Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Recordações de uma viagem-trabalho a Portugal em 2004

Portugal recordando visita (02)

Lisboa 2004

Em 2004 fazia parte da direção da Casa de Macau de São Paulo e era um ano crucial para instalação do Conselho das Comunidades Macaenses.  Além do que, em Novembro seria realizado o 5º Encontro das Comunidades Macaenses em Macau, o 2º sob os auspícios da RAEM (denominação técnica de Macau após a sua devolução para a China). Eis que o presidente da Casa, na época Júlio Branco, recebe uma convocação para uma reunião urgente em Lisboa com 2 representantes.

A Comissão Organizadora do Encontro e para instalação do Conselho, após ter-se reunido em Vancouver, Canadá, com as Casas de países de língua inglesa, reunia-se desta vez com aquelas instaladas em países lusófonos, ou seja, duas do Brasil, São Paulo e Rio, e uma de Portugal. Em uma semana, desembarcamos no aeroporto de Lisboa, após uma bem-sucedida compra de passagens de última hora pela TAP. Era apenas a segunda vez que viajava para Portugal, só que desta vez numa viagem a trabalho com quase nada de tempo para turismo.

Nas reuniões que aconteceram nas instalações da Casa de Macau de Portugal, na época o presidente era o Vitor Serra, foi apresentada uma nova versão dos Estatutos do Conselho das Comunidades Macaenses com algumas alterações e melhorias.  Ao final, com a sua aprovação pelos representantes das Casas lusófonas, foi elaborada uma Ata (Acta) que está publicada no site original do Projecto Memória Macaense, que na época, em Setembro de 2004, tinha completado 1 ano e 3 meses de existência.

Assim, para recordar esta minha última viagem a Portugal e já lá se passaram 8 anos e 6 meses, vou lhes mostrar várias fotos que trazem lembranças e saudades de algumas pessoas que já não estão mais conosco, como Henrique de Senna Fernandes e José Achiam, e se houver outras, me perdoem, pois por ignorância e para não cometer erros deixo de comentar.

Lisboa 2004 e o Rio Tejo.  Tão bela que bate uma saudade enorme no peito.

Lisboa 2004 e o Rio Tejo. Tão bela que bate uma saudade enorme no peito.

Um convívio oferecido pela Fundação Oriente fez parte do programa:

Portugal recordando visita (03)

Portugal recordando visita (06)

da esquerda, José Rocha Dinis (Jornal Tribuna Macau) Francisco Rodrigues (presidente da Casa do Rio), Vitor Serra (presidente da Casa de Portugal) José Manuel Rodrigues (presidente da Comissão Organizadora) e Júlio Branco (presidente da Casa de São Paulo)

Portugal recordando visita (04)

Portugal recordando visita (05)

Visita às instalações da então Missão de Macau em Lisboa:

Portugal recordando visita (07)

Portugal recordando visita (08)

o autor deste blog é o 3º a contar da esquerda

As reuniões na Casa de Macau em Portugal:

Portugal recordando visita (09)

Portugal recordando visita (10)

Aprovação unânime dos novos Estatutos do Conselho das Comunidades Macaenses, finalmente instalada em Novembro de 2004 em Macau

Aprovação unânime dos novos Estatutos do Conselho das Comunidades Macaenses, finalmente instalada em Novembro de 2004 em Macau

Frente/da sua esquerda - Lourenço Rosário, Luís Machado, Vitor Serra, Henrique Senna Fernandes, José M.Rodrigues, Sebastião Rosa.Atrás/da sua esquerda - Rogério Luz, António Estácio, Júlio Branco, Francisco Rodrigues e José Achiam.

Fim das reuniões, uma foto de recordação na Casa de Macau em Portugal. Frente/da sua esquerda – Lourenço Rosário, Luís Machado, Vitor Serra, Henrique Senna Fernandes, José M.Rodrigues, Sebastião Rosa.
Atrás/da sua esquerda – Rogério Luz (autor deste blog), António Estácio, Júlio Branco, Francisco Rodrigues, José Andrade e José Achiam.

Fotos de recordação da Casa de Macau em Portugal e suas instalações:

Portugal recordando visita (13)

Portugal recordando visita (14)

Portugal recordando visita (16)

Portugal recordando visita (15)

Mesmo em Portugal não se dispensa um almoço de comida chinesa.  E a convite do meu amigo de infância em Macau, Natalino Couto, almoçamos no restaurante chinês Estoril Mandarim no Casino de mesmo nome. Um “dim sum” bem delicioso:

Portugal recordando visita (17)

Natalino Couto

Natalino Couto

E ficam aqui as saudades de Lisboa, de Portugal, e uma certeza, logo logo irei voltar para uma visita mais completa e demorada pelo País.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.205.717 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

Brasão de Armas de Macau

Brasão de Armas de Macau

Os Brasões de Macau portuguesa são todos inspirados nos estilos heráldicos tradicionais da Europa. O primeiro brasão de armas de Macau foi usado até ao final do século XIX. É apenas constituído pelas armas de Portugal cercado pela inscrição Cidade do Nome de Deus, Não Há Outra Mais Leal. O segundo brasão de armas foi […]

Jantar de Boas-Vindas e Sessão de Abertura e do Encontro das Comunidades Macaenses–Macau 2019

Jantar de Boas-Vindas e Sessão de Abertura e do Encontro das Comunidades Macaenses–Macau 2019

A Sessão Solene de Abertura e Jantar de Boas Vindas do Encontro das Comunidades Macaenses – Macau 2019, oferecida pelo Governo da RAEM, foi realizada em 24 de Novembro de 2019 no Hotel Sheraton Grand Macao, Cotai Central, na Ilha da Taipa de Macau O Chefe do Executivo, Fernando Chui Sai On, cujo mandato se […]

%d blogueiros gostam disto: