Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Um mundo de miniaturas em parque temático de Gramado

Gramado Mini Mundo 11

Mini-Mundo é o nome do parque temático que é uma das atrações turísticas de Gramado, principal destino de viagens pela Serra Gaúcha, em Rio Grande do Sul.

Lá o visitante pode ver miniaturas de castelos, barcos, ferrovias, estradas, igrejas, cascatas, moinhos, casarios, carros, e outros inúmeros detalhes, tudo numa escala 24 vezes menor. Poderia até se pensar que é um parque mais apropriado para crianças, mas logo se percebe que encanta mais os adultos pela perfeição e cenários realísticos do pequeno mundo aí representado.

Auxilia pois a identificação de réplicas de lugares conhecidos da Europa e do Brasil. São cerca de 140 construções, por enquanto, tanto os atuais como do Aeroporto de Bariloche da Argentina, como antigos prédios da Alemanha, país de origem do seu fundador.

Gramado Mini Mundo 01

A história do Mini-Mundo começa com a vontade de um pai e um avô em agradar duas crianças com um pequeno mundo de miniaturas, no jardim diante do seu hotel. Uma espécie de mundo de fantasia com uma casinha de bonecas, castelos e ferrovias. Com o crescimento das crianças, o jardim evoluiu para um parque com novas miniaturas que virou atração para os hóspedes do hotel, e daí até se tornar no que é um dos roteiros de turistas e de excursões em visita a Gramado.

Gramado Mini Mundo 02

O prédio em 1º plano é o Portal da Cidade de Lübeck na Alemanha

Todo este sonho começou com a imigração da família alemã de Otto Höpnner que em 1952, emigrou para o Brasil fugindo a situação difícil da Alemanha pós-guerra. Fixaram-se em Gramado e lá construíram o Hotel Ritta Höpnner, nome da sua esposa brasileira, em 1958.

O parque Mini-Mundo foi inaugurado em 1983. Boa parte das réplicas em miniaturas representam construções da Alemanha.

Gramado Mini Mundo 15

Complexo do Castelo de Neuschwanstein,, em Baviera, Alemanha

Neste Mini-Mundo residem cerca de 2.500 ‘habitantes’  distribuídos entre os mais variados ambientes, que podem aumentar com a evolução das construções da mini cidade.

Gramado Mini Mundo 14

A perfeição e o esforço para criar ambientes com o máximo de realidade é o prédio abaixo, de um incêndio com fumaça real, e os bombeiros a jogar água para apagar as chamas:

Gramado Mini Mundo 04

Na foto abaixo, réplica do cargueiro Cap San Diego no porto de Porto Alegre, capital do estado de Rio Grande do Sul.

Gramado Mini Mundo 08

Quem conhece a Legoland da Dinamarca certamente vai se certificar que esta cidade de miniaturas se inspirou naquele parque europeu.

Gramado Mini Mundo 10

Do Brasil, vemos réplica da Igreja de São Francisco de Assis, de Ouro Preto, cidade histórica de Minas Gerais:

Gramado Mini Mundo 19

O Museu de Ipiranga (Museu Paulista), de São Paulo, é um trabalho impressionante com seus perfeitos detalhes do prédio e do jardim:

Gramado Mini Mundo 20

Gramado Mini Mundo 21

O parque conta com infraestrutura possuindo café que serve lanches e tortas alemãs, loja de souvenir e um espaço infantil.

Gramado Mini Mundo 24

Gramado Mini Mundo 25

Réplica do Aeroporto de Bariloche, na Argentina, um destino para que gosta de esquiar e cenários com neve.

Conheça melhor o Mini-Mundo, os horários e dias de visitas atualizados no site oficial:

http://www.minimundo.com.br/minimundo/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 19/06/2015 por em Parque Mini-Mundo e marcado , , , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 971.536 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Em Macau, a Procissão da Morte de Cristo é novamente realizada em 2019

Em Macau, a Procissão da Morte de Cristo é novamente realizada em 2019

PROCISSÃO DA MORTE DE CRISTO EM MACAU – 2019 Texto e fotos de Manuel V. Basílio (Macau) Integrado no programa religioso da Semana Santa, realizou-se na sexta-feira do passado dia 19 de Abril, a Procissão da Morte de Cristo, também designada por Procissão do Enterro do Senhor.  Naquele dia, o tempo estava instável, com períodos […]

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

‘A promoção do ‘Dia do Patuá’ é um esforço para preservar o dialecto na Comunidade Macaense da Califórnia, nos Estados Unidos da América do Norte’ é o que define Henrique Manhão da Casa de Macau dos EUA. Diz, conciliando com o pensamento de outros membros da comunidade presente, ‘enquanto houver apoio de Macau, o patuá não […]

Recordação de uma festa na Macau de 1953

Recordação de uma festa na Macau de 1953

Jorge Giga Robarts, macaense residente em Portugal, atendendo ao pedido de um conterrâneo, identifica as pessoas que estão numa fotografia enviada, informando ter sido tirada em Dezembro de 1953 em Macau. A 2ª imagem com legenda e que lista as pessoas da foto, foi editada para apenas mostrar o que escreveu quanto à identificação, excluindo […]

%d blogueiros gostam disto: