Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Em Macau, a Procissão de Nosso Senhor dos Passos realizada pela Igreja Católica Apostólica Romana

As tradicionais Procissão da Cruz e a Procissão de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos foram novamente realizadas em Macau, antigo território português na China, pela Igreja Católica Apostólica Romana em 2018. Para relatá-las com imagens, este blog contou mais uma vez com o contributo do amigo Manuel V. Basílio, residente em Macau, pelo que somos eternamente gratos.

Para melhor esclarecer os leitores que desconhecem o assunto, apesar de Macau ter retornada à soberania da China, pelo acordo de transição por tempo determinado firmado entre Portugal e a RPC, a Igreja Católica local segue a orientação do Vaticano. Na China, a igreja católica é controlada e supervisionada pela Associação Patriótica Católica Chinesa, organismo estatal fundado em 1957 pelo Governo, com o objetivo de controlar e supervisionar as atividades dos católicos chineses que em 2016, oficialmente, somavam cerca de 24 milhões de fiéis.

(Textos e fotografias de autoria de Manuel V. Basílio, Macau)

(1ª) PROCISSÃO DA CRUZ EM 17/02/2018

Foto de M.V.Basílio

Realizou-se, em 17 de Fevereiro de 2018, pelas 19H00, a Procissão da Cruz, que, tal como o ano passado, saiu da Igreja de S. Domingos, acompanhada por muitos fiéis, atrás da Banda da P.S.P – Polícia de Segurança Pública.

Mantendo-se a tradição, não participou o Bispo da Diocese, que esteve na Sé Catedral para receber a imagem de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos.

A imagem do Senhor dos Passos, encoberta com uma caia à volta do pálio, foi levada num andor por Irmãos da Confraria do Senhor Bom Jesus dos Passos, tendo percorrido o Largo de Senado, a Travessa do Roquete, a Rua da Sé, até chegar à Sé Catedral.

No dia 18 de Fevereiro de 2018, primeiro domingo de Quaresma, a Procissão de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos, que, de acordo com o programa, sairia da Sé Catedral, pelas 16H00.

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

(2ª) PROCISSÃO DO NOSSO SENHOR BOM JESUS DOS PASSOS EM 18/02/2018

Este ano, a Procissão de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos voltou a percorrer o itinerário do ano passado, em virtude de a igreja de Sto. Agostinho se encontrar ainda encerrada, por motivo de obras. Estava prevista a reabertura desta igreja em Setembro de 2017, no entanto, um mês antes, o tufão Hato, que assolou Macau, acabou por causar novos danos à igreja, continuando, por isso, fechada ao público.

Foto de M.V.Basílio

Na tarde de domingo do dia 18 de Fevereiro, após o Sermão do Pretório em língua chinesa, saiu da Sé Catedral, por volta das 16H30, a Procissão de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos, cuja tradição multissecular fora introduzida por frades Agostinhos, em finais do século XVI, e que tem vindo a ser mantida pela Confraria do Senhor Bom Jesus dos Passos.

Embora coincidindo com o período das festividades do Ano Novo Lunar, em que se verifica um grande ajuntamento de turistas no Largo do Senado, a Procissão, depois de sair da Sé Catedral, percorreu o Largo e Rua da Sé, Travessa do Roquete, Largo do Senado, Largo de S. Domingos, Rua de S. Domingos, Rua de Pedro Nolasco da Silva, Rua do Campo, Avenida da Praia Grande, subindo, em seguida, pela Calçada de S. João até ao Largo da Sé, onde, voltando a percorrer a Rua da Sé, Travessa do Roquete e o Largo do Senado, para terminar na Igreja de S. Domingos. Ao longo do percurso, a procissão parou em cada uma das 7 estações da “via sacra”, a fim de a Verónica entoar o responsório, em latim, e enquanto entoava o canto, desenrolava e exibia a estampa da face de Jesus para, em seguida, os fiéis que acompanhavam a procissão responderem com o cântico: “Parce, Domine, parce populo tuo: ne in aeternum irascaris nobis”.

Não existe no calendário litúrgico da Igreja Católica uma data fixa para a realização da procissão do Senhor dos Passos. A singularidade desta celebração em Macau consiste na realização de duas procissões seguidas, ou seja, a Procissão da Cruz, no sábado anterior ao primeiro domingo de Quaresma e, no dia seguinte, a do Senhor dos Passos.

De salientar que, em Setembro do ano passado, as procissões católicas de Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos e de Nossa Senhora de Fátima foram incluídas na lista de património intangível de Macau. (M.V. Basílio)

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Foto de M.V.Basílio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.074.913 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Como já vem acontecendo nos Encontros das Comunidades Macaenses realizadas em Macau, o programa de 2019 incluía uma missa e Te-Deum na Sé Catedral que foi celebrada no dia 26 de Novembro às 18:00 horas pelo Bispo de Macau, D. Stephen Lee Bun-sang. Uma celebração religiosa e ação de graças para agradecer por mais uma […]

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O Hotel Casino (Cassino) Lisboa, de Macau, inaugurado em 3 de Fevereiro de 1970, seis anos após o início das obras em 1964, o primeiro dos tempos modernos do outrora território português na China por cerca de 440 anos, e devolvido para a China em 1999, é por excelência uma galeria de arte com peças […]

Num período de 52 anos, três encontros de amigos macaenses

Num período de 52 anos, três encontros de amigos macaenses

O macaense Carlos Cordeiro, hoje residente no Canadá, enviou ao autor deste blog, três fotos que espelham bem o convívio dele com dois amigos macaenses: Fernando Placé e José (Zé) Cabral, num período de 52 anos, de 1967 a 2019. Interessante ver o cuidado de fotografar o momento na mesma posição da foto original de […]

%d blogueiros gostam disto: