Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

O Tango era dançado por dois homens … !!!???

“Os “machos” latinos que não se impressionem. No seu início, no século XIX, o TANGO era dançado por dois homens, daí o fato dos rostos virados, sem se fitar, como é o Sirtaki, dança tradicional grega. Levou mais de 20 anos até que o TANGO fosse dançado com uma mulher (a partir de 1910)”, assim relatava um email que me foi repassado anexando um link para o vídeo abaixo publicado no You Tube.

Acrescentava o autor do email: “Tango entre dois irmãos, uma arte! Pra quem gosta de tango! Muito interessante…. e lindo!!!! Este vídeo é uma obra de arte. Reparem na mudança de mãos, que decide quem conduz quem…”.

Veja a seguir o tango dançado por um homem e uma mulher. Veja a sensualidade, a leveza dos movimentos … simplemente lindo !!!

Sinceramente não sabia deste detalhe! Tenho uma visão de que o tango é uma dança sensual de um homem com uma mulher.  Aprecio demais, tanto que Buenos Aires, Argentina, me encanta pois respira tango.  Pode ser visto livremente no bairro de La Boca nas vielas de El Caminito. Mas vendo o vídeo entende-se como é a dança entre dois homens, bem diferente daquele dançado por homem e mulher.

Em vista, fui pesquisar a Wikipedia e veja o que a enciclopédia livre descreve sobre o Tango (cópia parcial):

BA.La.Boca.07

O Tango

O tango é um tipo musical e uma dança a par. Tem forma musical binária e compasso de dois por quatro. A coreografia é complexa e as habilidades dos bailarinos são celebradas pelos aficionados. Segundo Discépolo, “o tango é um pensamento triste que se pode dançar”.

tango (1)

Origem da música

Sua origem encontra-se na área de Rio da Prata, na América do Sul, nas cidades de Buenos Aires e Montevidéu.

A música do tango não tem uma origem muito clara. De acordo com estudos que não dispõem de numerosa documentação, o tango descenderia da habanera e se interpretava nos prostíbulos de Buenos Aires e Montevidéu, nas duas últimas décadas do século XIX, com violino, flauta e guitarra (violão). Nessa época inicial era dançado por dois homens, daí o fato dos rosto virados, sem se fitar. Depois, já nos anos 1910, com o sucesso em Paris foi aceito pela aristocracia platina.

O escritor argentino Jorge Luis Borges afirmou que por suas características o tango só poderia ter nascido em Montevidéu ou Buenos Aires. O bandoneón, que atualmente caracteriza o tango, chegou à região do Rio da Prata por volta do ano 1900, nas maletas de imigrantes alemães. Não existem muitas partituras da época, pois os músicos de tango não sabiam escrever a música e provavelmente interpretavam sobre a base de melodias já existentes, tanto de habaneras como de polcas.

BA.La.Boca.05

Características

O Tango mescla o drama, a paixão, a sexualidade, a agressividade, é sempre e totalmente triste. Como dança é “duro”, masculino, sem meneios femininos, a mulher é sempre submissa. O ritmo é sincopado, tem um compasso binário. A síncope é de uma nota tocada no tempo fraco que se prolonga até um tempo forte, o que movimenta a música e desloca acentuação do ritmo.

BA.La.Boca.10

El Caminito em La Boca, Buenos Aires, Argentina

Em Dezembro de 2012, o casal macaense Eduardo Silva e Beatriz fez uma apresentação de tango na Casa de Macau de São Paulo:

Eduardo.Silva.Beatriz.tango1

* Obrigado Argentina Mendonça por repassar o e-mail

Anúncios

5 comentários em “O Tango era dançado por dois homens … !!!???

  1. jorge basto
    02/03/2013

    Gostei dessa curiosidade…, sendo também apologista de que «Buenos Aires respira tango!», que respirei quando a visitei.
    E nesse sentido, por ter sido citado o escritor «argentino» Jorge Luis Borges, de seu nome completo Jorge Francisco Isidoro Luis Borges Acevedo (1899-1986), aqui vai uma outra curiosidade…
    Segundo um estudo de Antonio Andrade, Jorge Luis Borges tem ascendência portuguesa: o bisavô de Borges, Francisco, teria nascido em Portugal em 1770 e vivido na localidade de Torre de Moncorvo, situada no Norte de Portugal, antes de emigrar para a Argentina, onde teria casado com Cármen Lafinur.
    (vd http://pt.wikipedia.org/wiki/Jorge_Luis_Borges)
    Regressa (Jorge Luis Borges, depois duma visita em 1921) a Portugal em 1984. Declara que essa visita é também uma homenagem ao seu bisavô português, Francisco Borges. Nessa ocasião, afirma saber que Torre de Moncorvo era a terra natal desse antepassado. (vd http://www.geneall.net/P/forum_msg.php?id=85673)

  2. José Emanuel dos Santos Sebastião
    20/07/2018

    O Tango era dançado pelos homens por pura diversão, mas também porque inicialmente só as prostitutas dançavam o Tango, sendo que a Sociedade, em todas as classes sociais o tinha como uma dança obscena, de prostíbulo. Só rm Buenos Aires havia mais de duzentas casas destas.Era proibido dançar em qualquer baile ou festividade. Mesmo assim, nas “Casas Más”, havia um enorme número de homens (emigrantes e marinheiros) para um reduzido número de prostitutas. Assim sendo, estas só queriam dançar com os homens que o sabiam fazer. Daí que os homens dançassem para se ensinar e treinarem mutuamente. Concluindo, os homens dançavam inicialmente uns com os outros por três razões. Por falta de mulheres com quem dançar; para aprenderem/ensinarem e, claro, para se divertirem. Mais tarde, principalmente os Patoteros – meninos “bem” que treinavam pugilismo e eram rapazes briguentos da noite, levaram o Tango para Paris, onde foi muito bem aceite, tendo voltado à Argentina com outro estatuto e tendo começado a ser dançado pela sociedade em geral. A partir dessa altura, as Milongas (nome dos bailes de tango), generalizaram-se nas cidades e os homens deixaram de precisar de dançar uns com os outros, tornando-se essa prática residual e sendo hoje uma curiosidade histórica e espetacular, como se pode ver pelo vídeo dos irmão, acima.

  3. felix
    01/09/2018

    danço tango sem problemas e muitas vezes com outros homens e posso falar que a sensualidade com uma mulher é fantástica,mais com hombre e um jogo no qual devo saber o meu papel já que varia nos movimentos ora conduz ,ora é conduzido,de uma ou outra maneira e sensual ao máximo

  4. felix
    02/09/2018

    tango queer é o tango dançado por dois homens o dois mulheres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 01/03/2013 por em ARGENTINA, Buenos Aires, Tango e marcado .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 854.025 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

No almoço especial do Ano Novo chinês realizado na Casa de Macau de São Paulo em 18 de Fevereiro de 2018, o macaense José Noronha, 83 anos, andava a mostrar uma foto antiga para algumas pessoas que tinham mais ou menos a sua idade. Procurava ele matar as saudades dos velhos tempos em Macau. Macaense […]

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

%d blogueiros gostam disto: