Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Foi o penúltimo dia – Encontro 2010

O penúltimo evento do Encontro foi dedicado à juventude, que logo cedo tiveram atividades exclusivas. Até foi realizado uma disputa de bowling cujos premios foram entregues no jantar. Apesar de estarem em número reduzido em relação aos setentões, sessentões, enfim os mais velhos, via-se pelo menos 2 mesas na 1ª fila reservadas a eles. Já se fala para o ano que vem, o 2º encontro dos jovens. Espero que todo este esforço, possa contribuir para a conscientização do importante papel deles no futuro da nossa comunidade e das Casas.

Desta vez o jantar foi na Torre de Macau com um buffet muito bom, embora nesta altura a gente até sentia certa dificuldade para ter fome, de tanto que se come nesta terra da RAEM. E, para homenagear a juventude, a 1ª apresentação da noite foi da Ysabelle Capitule, que veio nos explicar o porque de ter conseguido sucesso nos EUA com a sua dança hip hop. Foi só um número mas marcou bem a sua presença no Encontro!

Seguiu-se a banda do Fred “Pau Pau” Ritchie, com ele a amargar e a explicar toda hora que perdeu a voz. Talvez um resfriado/constipação? Mas que azar, justamente ele que adora tudo isso! No entanto não poderia deixar de estar no palco e os cantores se revezaram entre os músicos da banda meio família para substitui-lo nos vocais. O Pau Pau fazia algumas intervenções, mas … mesmo com a voz rouca e irreconhecível, cantou de qualquer jeito aquelas 2 músicas que ele ama. Veio a do Beach Boys “apapaumpaupau” (depois descubro o nome certo dela) e a obrigatória Pense em Mim cantada em 3 línguas, alertando ter sido cantada para uma audiência televisiva de mais de 1 milhão de pessoas no Brasil. Por acaso vi esta apresentação dele na tv brasileira num programa de grande audiência.

Anunciou-se logo em seguida “The Flipsiders”, sem o “New”. O cantor era diferente ao que eu estava acostumado a ver. Infelizmente pouco posso comentar pois não resido em Macau, bem como pouco sei e pouco me falam. Além de não ter tido oportunidade para conversar com os seus integrantes. Gostei da apresentação, que além de fotografar também filmei.

Repetindo o show da festa de boas vindas, os irmãos Oliveira voltaram a se apresentar, porém com uma banda. Nela estava o Amante, nos teclados, que até comentei com ele que, nos anos 60, quando passava pela sua casa perto do Império, espreitava pela janela a banda dele a ensaiar. Boas recordações! E os Oliveiras, interessante, conseguem cativar e envolver o público. Talvez pelo seu popular repertório. E o público dançava!

E para encerrar a festa, sobe ao palco, o Rudy Sousa, Elvis de Macau, com um novo traje, e como ele investiu na roupagem! Cada dia um diferente, e muito vistosos! A minha esposa ficava maravilhada. Com esta sua último apresentação, fiquei convencido que para o Rudy, o Encontro de 2010 foi talvez o maior sucesso da sua carreira. Das vezes que vi suas apresentações em Macau, nunca vi tamanho envolvimento do público com a sua pessoa, querendo abraça-lo, fotografar com ele, jogando rosas, manifestações de carinho, até subir no palco para cantar junto.  Parecia que o público via o Elvis real, em pessoa. De facto, como escrevi no artigo sobre Rudy no JTM, podemos dizer “yes, nós temos Elvis”. O “nós” seria nós os macaenses. E parece que o público convenceu-se disso, embora não sei quantos leram aquele artigo. Gostei mesmo do sucesso do Rudy. Foi o máximo!

aguarde por mais fotos da festa ...

E como de praxe, apesar da Isa tentar convencer as pessoas que o aviso dos autocarros disponíveis para a volta aos hotéis, não significava o fim da festa, o público começava abandonar o salão e o Elvis encerrava a sua apresentação. O dia seguinte, sábado, era “folga” para os participantes do Encontro, com todos a pensar no encerramento do Encontro no domingo. Era hora de arrumar as malas, prontos para viajar de volta para casa na segunda, como normalmente acontece para muitos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 07/12/2010 por em Encontro-Macau-2010 e marcado .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.464.200 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Dia de Macau – 24 de Junho de 2022 celebra 400 anos da maior derrota dos holandeses no Oriente, e Manuel V. Basílio nos conta como foi

Dia de Macau – 24 de Junho de 2022 celebra 400 anos da maior derrota dos holandeses no Oriente, e Manuel V. Basílio nos conta como foi

Hoje, 24 de Junho de 2022, comemora-se 400 anos de “A Maior Derrota dos Holandeses no Oriente” na sua tentativa de tomar Macau dos portugueses. Até a transição de soberania de Macau, de Portugal para a República Popular da China, em 20 de Dezembro de 1999, a data era comemorada como “DIA DE MACAU” ou “DIA DA […]

Macau: Bons tempos do Teatro Dom Pedro V recordados por Jorge Eduardo (Giga) Robarts

Macau: Bons tempos do Teatro Dom Pedro V recordados por Jorge Eduardo (Giga) Robarts

1 Aqueles bons tempos de Macau, que já não voltam mais, de peças teatrais com participação de macaenses, são recordadas por Jorge Eduardo (Giga) Robarts na sua página no Facebook. Com autorização do Giga, as imagens foram copiadas e editadas, inclusive seus textos. Fazem parte do seu acervo, bem como, partilhadas por seus amigos dessa […]

Duas histórias de Macau por Manuel V. Basílio: ‘A 1ª viagem portuguesa no sul da China’ e ‘O 1º acordo sino-português’

Duas histórias de Macau por Manuel V. Basílio: ‘A 1ª viagem portuguesa no sul da China’ e ‘O 1º acordo sino-português’

Nesta postagem, divulgamos duas histórias de Macau de autoria do Manuel V. Basílio, publicadas no Jornal Tribuna de Macau-JTM e que foram extraídas dos seus livros: A primeira viagem portuguesa no sul da China O primeiro acordo sino-português Nos artigos abaixo com os textos com ligação direta no JTM , clique em “continue reading” (continue […]

%d blogueiros gostam disto: