Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

O Brasil explicado na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016

Rio de Janeiro - Anéis olímpicos decoram Estádio do Maracanã para cerimônia de abertura dos Jogos Rio 2016 (Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas)

Rio de Janeiro – Anéis olímpicos decoram Estádio do Maracanã para cerimônia de abertura dos Jogos Rio 2016 (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas)

Deslumbrante, sensacional, lindíssimo e emocionante, assim foi o espetáculo da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos na cidade do Rio de Janeiro que ocorreu no dia 05 de agosto de 2016.

Sem apelar para a alta tecnologia, efeitos pirotécnicos ou extravagências, o Brasil preferiu mostar, simplemente, o que representa um pouco a cultura do País, o calor humano e a alegria do povo, que por uns momentos esqueceu as crises políticas e econômicas, a criminalidade, corrupção e outros males que infernizam a sua vida,

Emocionou o mundo que rasgou elogios pela bela apresentação e arrancou lágrimas e muita emoção do povo brasileiro, que certamente deve ter resgatado um pouco mais do seu orgulho.

Dos vários pontos altos do espetáculo, foi o hino nacional sendo cantado por Paulinho da Viola, cuja voz já é uma canção, com o seu violão, sentado numa banqueta e acompanhado por uma orquestra de cordas, e, ah … a sempre emocionante “Garota de Ipanema” na voz do filho do Tom Jobim e a desfilar como esta garota pelo centro da arena, a toda glamorosa Giselle Bündchen, neste lindo momento, simbólico e criativo. Giselle dizia que este seria o último desfile da sua carreira.

Veja nas fotos comentadas como foi o espetáculo para o eterno registro neste blog:

FOTOGRAFIAS DO SITE – FOTOS PÚBLICAS – DE DIVERSOS FOTÓGRAFOS NOMEADOS

(Clicar nas fotos menores para ampliar e ler a legenda)

Rio de Janeiro- RJ- Brasil- 05/08/2016- Cerimônua de abertura das Olimpíadas Rio 2016, no estádio do Maracanã. Foto: Ricardo Stuckert/ CBF/Fotos Públicas

Rio de Janeiro- RJ- Brasil- 05/08/2016- Cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio 2016, no estádio do Maracanã. Foto: Ricardo Stuckert/ CBF/Fotos Públicas

Rio de Janeiro- RJ- Brasil- 05/08/2016- Cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio 2016, no estádio do Maracanã. Foto: Ricardo Stuckert/ CBF/Fotos Públicas

O 14-Bis do pai da aviação brasileira Santos Dumont sobrevoa o estádio do Maracanã ao som de “Samba do Avião”, de Tom Jobim . Foto: Ricardo Stuckert/ CBF/Fotos Públicas

Rio de Janeiro- RJ- Brasil- 05/08/2016- O Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, durante cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio 2016, no estádio do Maracanã. Foto: Beth Santos/ PCRJ/Fotos Públicas

Foto: Beth Santos/ PCRJ/Fotos Públicas

Rio de Janeiro- RJ- Brasil- 05/08/2016- O Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, durante cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio 2016, no estádio do Maracanã. Foto: Beth Santos/ PCRJ/Fotos Públicas

Foto: Beth Santos/ PCRJ/Fotos Públicas

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas

Giselle Bündchen defila ao som da canção de Tom Jobim – Garota de Ipanema. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Rio de Janeiro - Cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 no Estádio do Maracanã. (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas

foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas

foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Fotos Públicas

Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016. (Rio de Janeiro - RJ, 05/08/2016) Foto: Beto Barata/PR

Foto: Beto Barata/PR/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Paulinho da Viola canta o hino do Brasil Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Gustavo Kuerten, ex-tenista e tricampeão de Roland Garros, entra na arena carregando a tocha olímpica. Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Yane Marques, do pentatlo moderno, foi a porta-bandeira da delegação do Brasil, desfilando ao som de “Aquarela do Brasil”. Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

5 de Agosto de 2016 - Rio 2016 - Cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio2016 no Maracanã ..Foto: Roberto Castro/ Brasil2016

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

5 de Agosto de 2016 - Rio 2016 - Cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio2016 no Maracanã ..Foto: Roberto Castro/ Brasil2016

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Vanderlei Cordeiro de Lima, o ex-fundista, medalha de bronze nos Jogos de Atenas 2004, acendeu a pira olímpica. Vanderlei era líder da maratona quando foi interrompido por um espectador irlandês no meio da prova .Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

A pira olímpica. Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Foto: Ricardo Stuckert/ CBF/Fotos Públicas

Foto: Ricardo Stuckert/ CBF/Fotos Públicas

5 de Agosto de 2016 - Rio 2016 - Cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio2016 no Maracanã ..Foto: Roberto Castro/ Brasil2016

A bandeira do Brasil hasteada no estádio do Maracanã. Foto: Roberto Castro/ Brasil2016/Fotos Públicas

Outros momentos da cerimônia não disponibilizadas em fotos no site Fotos Públicas:

  • Zeca Pagodinho e Marcelo D2 cantaram “Deixa a vida me levar”. Depois, Karol Conka e MC Soffia subiram ao palco;
  • Jorge Benjor cantou “País Tropical” em meio a explosão de fogos de artifício;
  • O desfile dos atletas refugiados foi muito aplaudido pelo público;
  • Gilberto Gil e Caetano Veloso, além de Anitta, cantaram “Isso aqui é o que é”, de Ary Barroso;
  • Várias escolas de samba desfilaram na parte final da cerimônia.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 867.207 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de Macau de Todos os Tempos (01)

Nesta postagem do que poderia chamar de uma série “Memórias de Macau de Todos os Tempos”, remetendo-me a um vídeo que publiquei no YouTube (vide no final), publico umas fotos antigas recolhidas ao acaso do meu extenso acervo, ora já publicadas no site (inativo) do Projecto Memória Macaense, ou não, e também já republicadas por […]

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

No almoço especial do Ano Novo chinês realizado na Casa de Macau de São Paulo em 18 de Fevereiro de 2018, o macaense José Noronha, 83 anos, andava a mostrar uma foto antiga para algumas pessoas que tinham mais ou menos a sua idade. Procurava ele matar as saudades dos velhos tempos em Macau. Macaense […]

%d blogueiros gostam disto: