Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Macau, cidade do Brasil

Talvez muitos estranhem que pela primeira da existência do PMM, no portal aparece um anúncio pedindo patrocínio e apoio para uma visita à cidade de mesmo nome da nossa Macau, localizada no Estado do Rio Grande do Norte, Brasil, a pouco mais de 2.000 quilómetros de distância de São Paulo. É mais longe que Buenos Aires da Argentina. Seria um vôo de 3 horas sem escala até Natal, a capital do Estado, depois teria que percorrer mais 180 quilómetros de estrada.
Sempre tive em mente que tinha que visitar a cidade, para fazer uma série de fotografias, uma matéria com entrevistas e pesquisas da sua origem, sabendo-se a princípio que foram os portugueses que a fundaram. O nome de Macau teve também como origem a Deusa A-Má. Penso que no mundo, talvez seja a única com o mesmo nome. Corrijam-me se eu estiver errado.
Visto que coloquei isso como objetivo para 2008, escrevi para uma publicação em Macau e fiz a proposta. Até agora não obtive nenhuma resposta. Até pensava que talvez devessemos criar um vínculo entre as 2 cidades irmãs de origem de nome.
Lá, os seus habitantes são macauenses, preservando o “u” que tiramos. Aliás até gostaria de saber porque foi tirado o “u” no nosso caso ???
Fico aqui na expectativa para essa missão, que infelizmente por ser tão longe acaba sendo difícil arcar sózinho com as despesas, mas se não houver interesse por parte da Macau-China em conhecer a Macau-Brasil, quem sabe … !!!
Até teve um conterrâneo que foi lá há muito tempo atrás. Tentei, digo tentei conversar com ele, obter informações etc., mas, foi difícil … nem explico !!! Uma das coisas que me disse, que havia uma diferença grande entre as 2 cidades. Acho que isso nem se discute. Não se podia esperar que a Macau daqui fosse exatamente igual a Macau de lá. Uma tem mais de 450 mil habitantes e é menor. Outra tem 20 e poucos mil habitantes e deve ser maior em toda a sua extensão, zona urbana, rural e industrial, uma coisa a verificar.
Abaixo vai uma transcrição de um site sobre a cidade, que até gostaria de saber se os seus fundadores portugueses estiveram na Macau quando território português?:

No ano de 1825, as águas do oceano Atlântico começaram a invadir a ilha de Manoel Gonçalves que era habitada por portugueses interessados na exploração e no comércio do sal. Em 1829, impossibilitados de permanecerem na ilha os moradores partiram em busca de outro local, na mesma região e encontraram outra ilha que oferecia melhores condições para a instalação do povoado. A agradável ilha descoberta recebeu o nome de Macau, nome originário da palavra chinesa Amagao que significa Porto de Ama, a deusa dos navegantes. Com o passar do tempo e o desaparecimento completo da ilha de Manoel Gonçalves, a pequena Macau foi crescendo e se desenvolvendo, consolidando-se como um forte povoado às margens do oceano Atlântico. Entre seus fundadores destacaram-se os portugueses Martins Ferreira e seus genros Antônio Joaquim de Souza, Manoel Antônio Fernandes, José Joaquim Fernandes, Manoel José Fernandes e o brasileiro João Garcia Valadão,o João da Hora. Até os anos 60 do século passado, Macau era o maior centro portuário do Rio Grande do Norte, em consequência de sua elevada produção de sal. Ao mesmo tempo, os trabalhadores dos vários setores das salinas faziam grande movimentação social, política e econômica. Ao contrário do que se esperava em Macau, desde a sua fundação, no final dos anos 60 foi construído um porto ilha no alto mar de Areia Branca com a finalidade de fazer o embarque de sal da região, mesmo Macau sendo a maior fonte de produção de sal da zona salineira do território portiguar. Mesmo assim, Macau continua sendo a área mais adequada do Estado para a instalação de um parque da indústria química e de seus derivados na região Nordeste.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 08/11/2007 por em MACAU, Macau RN.

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.304.947 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Foi graças a um dvd distribuído por um dos seus filhos, que possibilitou ao Projecto Memória Macaense – PMM montar diversos vídeos filmados por Hércules António que nos trazem velhas e memoráveis lembranças daquela Macau antiga que mora no coração dos macaenses e daqueles que tiveram vivência no território. Os vídeos publicados no YouTube nos […]

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

Brasão de Armas de Macau

Brasão de Armas de Macau

Os Brasões de Macau portuguesa são todos inspirados nos estilos heráldicos tradicionais da Europa. O primeiro brasão de armas de Macau foi usado até ao final do século XIX. É apenas constituído pelas armas de Portugal cercado pela inscrição Cidade do Nome de Deus, Não Há Outra Mais Leal. O segundo brasão de armas foi […]

%d blogueiros gostam disto: