Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

Brasil: Ouro Preto histórico, de encanto ao fascínio

o sol ao se pôr contribui para tornar Ouro Preto mais bela. Emoldura os contornos da montanha.

(fotografias de Rogério P.D. Luz – clicar para aumentar)

No meu penúltimo dia de estadia em Ouro Preto, cidade histórica de Minas Gerais, já tirei cerca de 2 mil fotos dela e das cidades de Congonhas, Mariana, Tiradentes e São João del Rey.

Igreja de São Fracisco de Assis, um dos maiores símbolos do barroco mineiro, com a permanente feira de artesanato diante dela.

Ouro Preto desperta o seu olhar de composição fotográfica, a cada esquina, a cada rua.  Se gosta de história e a paisagem que nos remete ao passado, uma pessoa “não pode morrer sem ter visitado Ouro Preto”. 

Sentir a arte de escultura e de pintura.  O ouro que fascinou os portugueses e fez as igrejas.  Uma cidade onde Macau não é uma grande desconhecida. Os jesuítas de Macau trouxeram detalhes chineses no vermelho que decoram altares, as tais “chinesices mineiras”, assim contam os livros e os guias de turismo. Muitos santos têm olhos “puxados” orientais, influência de Macau.

Fiz uma foto similar há cerca de 30 anos, e voltei a fazê-la em 2012. Nada mudou.

Conheça um pouco mais de Ouro Preto pelas imagens que registrei em dois dias, além de outras cidades citadas, históricas e não tanto assim que até desperta preocupação pelo processo evolutivo de depredação de lugares históricos.  Algo que a especulação imobiliária mostra o seu lado selvagem e assassino da história.

O casario preservado na “rua dos bancos”

Museu da Inconfidência (à esquerda) e a Igreja de Nossa Senhora do Carmo (à direita)

Igreja de São Francisco de Paula

Praça de Tiradentes (centro de cidade) e o Museu da Inconfidência

Igreja de Nossa Senhora de Pilar, a 2ª mais rica do Brasil. A fachada é simples, mas o seu interior é riquíssimo. 434 quilos de ouro revestem o seu interior com os altares ricamente esculpidos. É impressionante! Pena que é proibido fotografar o seu interior, como acontece em todas as igrejas de Ouro Preto, por questões de segurança e preservação dos males dos flashes incovenientes.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos erguida e frequentada pelos escravos negros no Século 18

Fim de tarde em Ouro Preto. Vista do centro da cidade na Praça de Tiradentes

A Praça de Tiradentes num momento sem o seu trânsito intenso de carros já a noite avançando em Ouro Preto

… e na Praça de Tiradentes um casal no seu passeio romântico de fim de dia

telhados de casas antigas e preservadas do centro histórico

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 13/08/2012 por em BRASIL, Cidades Históricas, Minas Gerais, Ouro Preto, vistas gerais 2 e marcado .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 892.733 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Imagens que trazem saudosas lembranças daquela Macau que não existe mais, mas que permanece viva na nossa memória e nas fotografias a seguir publicadas de forma aleatória, a procurar dar uma descrição a confirmar ou corrigir. O que vale mesmo é o que se diz – recordar é viver! As fotos são dos anos 50 […]

Memórias de Macau de Todos os Tempos (01)

Nesta postagem do que poderia chamar de uma série “Memórias de Macau de Todos os Tempos”, remetendo-me a um vídeo que publiquei no YouTube (vide no final), publico umas fotos antigas recolhidas ao acaso do meu extenso acervo, ora já publicadas no site (inativo) do Projecto Memória Macaense, ou não, e também já republicadas por […]

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

%d blogueiros gostam disto: