Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

“Recordar é Viver” de Giga Robarts, foto de 1950

O macaense Jorge “Giga” Robarts tinha publicações no diário Jornal de Macau (devidamente corrigido pelo Giga), nos anos 80, com o tema “Recordar é Viver”, aliás uma frase muito popular até os dias de hoje.  Esta que publico abaixo é de 1987, provavelmente Julho, informação obtida no verso do recorte de jornal através de anúncio do Leal Senado.  A Mariazinha Lopes Carvalho gentilmente quis partilhar o recorte com a comunidade macaense e enviou-me para publicação.  Agradeço muito, pois as fotos antigas do meu arquivo são limitadas e sempre dependo de colaboração dos conterrâneos, escassa hoje em dia, mas entendo, os tempos mudaram desde que lancei o site Projecto Memória Macaense em 2003, uma vez que outros meios de comunicação tal como a rede social Facebook, hoje em dia, já tomam o lugar de um blog ou site criados para esta finalidade.  Só resta adaptar-se aos novos tempos até que estes recomendem a saída do ar, ou uma alteração de direcionamento do conteúdo.

Enquanto isso não acontecer, vejam o que o Giga escreveu e nomeou as pessoas na foto.  A Mariazinha, que recebeu este recorte da Olívia César, complementa com umas informações atualizadas  se alguém tiver algo a mais para acrescentar, seja bem-vindo através do seu comentário.  Aliás falando do Giga Robarts, penso que é daqueles macaenses que teriam capacidade para fazer algo mais, como publicar um livro de tanto que tem para contar, mas infelizmente, o macaense muitas vezes enfrenta certa resistência para ter um apoio, ou ser procurado para tal, pois de um modo o filho da terra é discreto “não gosta de pedir“, um tanto orgulhoso, ou não tem o devido reconhecimento.  Enquanto isso, outros que não têm a característica ganham o seu espaço … e o talento macaense acaba se desperdiçando ou esquecido … para sempre. Embora, convenhamos, vários tiveram também o seu espaço e várias obras foram publicadas, como Henrique de Senna Fernandes, Adé, Cíntia Serro e tantos outros.  No entanto, vale dizer que  Macau sã assi

clicar na imagem para aumentar, e depois mais uma vez com a lupa em +

a imagem tem resolução suficiente para impressão e ser guardada como recordação por quem interessar

– Mariazinha Lopes Carvalho complementa:

Sónia de Jesus (Macau), Norma Carvalho Sousa (Portugal), Margarida Nogueira (Portugal), Mercês Jorge (Brasil), Noémia Baptista (Macau ou Portugal?), Ermelinda Baptista (Macau ou Portugal), Olga Baptista (Macau), Fátima Badaraco (falecida), Elsa Osório (falecida), Geraldina Robarts (falecida).

– No entanto, Jorge “Giga” Robarts complementa no seu comentário que foi feito na postagem seguinte dos Jovens Macaenses:

Gostei do blog.(é assim que se chama?).A minha amiga Mariazinha enganou-se em algumas pessoas.  A Margarida Nogueira vive há + de um ano com seu marido Infante, em Brighton, Inglaterra. As irmãs Ermelinda, Olga e Noémia vivem todas em Macau, costumam vir de férias em Julho/Agosto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 723,128 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

%d blogueiros gostam disto: