Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

O piloto que perdeu os sapatos num acidente no Grande Prémio de Macau de 1966

Isto aconteceu no Grande Prémio de Macau de 1966 e foi flagrado pelo fotógrafo do antigo jornal de Hong Kong “The Star”, que não existe mais.

O piloto chinês Ho Kar-chu, de Hong Kong, capota com o seu Lotus Super 7, provavelmente, na curva da subida da Calçada de São Francisco e perde os seu par de sapatos, por sinal, sociais. Desolado e de meias apenas, respira aliviado por ter escapado ileso, salvo pelo “santo antónio” do seu carro.

Momentos antes escapara de outro acidente, após o Jaguar E-type de outro piloto de Hong Kong, K.N. Suen, ter rodado na sua frente tendo ele desviado a tempo de evitar uma colisão.

Digamos que foi o seu dia tanto de sorte como de azar, mas o importante é que saiu vivo.

Veja as imagens do acidente do The Star e a foto que tirei do seu carro nos treinos.

Ho Kar-chu no seu Lotus Super 7, nos treinos para o Grande Prémio de Macau de 1966.

Ho Kar-chu no seu Lotus Super 7, nos treinos para o Grande Prémio de Macau de 1966.

O Lotus Super 7 capotado na curva da Calçada de São Francisco (provavelmente) no GP de Macau de 1966, enquanto o Renault Apine de Mauro Bianchi passa ao lado a caminho da sua vitória com tempo recorde da prova. Em círculo o sapato social do piloto que o deixou para trás.

GP Macau 1966 Lotus super 7 #29 (02)

Três soldados auxiliados por fiscais de pista e um espectador, conforme relata o jornal The Star, ajudam a virar o Lotus Super 7 enquanto a prova seguia sem o uso de Pace Car, e o sapato continuava na pista, talvez retirado posteriormente para o piloto voltar calçado para os boxes.

GP Macau 1966 Lotus super 7 #29 (03)

Meio atordoado com o acidente, sentado na calçada e de meias apenas, o piloto é consolado pelo comissário de pista Tom Schofield que procurou certificar-se se o piloto estava com algum ferimento.

GP Macau 1966 Lotus super 7 #29 (04)

Momentos antes, Ho Kar-chu escapou por pouco de um acidente na curva do Reservatório, com o Jaguar E-type nº 19 de K.N.Suen que inscrevera também um Lotus Super 7, mas acabou depois trocando por esse possante carro para disputar a prova principal de 1966.

GP Macau 1966 Lotus super 7 #29 (05)

A arquibancada principal (grand stand) diante do grid de largada era assim no Grande Prémio de Macau de 1966. Nos treinos, ficava de lá de cima para tirar as fotos de carros que se enfileiravam para aguardar a liberação da pista.

GP Macau 1966 stand arquibancada

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 717,478 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

%d blogueiros gostam disto: