Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Catedral de Buenos Aires onde o Papa Francisco era arcebispo

Com a eleição do cardeal Jorge Mario Bergoglio como Papa Francisco, em 13/03/2013, vou lhes apresentar a Catedral de Buenos Aires, Argentina, onde o novo Pontífice era arcebispo. Localiza-se próximo do centro, ao lado da Plaza de Mayo onde está a Casa Rosada, palácio do governo e palco de manifestações públicas. A região possui muitos prédios históricos e é um ponto turístico imperdível para quem visita a cidade.

(fotografias de/photos by Rogério P.D. Luz)

A Catedral de Buenos Airos, Argentina, onde o novo Papa Francisco era arcebispo

A Catedral de Buenos Airos, Argentina, onde o novo Papa Francisco era arcebispo. Não possui torres assemelhando-se mais a um templo grego. Tem 12 colunas na fachada que representam os apóstolos de Jesus, e seu interior chega aos 41 metros de altura.

(Wikipedia) A Catedral Metropolitano de Buenos Aires é a principal igreja católica em Buenos Aires, capital da Argentina. Localiza-se no centro da cidade, diante da Praça de Maio, na esquina das ruas San Martín e Rivadavia, no bairro de San Nicolás. É a igreja-mãe da Arquidiocese de Buenos Aires.

A Catedral de Buenos Aires foi reconstruída diversas vezes desde suas origens humildes no século XVI. O prédio atual é uma mistura de estilos arquitetônicos, com uma nave e um domo do século XVIII e uma severa fachada neoclássica do século XIX, sem torres. O interior mantém estátuas preciosas do século XVIII, bem como retábulos e uma rica decoração neo-renascentista e neo-barroca. No seu interior se localiza o túmulo de José de San Martín.

buenosaires08.catedral.05.208

O altar-mor com a imagem da Virgem Imaculada Conceição

Seu arcebispo atual, o cardeal Jorge Mario Bergoglio, foi eleito em 13 de março de 2013 o Papa Francisco. Possui onze dioceses sufragâneas: Avellaneda-Lanús, Gregorio de Laferrère, Lomas de Zamora, Merlo-Moreno, Morón, San Charbel, San Isidro, San Justo, San Martín, San Miguel e Santa María del Patrocinio

A matriz da arquidiocese é a Catedral Metropolitana de Buenos Aires. (Wikipedia)

o altar principal

o altar principal

O chão foi desenhado no ano 1907 e fabricado na Inglaterra com mosaico veneziano.

buenosaires08.catedral.43.257

buenosaires08.catedral.39.252 Mausoléu onde se encontram os restos mortais do General San Martin desde o ano 1880, e a seu lado, os restos do generais Guido e Las Heras, e o simbólico Soldado Desconhecido.

buenosaires08.catedral.38.250

José Francisco de San Martín y Matorras (Yapeyú, 25 de fevereiro de 1778 – Boulogne-sur-Mer, 17 de agosto de 1850) foi um general argentino e o primeiro líder da parte sul da América do Sul que obteve sucesso no seu esforço para a independência da Espanha, tendo participado ativamente dos processos de independência da Argentina, do Chile e do Peru.

buenosaires08.catedral.37.249

Catedral Buenos Aires (104)

Catedral Buenos Aires (105)

Catedral Buenos Aires (103)

buenosaires08.catedral.36.247

buenosaires08.catedral.44.258

À esquerda (foto acima), o altar  com uma imagem conhecido como “Santo Cristo de Buenos Aires” trabalhada em madeira de algarrobo.

buenosaires08.catedral.09.216

buenosaires08.catedral.40.254

buenosaires08.catedral.26.235

buenosaires08.catedral.10.217

buenosaires08.catedral.16.224

2 comentários em “Catedral de Buenos Aires onde o Papa Francisco era arcebispo

  1. Marcia Stoilov
    30/06/2019

    Qual é o padroeiro ou padroeira da Catedral? Ou seja, de quem é a imagem que está no altar maior? Obrigada.

    • A imagem no altar-mor é de Nossa Senhora de Imaculada Conceição. A padroeira da Argentina é Nossa Senhora de Luján.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.094.157 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

“A Cidade de Macau” uma canção de Filomeno Jorge “Russo”

“A Cidade de Macau” uma canção de Filomeno Jorge “Russo”

Foi-me repassado o link no You Tube da canção “A Cidade de Macau”, que não conhecia. É cantada por Filomeno A.M.Jorge (Russo), assim como é o compositor da bela canção e com letras de J.J.Monteiro. O vídeo está publicado no canal no You Tube de – boafilomena Os parabéns do Projecto Memória Macaense e Crónicas […]

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Missa e Te-Deum no Encontro das Comunidades Macaenses-Macau 2019

Como já vem acontecendo nos Encontros das Comunidades Macaenses realizadas em Macau, o programa de 2019 incluía uma missa e Te-Deum na Sé Catedral que foi celebrada no dia 26 de Novembro às 18:00 horas pelo Bispo de Macau, D. Stephen Lee Bun-sang. Uma celebração religiosa e ação de graças para agradecer por mais uma […]

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O hotel em Macau que é uma galeria de arte

O Hotel Casino (Cassino) Lisboa, de Macau, inaugurado em 3 de Fevereiro de 1970, seis anos após o início das obras em 1964, o primeiro dos tempos modernos do outrora território português na China por cerca de 440 anos, e devolvido para a China em 1999, é por excelência uma galeria de arte com peças […]

%d blogueiros gostam disto: