Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

Marco das Três Fronteiras, em Foz de Iguassu

O Marco das Três Fronteira do lado do Brasil

O Marco das Três Fronteira do lado do Brasil

Não muito longe do centro, a seis quilômetros, dentro das inúmeras atrações de Foz de Iguaçu, uma delas é o Marco das Três Fronteiras.  Um obelisco nas cores da bandeira nacional do Brasil demarca simbolicamente a tríplice fronteira do Brasil, com a Argentina e o Paraguai.

Vista do Brasil, no Porto Meira, do seu lado esquerdo, a Argentina e do lado direito, o Paraguai

Vista do Brasil, no Porto Meira, do seu lado esquerdo, a Argentina e do lado direito, o Paraguai

Cada País tem o seu marco com as cores nacionais, e os três formam um triângulo equilátero. De acordo com o site do Parque Nacional de Iguaçu: <o marco brasileiro foi inaugurado em 20 de julho de 1903, juntamente com o marco argentino, localizado na cidade de Puerto Iguaçu e pelo marco paraguaio, que fica em Presidente Franco. No mesmo local encontra-se a pedra fundamental “Memorial Cabeza de Vaca”, em homenagem ao descobridor das Cataratas, Álvar Núñez Cabeza de Vaca, que foi o primeiro europeu a conhecer as cataratas em 1542.>

O Marco do lado da Argentina

O Marco do lado da Argentina nas cores nacionais ‘azul e branco’

O Marco do lado do Paraguai nas cores 'vermelho, branco e azul'.

O Marco do lado do Paraguai nas cores ‘vermelho, branco e azul’.

São dois rios: o Iguaçu, que faz a fronteira entre Brasil e Argentina e o Paraná, que divide o Paraguai dos outros dois.

da esquerda, a bandeira do Paraguai, Brasil e da Argentina

da esquerda, a bandeira da Argentina, o Brasil e do Paraguai

Marco 3 Fronteiras 2012 (09)

clicar para aumentar

No local há uma simpática loja de artesanato que sempre dá para levar alguma lembrança

No local há uma simpática loja de artesanato que sempre dá para levar alguma lembrança

uma manifestação de apreço pela cidade

vista do terraço em cima da loja de artesanato

vista do terraço em cima da loja de artesanato

várias pinturas da cidade, das cataratas e dos índios brasileiros decoram o terraço

várias pinturas da cidade, das cataratas e dos índios brasileiros decoram o terraço

a praça, infelizmente, mal cuidada, e ao fundo o estacionamento para veículos

a praça, infelizmente, meio mal cuidada, e ao fundo o estacionamento para veículos

fonte: site do Parque Nacional de Iguaçu e Wikipedia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 882.596 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de Macau de Todos os Tempos (01)

Nesta postagem do que poderia chamar de uma série “Memórias de Macau de Todos os Tempos”, remetendo-me a um vídeo que publiquei no YouTube (vide no final), publico umas fotos antigas recolhidas ao acaso do meu extenso acervo, ora já publicadas no site (inativo) do Projecto Memória Macaense, ou não, e também já republicadas por […]

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

No almoço especial do Ano Novo chinês realizado na Casa de Macau de São Paulo em 18 de Fevereiro de 2018, o macaense José Noronha, 83 anos, andava a mostrar uma foto antiga para algumas pessoas que tinham mais ou menos a sua idade. Procurava ele matar as saudades dos velhos tempos em Macau. Macaense […]

%d blogueiros gostam disto: