foi cantada também em patuá, chinês, e em versão instrumental. Não me lembro ter ouvido uma versão na língua inglesa.

Ouçamos então esta versão acústica do RosSou (clicar na seta abaixo para ouvir):

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 893.558 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Imagens que trazem saudosas lembranças daquela Macau que não existe mais, mas que permanece viva na nossa memória e nas fotografias a seguir publicadas de forma aleatória, a procurar dar uma descrição a confirmar ou corrigir. O que vale mesmo é o que se diz – recordar é viver! As fotos são dos anos 50 […]

Memórias de Macau de Todos os Tempos (01)

Nesta postagem do que poderia chamar de uma série “Memórias de Macau de Todos os Tempos”, remetendo-me a um vídeo que publiquei no YouTube (vide no final), publico umas fotos antigas recolhidas ao acaso do meu extenso acervo, ora já publicadas no site (inativo) do Projecto Memória Macaense, ou não, e também já republicadas por […]

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

%d blogueiros gostam disto: