Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Dia de São João comemorado no MCC de Califórnia

24 DE JUNHO – DIA DE SÃO JOÃO NO CENTRO CULTURAL DE MACAU EM CALIFÓRNIA/EUA

texto em inglês e fotos enviados por Henrique Manhão (also in english) / resumo em português de Rogério Luz

Para manter viva a cultura e tradição em Califórnia, o Centro Cultural de Macau comemorou o Dia de São João, padroeiro de Macau, na sua sede em Fremont no dia 24 de Junho de 2012.  A festa contou com o apoio recebido do Instituto Internacional de Macau.

Houve a celebração de uma missa rezada pelo Padre Antônio Reis, pároco brasileiro da Igreja Cinco Chagas em São José, Califórnia, sendo auxiliado por vários sócios do centro cultural que reúne três associações macaenses.

Após a missa, Jim Silva fez uma palestra sobre o motivo da comemoração da festa de São João Batista por séculos.  Contou da derrota sofrida pelos holandeses ao tentar invadir Macau e que a população atribuiu a vitória graças a intercessão do Santo.

Jim Silva ainda falou sobre o Patuá, do qual é fluente, explicando que o dialeto macaense deriva de uma mistura de palavras originárias de Sri Lanka, Goa, Malásia, Indonésia, Filipinas, Portugal e China e fez uma exposição de vários termos.

Flávia Greubel e Tony Capitulé, em seguida, divertiram a platéia com uma apresentação humorística sobre a invasão holandesa de Macau, São João Batista, Gastronomia Macaense e o Centro Cultural Macaense. Depois prestaram um tributo aos Filhos de Macau (Filomacs) que foram membros do Time de Hóquei de Hong Kong que participou dos Jogos Olímpicos em Tóquio em 1964. Os nomes citados foram de Lionel Guterres, Johnny Monteiro, Joaquim Collaço, Zeca Cunha, Rui Aires da Silva, Daniel Castro e João Bosco Quevedo da Silva.  Lembraram que Lionel Guterres carregou a tocha olímpica na sua passagem por Hong Kong a caminho de Tóquio.

O Patuá ainda foi motivo de outra expert no assunto:  Adelaide “Bebeca” Loo  que contou umas piada, seguido de um vídeo que divertiu o público.

Para o almoço, os pratos constaram de um michi, carril de galinha, vaca estufada, entre outros e foram preparados por Maria Fátima Gomes, Flávia Greubel, Miguella Remedios, Magdalen Pereira, Virgínia Xavier, Maria João da Cruz, Dorothy Oliveira e Irene Manhâo.

Cerca de 90 pessoas compareceram à festa , entre eles, os convidados especiai Robert e Antonia Olaes de Austrália, Dr. Robert Gohstand PhD, da  the Old China Hands Archives and seus assistentes Vicky Schmidtberger e Tim Kaufler da Universidade Northridge.

English (by Henrique Manhão)

To keep alive the Macanese culture and traditions in California, the Macau Cultural Center celebrated ” Dia de Sâo Joâo”, patron saint of Macau, at its clubhouse in Fremont on June 24, 2012.

Father António Reis, a Brazilian priest from Cinco Chagas Church in San Jose, California said mass and did the homily. He emphasized the life and work of Saint John the Baptist who preached repentance to the people of Israel in preparation for the coming of the Divine Messiah. Maria Fåtima Gomes led the singing with help from the participants at the mass. Maria Roliz did the first reading, Raquel Remedios the second, Maria Fåtima Gomes the responsorial psalms, Nuno da Cruz the general intercessions, the offertory procession by Maria Roliz, Flavia Greubel and Henrique Manhâo.  Irene Manhâo and Tony Capitule did the collection.  Dorothy Oliveira & Tila Danenberg assisted as Eucharistic ministers.

After the mass, Jim Silva, guest speaker, explained the reason why the Macanese have celebrated the feast of Saint John of Baptist for so many centuries.  It was because when the Dutch attacked Macau on June 23, 1622, the Portuguese and Macanese military garrison was able to destroy most of the vessels of the Dutch armada and thus defeated the invading forces.

The Macau populace attributed the victory to the intercession of Saint John the Baptist whose feast day was the next day.

Jim Silva continued with a lecture about the Macanese Creole idiom stressing that “Patua'” in which he is fluent, is a mixture of words from  Sri Lanka, Goa, Malaya, Indonesia , the Philippines, Portugal and China and he reminded us of many of the sayings and words spoken by our grandparents which are fondly remembered.

Flavia Greubel and Tony Capitule  thrilled the audience with a humorous skit about Saint John the Baptist, the Dutch invasion of Macau, Gastronomia Macaense and Macau Cultural Center. They also paid tribute to the Filomacs that were members of the Hong Kong Hockey Team that took part at the Olympic Games in Tokyo in 1964. They were: Lionel Guterres, Johnny Monteiro, Joaquim Collaço, Zeca Cunha, Rui Aires da Silva, Daniel Castro and Joao Bosco Quevedo da Silva. They mentioned that Lionel Guterres carried the Olympic Torch when the flame passed through Hong Kong on its way to Tokyo.

Adelaide(Bebeca) Loo another prominent “Patua'” speaker in California also entertained the audience with some very funny jokes which was followed by a video produced and performed in Macau, in Patua , which gave us another good laugh.

After the video, a delicious Macanese dinner was served.  Traditional minchi, chicken curry, vaca estufada, vegetables and for dessert, batatada and fresh fruit salad. The dishes and desserts were prepared by Maria Fåtima Gomes, FlaviaGreubel, Miguella Remedios, Magdalen Pereira, Virginia Xavier, Maria Joao da Cruz, Dorothy Oliveira and Irene Manhâo.

About 90 persons attended the party. Amongst them were Robert and Antonia Olaes from Australia, Dr. Robert Gohstand PhD, Head of the Old China Hands Archives and his graduate student assistants Vicky Schmidtberger and Tim Kaufler from Northridge University.

The event was sponsored by the Instituto Internacional de Macau.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.365.973 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Em Macau, três novos livros de dois autores em língua portuguesa

Em Macau, três novos livros de dois autores em língua portuguesa

O livro de poemas “Pétalas ao Vento” lançado a título póstumo de José Maria Bártolo e outras recentes obras do Manuel V. Basílio, “Sítios com Histórias”, em dois volumes, foram lançados oficialmente em 5 de Novembro de 2021. A sessão de lançamento realizada no Instituto Internacional de Macau-IIM, foi presidida por Rufino Ramos, seu secretário-geral […]

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Foi graças a um dvd distribuído por um dos seus filhos, que possibilitou ao Projecto Memória Macaense – PMM montar diversos vídeos filmados por Hércules António que nos trazem velhas e memoráveis lembranças daquela Macau antiga que mora no coração dos macaenses e daqueles que tiveram vivência no território. Os vídeos publicados no YouTube nos […]

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

%d blogueiros gostam disto: