Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Junto ao coração a bandeira de Portugal, na transição de Macau

Vasco Rocha Vieira, o último Governador português de Macau

Vasco Rocha Vieira, o último Governador português de Macau

Junto ao coração a bandeira de Portugal

Diário de Notícias, por João Figueira, edição de 20/12/1999

Num momento de grande emoção, Rocha Vieira assistiu ao arriar do símbolo que marcou a presença portuguesa em Macau durante 442 anos

Um momento marcante para a história de Portugal e de Macau. As mãos em concha e o modo carinhoso, íntimo apesar de público, como encostou a bandeira de Portugal dobrada ao coração ficarão como a última e mais forte imagem do governador Rocha Vieira, em Macau. Na tribuna de honra instalada junto à porta do Palácio da Praia Grande e no exterior do gradeamento, ex-governantes e simples cidadãos comoveram-se, alguns chegaram mesmo a chorar, enquanto a bandeira descia do mastro ao som do hino nacional.

Macau.transicao.08

Eram 17 horas e quatro minutos e o Sol começava a pôr-se sob as águas do rio das Pérolas quando o general Rocha Vieira, depois de dar alguns passos na passadeira vermelha que atapetava o empedrado da calçada à portuguesa, olhou uma derradeira vez para a fachada do edifício e para a janela da sala que lhe serviu de gabinete nos últimos nove anos.

O seu olhar deteve-se por alguns instantes no escudo português em pedra cravado no palácio e depois, com passo seguro e de cabeça levantada, mas sem nunca descolar a bandeira dobrada do peito, o governador entrou no carro com a sua mulher e partiu, por entre aplausos e alguns choros das centenas de pessoas que se aglomeravam no passeio.

Macau.transicao.18

Gov. Rocha Viera e esposa deixa a residência oficial

Gov. Rocha Viera e esposa deixa a residência oficial

Meia hora antes, Rocha Vieira e família tinham-se despedido dos seus empregados de Santa Sancha, a residência que ocuparam com os três filhos, desde 1990.

À semelhança do que sucedeu na Praia Grande, também ali muitos dos seus funcionários não resistiram à emoção e na troca do último abraço, beijo ou aperto de mão deixaram escorregar algumas lágrimas de saudade e sentida amizade.

Os motoristas com boné branco, os cozinheiros com o tradicional “chapéu de chefe”, as serventes com os uniformes, os jardineiros com fatos chineses.

Algum tempo antes da saída da família Rocha Vieira, todos eles estavam alinhados e tristes à frente da entrada da casa, um palacete que é um mistério: não há documentos sobre a sua origem, sabe-se apenas que é do século XIX e pensa-se que terá sido obra de José Agostinho Tomás de Aquino, um arquitecto de origem macaense.

O palacete de Santa Sancha serviu de residência oficial dos governadores de Macau desde 1937 até hoje. As 16 e 30 locais, viu sair o seu derradeiro morador: Vasco Joaquim Rocha Vieira, 60 anos, oficial general do Exército.

*Imagens da Revista Focus, do Instituto Internacional de Macau-IIM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.077.154 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Como já vem acontecendo nos Encontros das Comunidades Macaenses realizadas em Macau, o programa de 2019 incluía uma missa e Te-Deum na Sé Catedral que foi celebrada no dia 26 de Novembro às 18:00 horas pelo Bispo de Macau, D. Stephen Lee Bun-sang. Uma celebração religiosa e ação de graças para agradecer por mais uma […]

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O Hotel Casino (Cassino) Lisboa, de Macau, inaugurado em 3 de Fevereiro de 1970, seis anos após o início das obras em 1964, o primeiro dos tempos modernos do outrora território português na China por cerca de 440 anos, e devolvido para a China em 1999, é por excelência uma galeria de arte com peças […]

Num período de 52 anos, três encontros de amigos macaenses

Num período de 52 anos, três encontros de amigos macaenses

O macaense Carlos Cordeiro, hoje residente no Canadá, enviou ao autor deste blog, três fotos que espelham bem o convívio dele com dois amigos macaenses: Fernando Placé e José (Zé) Cabral, num período de 52 anos, de 1967 a 2019. Interessante ver o cuidado de fotografar o momento na mesma posição da foto original de […]

%d blogueiros gostam disto: