Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Na Macau de 2017, a procissão de Nosso Senhor dos Passos em itinerário diferente

A tradicionalíssima procissão do Nosso Senhor do Bom Jesus dos Passos no ano de 2017, em Macau (antigo território português na China), teve itinerário diferente, um acontecimento inédito conforme relato e imagens feitas por Manuel V. Basílio. Vejamos:

Textos e fotos de Manuel V. Basílio

foto M.V. Basílio

PROCISSÃO DA CRUZ

1ª procissão realizada em 04/03/2017

Realizou-se ao fim da tarde de 4 de Março a Procissão da Cruz. Apesar de certas dificuldades enfrentadas, ainda consegui fazer algumas fotos, que servirão para registar um acontecimento inédito, porquanto é a primeira vez que essa procissão saiu da Igreja de S. Domingos.

A imagem do Senhor dos Passos, encoberta com uma caia à volta do pálio, foi levada num andor por Irmãos da Confraria do Senhor Bom Jesus dos Passos, tendo percorrido o Largo de Senado, a Travessa do Roquete, a Rua da Sé, até chegar à Sé Catedral. (M.V Basílio)

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

PROCISSÃO DE NOSSO SENHOR BOM JESUS DOS PASSOS

2ª procissão realizada em 05/03/2017

foto M.V. Basílio

Realizou-se neste primeiro domingo de Quaresma, dia 5 de Março, a procissão de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos, precedida do Sermão do Pretório (em chinês), dentro da Sé Catedral, que estava repleta de fiéis, mantendo-se, assim, uma tradição multissecular, cujas origens remontam a 1586, pois foram os Agostinhos espanhóis, vindos das Filipinas, que introduziram, em Macau, o culto da Paixão de Cristo, nomeadamente a procissão do Senhor dos Passos.

foto M.V. Basílio

Dado que a Igreja de S. Agostinho se encontra ainda encerrada, por motivo de obras, o itinerário da procissão deste ano sofreu alterações. A procissão começou a sair da Sé Catedral, por volta das 16H30, tendo, em seguida, percorrido o Largo e Rua da Sé, Travessa do Roquete, Largo do Senado, Largo de S. Domingos, Rua de S. Domingos, Rua de Pedro Nolasco da Silva, Rua do Campo, Avenida da Praia Grande, desviando-se em seguida do percurso habitual para subir pela Calçada de S. João até ao Largo da Sé, virar à Rua da Sé e descer pela Travessa do Roquete, e depois de contornar o edifício da Santa Casa da Misericórdia, a procissão foi terminar na Igreja de S. Domingos.

Como do costume, houve uma grande participação de devotos, que percorreram a vida dolorosa, parando em cada uma das estações, a fim de a Verónica entoar o responsório, em latim. (M.V. Basílio)

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

Participação da Banda da PSP-Polícia de Segurança Pública. foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

Verónica entoava o responsório em latim, em cada estação. foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

foto M.V. Basílio

Imagem de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos, que foi transferida para a igreja de S. Domingos, para as celebrações deste ano, visto que a igreja de Sto. Agostinho se encontra encerrada por motivo de obras. Foto M.V Basílio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 953.502 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

‘A promoção do ‘Dia do Patuá’ é um esforço para preservar o dialecto na Comunidade Macaense da Califórnia, nos Estados Unidos da América do Norte’ é o que define Henrique Manhão da Casa de Macau dos EUA. Diz, conciliando com o pensamento de outros membros da comunidade presente, ‘enquanto houver apoio de Macau, o patuá não […]

Recordação de uma festa na Macau de 1953

Recordação de uma festa na Macau de 1953

Jorge Giga Robarts, macaense residente em Portugal, atendendo ao pedido de um conterrâneo, identifica as pessoas que estão numa fotografia enviada, informando ter sido tirada em Dezembro de 1953 em Macau. A 2ª imagem com legenda e que lista as pessoas da foto, foi editada para apenas mostrar o que escreveu quanto à identificação, excluindo […]

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Imagens que trazem saudosas lembranças daquela Macau que não existe mais, mas que permanece viva na nossa memória e nas fotografias a seguir publicadas de forma aleatória, a procurar dar uma descrição a confirmar ou corrigir. O que vale mesmo é o que se diz – recordar é viver! As fotos são dos anos 50 […]

%d blogueiros gostam disto: