Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Macau, Repartição da Fazenda anos 70

Foto recebida do Rui Francisco é do pessoal que trabalhava na Repartição da Fazenda em Macau, nos anos 70.  O Rui dá os nomes das pessoas:

JOSÉ CONCEIÇÃO(FALECIDO), HUMBERTO CONCEIÇÃO(FALECIDO), BERNARDO JORGE, JOSÉ AVELINO SILVA, CARLOS MANHÃO, ROBERTO SILVA, IVO MARQUES, ALBERTO ROSA NUNES, OLÍMPIO SILVA(FALECIDO), SALES QUADROS (FALECIDO), ÁLVARO SILVA (FALECIDO), ALBERTO ROSÁRIO(CHIVIT)(FALECIDO), MANUEL VIEIRA(FALECIDO), ZECA TAVARES(FALECIDO) ARTUR AMARAL(FALECIDO),EULÁLIA MARQUES, IVO MARQUES, MÁRIO LEMOS, RUFINO RAMOS, ANTÓNIO AUGUSTO CARION, MEINARDO PEDRUCO(FALECIDO), FRANCISCO GARCIA(FALECIDO) ARNALDO SANCHES OZÓRIO(FALECIDO), MARIA DO AMARAL(FALECIDO), HENRIQUE PEDRUCO, ÁLVARO AMORIM(FALECIDO), CLEMENTE JESUS,PEDRO COLOANE,JOÃOZINHO NORONHA,AMANTE(DICA)LEONARDO AMARANTE,LUÍS LEI, FRANCISCO HÓ,CAMPOS PEREIRA, ALBINO SANTOS,RUI FRANCISCO,PEDRO SOUSA,ANTÓNIO GUERREIRO, ANTÓNIO LOPES SILVA,ACÁCIO XAVIER(FALECIDO),JOAQUIM MONTEIRO, BERNARDO JORGE, FRANCISCO ROSÁRIO,VASCO ALMEIDA, ADELINO DA SILVA, MANUEL GOMES,JOAQUIM FERREIRA MARTINS(FALECIDO), FERREIRA DUARTE (FALECIDO) TERESA CHÓI, ROSA IEONG.

Uma constatação – vários já estão falecidos – uma realidade macaense.  “Aos poucos vamos acabando” é uma frase que se vê nos e-mails tristes de falecimento de conterrâneos. É isso, a geração antiga dos tempos da administração portuguesa de Macau aos poucos “partem para o melhor“.  A autêntica cultura macaense  morre aos poucos, embora há movimentos para a sua preservação, mas já moldada nos tempos modernos e na diáspora, adaptada aos costumes dos países de acolhimento.  Assim, vamos aproveitando o máximo enquanto respiramos.  Eu, com o site PMM e este blog, vou fazendo o que posso, dando o meu singelo contributo …

Outra constatação que faço.  Andava a observar as fotos antigas da nossa gente,  e constatei que a maioria é de … homens !!! Ou seja, do sexo masculino.  Às vezes numa página ou outra do PMM tinha que manipular para não ser tão … masculino.  Até tem fotos de “homens travestidos de mulher” !!! E de mulher travestido de homem ??? Não existe, não faz parte do teatro tradicional de patuá, salvo uma excepção ou outra que não tenho registo.

Vivemos o momento histórico da transição em 1999, e porque não dizer que também vivemos os tempos em que o Macaense vê a “partida” dos seus conterrâneos e a sua raça aos poucos vai mudando de configuração


Um comentário em “Macau, Repartição da Fazenda anos 70

  1. rui francisco
    10/06/2011

    Apenas para rectificar o nome em que está Joaquim Monteiro devia ser AMÉRICO MONTEIRO.Trata-se apenas duma saudosa foto em que nos anos 70 trabalhavam na FAZENDA DE MACAU funcionários competentes e zelosos e que nem todos estavam na foto na devida altura por variados motivos como assim não estiveram na foto os nomes de:- MÁRIO GOMES(ACTUALMENTE EM PORTUGAL)AUGUSTO JORGE(FALECIDO), HORÁCIO CONCEIÇÃO(FALECIDO),NUMA MARQUES (PAI-FALECIDO), NUMA MARQUES JR.(FALECIDO), FERNANDO BASTOS, FRANCISCO LEONG, JOSÉ CAMPOS PEREIRA(FALECIDO) JOSÉ SANTOS, JOSÉ DA COSTA, HORÁCIO CONCEIÇÃO(FALECIDO),ÁLVARO SILVA(FALECIDO), HUMBERTO SILVA, HENRIQUE BRAGA(FALECIDO), MANUEL COSTA, ALBINO SANTOS, JOSÉ KOU,DOMINGOS HY(FALECIDO) FRANCISCO CARLOS(FALECIDO) E MAIS ALGUNS NÃO IDENTIFICADOS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.440.589 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Dia de Macau – 24 de Junho de 2022 celebra 400 anos da maior derrota dos holandeses no Oriente, e Manuel V. Basílio nos conta como foi

Dia de Macau – 24 de Junho de 2022 celebra 400 anos da maior derrota dos holandeses no Oriente, e Manuel V. Basílio nos conta como foi

Hoje, 24 de Junho de 2022, comemora-se 400 anos de “A Maior Derrota dos Holandeses no Oriente” na sua tentativa de tomar Macau dos portugueses. Até a transição de soberania de Macau, de Portugal para a República Popular da China, em 20 de Dezembro de 1999, a data era comemorada como “DIA DE MACAU” ou “DIA DA […]

Macau: Bons tempos do Teatro Dom Pedro V recordados por Jorge Eduardo (Giga) Robarts

Macau: Bons tempos do Teatro Dom Pedro V recordados por Jorge Eduardo (Giga) Robarts

1 Aqueles bons tempos de Macau, que já não voltam mais, de peças teatrais com participação de macaenses, são recordadas por Jorge Eduardo (Giga) Robarts na sua página no Facebook. Com autorização do Giga, as imagens foram copiadas e editadas, inclusive seus textos. Fazem parte do seu acervo, bem como, partilhadas por seus amigos dessa […]

Duas histórias de Macau por Manuel V. Basílio: ‘A 1ª viagem portuguesa no sul da China’ e ‘O 1º acordo sino-português’

Duas histórias de Macau por Manuel V. Basílio: ‘A 1ª viagem portuguesa no sul da China’ e ‘O 1º acordo sino-português’

Nesta postagem, divulgamos duas histórias de Macau de autoria do Manuel V. Basílio, publicadas no Jornal Tribuna de Macau-JTM e que foram extraídas dos seus livros: A primeira viagem portuguesa no sul da China O primeiro acordo sino-português Nos artigos abaixo com os textos com ligação direta no JTM , clique em “continue reading” (continue […]

%d blogueiros gostam disto: