Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Macau Censos 2011: somos poucos …

Macaenses e Portugueses são só 0,9% da população de Macau. Clicar na imagem para aumentar e depois + 1 vez.. Foto e montagem por Rogério P.D. Luz. Macau 2006.

Nesta semana a imprensa de Macau publicou informação da Direcção de Serviços de Estatísticas e Censos sobre a população de Macau, com base em dados levantados até Agosto de 2011.  Veja as estatísticas:

a)  População em Agosto 2011 – 552.503 habitantes, em relação a 2001, houve aumento de 117.268 pessoas, ou, a população de Macau no Censo de 2001 era de 435.235 habitantes, ou, aumentou 26,94% em 10 anos. Para curiosidade, em 1996, a população era de 415.172 (Macau 2003-Livro do Ano)

b) Composição da população macaense/portuguesa:-

População com ascendência portuguesa (macaenses) – 3.485 habitantes (0,6% da população), em 2001 eram 2.810

Os nascidos em Portugal são 1.835 pessoas (0,3% da população)

Macaenses e portugueses de Portugal  somam 0,9% (diminuição de 1,1% em relação a 2001) ou 5.320 habitantes

c) Composição da população chinesa e de outras procedências:-

59,1% da população não nasceu em Macau, dos quais, 46,2% são originários do continente da China

3,5% são naturais de Hong Kong ou 19.235 residentes

Outras nacionalidades: 6,8% da população ou 37.695 pessoas, 2,7% são filipinos

d) A língua que falam:-

83,3% falam o cantonense

5,00% falam o mandarim

2,3% falam o inglês

0,7% tem o português como língua corrente

2.4% falam a língua portuguesa, ou seja, 1,5% da população que fala a língua não tem ascendência portuguesa ou não são portugueses

e) Idade:-

11,9% tem idade até 14 anos ou 65.870 pessoas (queda de 30,1% em relação a 2001)

44,4% tem idade entre 15 a 64 anos

26,1% são maiores de 65 anos, ou, 8.276 pessoas

Idade média da população é de 37 anos (mais 3,7 anos em relação a 2001)

f) Moradia:-

70,8% da população mora em casa própria (queda de 6,1% em relação a 2001)

24,5% moram em casa arrendada (aluguel/aluguer), aumentou 5,5% em relação a 2001

59,1% da população não nasceu em Macau, sendo 46,2% originários do continente da China

Navio Costa Fascinosa que virá ao Brasil neste ano cabe 3.780 passageiros e tem 1.100 tripulantes, num total de 4.880 pessoas. Poderia caber todos os macaenses de Macau (3.485 pessoas) e quase todos os portugueses de Portugal (1.835) que são no total 5.320. Ficariam de fora 440 pessoas, ou até poderiam ser acomodadas precariamente. Isto é, o navio poderia caber toda a população portuguesa de Macau, sem levar em consideração a questão de passageiros/tripulantes.

Pelo que vi, apesar de já ser um facto já sabido há anos, somos poucos, os macaenses e portugueses eram apenas 5.320 pessoas até Agosto de 2011.  Salvo erro, corrijam-me por favor se for o caso, os números giravam em torno de 20 a 30 mil no início dos anos 70 (???).  Fico a perguntar por não possuir dados, hoje, em 2012, quantos somos considerando:

a) Comunidade Macaense: residentes em Macau + diáspora = ???

b) macaenses nascidos em Macau: residentes + diáspora = ???

* considerei Comunidade Macaense num sentido amplo daqueles naturais de Macau, e aqueles que de alguma forma têm ou tiveram ligação com Macau por parentesco ou por vivência ou sob qualquer outra forma  (trabalho, exército, por união matrimonial, etc)

* nascidos em Macau, os que tenham ascendência portuguesa ou que tenham estudado em escola portuguesa e naturalizados portugueses, ou aqueles que nasceram no exterior por mero acaso, como viagem dos pais ou curta estadia num País, como Timor ou Portugal.

Em a) poderia arriscar, com temor de estar a errar,  entre 10 a 15 mil? (uma base parcial para cálculo seria contar os sócios/associados das Casas de Macau e associações similares)

Em b) talvez uns 6 mil?

Comunidade Macaense de São Paulo recepciona Mário Brandão da Fundação Oriente em Fevereiro de 2011

No Estado de São Paulo, Brasil, arriscaria dizer que: a) como Comunidade Macaense, talvez entre 500 a 600?; b) em termos de Brasil, a Comunidade poderia somar até uns 1 mil?

Porém, como Macaenses naturais de Macau, no Estado de São Paulo, mais ou menos 120 pessoas.  Em termos de Brasil, até 200?

Que me corrijam por favor, pois são cálculos pessoais numa visão muito genérica em relação ao Brasil e o Estado de São Paulo.  Não há dados precisos ou até possíveis de especular.  Somente temos uma certeza, a Comunidade Macaense num sentido amplo de enquadramento das pessoas pode até aumentar, por conta de nascimentos e união matrimonial, mas em termos de Naturais de Macau, estamos diminuindo pouco a pouco, por conta de óbitos e uma população envelhecida, como eu com os meus 61 anos. Não se registra mais emigração de Naturais de Macau para o Brasil, salvo uma exceção ou outra, mas difícil de ouvir.  Mais certo é ouvir a partida para o Exterior.

Quanto ao Censo de Macau 2011, julgo que o crescente aumento da população por conta da vinda de indivíduos do continente chinês, deverá aos poucos mudar Macau pela ausência de ligação com a sua história.

Em resumo, por tudo o que foi escrito aqui nesta postagem, posso dizer em termos de Macaenses:

Somos Poucos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.065.606 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019 – Programa Final

Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019 – Programa Final

ATUALIZAÇÃO 14/11/2019 VEJA ABAIXO AS ALTERAÇÕES NA PROGRAMAÇÃO DE SAÍDA DE AUTOCARROS E O PROGRAMA DO ENCONTRO O Conselho das Comunidades Macaenses – CCM, em e-mail enviado às Casas de Macau, divulgou o Programa Final do Encontro das Comunidades Macaenses Macau 2019 e Programação de Autocarros, que terá início em 23/11/2019, encerrando-se no dia 29 […]

Missa nas Ruínas de São Paulo no Mês Missionário Extraordinário em Macau

Missa nas Ruínas de São Paulo no Mês Missionário Extraordinário em Macau

No âmbito do Mês Missionário Extraordinário, anunciado há dois anos pelo Papa Francisco, a Diocese de Macau celebrou esta noite em 19 de Outubro de 2019, pelas 20:00 horas, uma missa em frente às Ruínas de São Paulo, com a participação de muitos fiéis.  Assim conta o nosso colaborador em Macau, Manuel V. Basílio, na […]

Receitas de camarões e pimentas recheadas da gastronomia de Macau com Bosco Silva e Alex Airosa

Receitas de camarões e pimentas recheadas da gastronomia de Macau com Bosco Silva e Alex Airosa

A relembrar a aula de gastronomia realizada na Casa de Macau de São Paulo em 24/02/2008, ministrada pelos chefs João Bosco Quevedo da Silva e Herculano Alexandre (Alex) Airosa, seguem as fotos e receitas de camarões grandes recheados com ervas à moda de João Bosco Quevedo da Silva e pimenta recheada à moda do Alex Airosa. Na época, a coordenação das aulas e elaboração das […]

%d blogueiros gostam disto: