Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Macau: Cerâmicas pré-históricas de Hác Sá

Esta postagem reproduz (texto e imagens) o folheto de divulgação da exposição realizada em 18/09 a 23/11/2003, denominada  “Cerâmicas pré-históricas de Hác Sá – Colecção do Museu de Arte de Macau“, que foi realizada nessa entidade instalada no Centro Cultural de Macau:

Macau ceramicas pre-historia Hac Sa (01)

Em 1972, a Hong Kong Archaeological Society foi convidada a efectuar um levantamento em Macau. Em cinco locais de Coloane, Ka Ho, Cheoc Van, Vila de Coloane, parte norte e sul de Hác Sá, foram encontradas relíquias pré-históricas do Período Neolítico, que provaram que Macau era afinal rico em bens culturais pré-históricos preciosos.

Desses sítios, o Sítio de Hác Sá (sul) foi escavado quatro vezes, em 1973, 1977, 1985 e 1995, tendo-se descoberto um largo número de relíquias arqueológicas. É o único sítio pré-histórico em Macau onde decorreram escavações arqueológicas até à data.

Macau ceramicas pre-historia Hac Sa (02)

A cerâmica pré-histórica agora em exibição, à excepção de pratos de cerâmica com pé, encontrados em 1977, foi descoberta em 1985. A escavações efectuadas em 1985 permitiram concluir que o Sítio de Hac Sá se pode dividir em camadas superiores e inferiores de diferentes contextos culturais, podendo as peças encontradas distinguirem-se pela sua qualidade, cor e tipo. A camada inferior data de há cerca de 6,000 anos atrás, correspondente à fase inicial do Período Neolítico Médio. A camada inferior, contudo, formou-se entre há cerca de 5,500 e 4,500 anos atrás, ou seja, a última fase do período Neolítico Médio. Esta cerâmica tem um valor académico importante para o estudo e a pesquisa do desenvolvimento cultural pré-histórico e da formação da cultura costeira típica do antigo sul da China.

Macau ceramicas pre-historia Hac Sa (03)

A cerâmica descoberta na camada superior do sítio de Hác Sá em 1985 pode ser dividida em três categorias de acordo com a cor e qualidade:

1)      Cerâmica de cor preta ou castanha

2)      Cerâmica de cor vermelha-rosada

3)      Cerâmica branca-cinzenta

A superfície da cerâmica tem texturas variadas tais como: lisa, marcas em forma de corda, impressão de tecido, impressão mate e decorações em forma de remo. Algumas peças identificáveis incluem potes, jarras, taças, pratos, pratos com pé, suportes, entre outras.

Macau ceramicas pre-historia Hac Sa (04)

Macau ceramicas pre-historia Hac Sa (05)

A cerâmica descoberta na camada inferior do sítio de Hác Sá é praticamente constituída por peças pintadas. Algumas das peças identificáveis incluem pratos com pé, num total de mais de dez peças. Tais pratos pintados com pé foram extensamente encontrados em Macau, Zhuhai, Shenzen, Zhongshan, Dongguan, Zengcheng, Zhaoqing, Haifeng, e noutros locais. A distribuição das cerâmicas coincide exactamente com a rede de comunicação de água do estuário do Rio das Pérolas, o que significa que os residentes pré-históricos do Neolítico Médio dominavam técnicas de navegação comparativamente avançadas. (Museu de Arte de Macau)

Macau ceramicas pre-historia Hac Sa (06)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.463.915 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Dia de Macau – 24 de Junho de 2022 celebra 400 anos da maior derrota dos holandeses no Oriente, e Manuel V. Basílio nos conta como foi

Dia de Macau – 24 de Junho de 2022 celebra 400 anos da maior derrota dos holandeses no Oriente, e Manuel V. Basílio nos conta como foi

Hoje, 24 de Junho de 2022, comemora-se 400 anos de “A Maior Derrota dos Holandeses no Oriente” na sua tentativa de tomar Macau dos portugueses. Até a transição de soberania de Macau, de Portugal para a República Popular da China, em 20 de Dezembro de 1999, a data era comemorada como “DIA DE MACAU” ou “DIA DA […]

Macau: Bons tempos do Teatro Dom Pedro V recordados por Jorge Eduardo (Giga) Robarts

Macau: Bons tempos do Teatro Dom Pedro V recordados por Jorge Eduardo (Giga) Robarts

1 Aqueles bons tempos de Macau, que já não voltam mais, de peças teatrais com participação de macaenses, são recordadas por Jorge Eduardo (Giga) Robarts na sua página no Facebook. Com autorização do Giga, as imagens foram copiadas e editadas, inclusive seus textos. Fazem parte do seu acervo, bem como, partilhadas por seus amigos dessa […]

Duas histórias de Macau por Manuel V. Basílio: ‘A 1ª viagem portuguesa no sul da China’ e ‘O 1º acordo sino-português’

Duas histórias de Macau por Manuel V. Basílio: ‘A 1ª viagem portuguesa no sul da China’ e ‘O 1º acordo sino-português’

Nesta postagem, divulgamos duas histórias de Macau de autoria do Manuel V. Basílio, publicadas no Jornal Tribuna de Macau-JTM e que foram extraídas dos seus livros: A primeira viagem portuguesa no sul da China O primeiro acordo sino-português Nos artigos abaixo com os textos com ligação direta no JTM , clique em “continue reading” (continue […]

%d blogueiros gostam disto: