Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Macau: o padrão comemorativo de 5 de Outubro em 1955

Outubro era, antigamente, um mês atípico em Macau. Do dia 1 ao dia 10, num espaço de 5 dias, eram comemorados três dias nacionais.

Dia 1, o dia nacional da República Popular da China. Depois no dia 5, a implantação da República Portuguesa e no dia 10, o dia nacional da República da China (a China nacionalista ou Taiwan).

Depois dos tumultos do 1, 2 e 3, em Novembro de 1966, provocados pela guarda vermelha da Revolução Cultural na China de Mao, em Macau, a comemoração do dia 10 de Outubro foi extinta por exigências feitas nas negociações com os seguidores do mandatário do País vizinho.

Era costume na época, a cada data comemorativa, construírem-se padrões comemorativos, tais como da foto, em algumas artérias da cidade. Imaginem o trabalho de montar e desmontar, acredito aproveitando a estrutura de bambú, a cada cinco dias, esses padrões com decorações condizentes às datas!

O padrão da foto assinala a comemoração do dia 5 de Outubro de 45 anos da implantação da República Portuguesa. Isto em 1955. Lembro que os desfiles militares eram realizadas na Praia Grande, e desse local tenho fotos em negativos que ainda vou digitalizar para publicação.

O texto da publicação foi extraído da Revista Macau, edição de Dezembro de 2014 e a foto é do Arquivo Histórico de Macau:

Macau padrão comemorativo 5 outubro república portuguesa

MACAU ASSINALA OS 45 ANOS DA IMPLANTAÇÃO DA REPUBLICA PORTUGUESA

NO DIA 5 de Outubro de 1955, no 45º aniversário da implantação da República em Portugal, logo ao raiar do sol e sob o comando do major João Carlos de Sousa, contingentes das unidades militares e militarizadas saíram as ruas para um desfile. Um padrão comemorativo (na foto) foi erguido na Barra da Praia Grande com grandes varas de bambu para assinalar a data. O Palácio do Governador, não muito longe do padrão, abriu portas para uma sessão de visitas e cumprimentos que só terminou ao final do dia. Já em 1910, Macau tinha baptizado uma das suas mais extensas avenidas, que começa junto a Rua do Bom Parto e termina na Rua de S. Tiago da Barra, com o nome República – uma importante via de ligação entre o Porto Exterior e Interior.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 08/02/2015 por em Padrão do dia 5 Outubro e marcado , , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.342.413 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Em Macau, três novos livros de dois autores em língua portuguesa

Em Macau, três novos livros de dois autores em língua portuguesa

O livro de poemas “Pétalas ao Vento” lançado a título póstumo de José Maria Bártolo e outras recentes obras do Manuel V. Basílio, “Sítios com Histórias”, em dois volumes, foram lançados oficialmente em 5 de Novembro de 2021. A sessão de lançamento realizada no Instituto Internacional de Macau-IIM, foi presidida por Rufino Ramos, seu secretário-geral […]

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Foi graças a um dvd distribuído por um dos seus filhos, que possibilitou ao Projecto Memória Macaense – PMM montar diversos vídeos filmados por Hércules António que nos trazem velhas e memoráveis lembranças daquela Macau antiga que mora no coração dos macaenses e daqueles que tiveram vivência no território. Os vídeos publicados no YouTube nos […]

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

%d blogueiros gostam disto: