Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

Papa Francisco no Brasil: entrevista inédita

Foto:  Bruno Gonzalez  / Extra/Globo

Foto: Bruno Gonzalez / Extra/Globo

Não há palavras possíveis para descrever a visita do Papa Francisco ao Rio de Janeiro e ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida, para participar da JMJ – Jornada Mundial da Juventude 2013.  Poderia resumir a tudo com as palavras: ‘emoção, muita emoção‘. Pois só fotos e leitura de jornais não é suficiente, mas teria que assistir pela televisão ao vivo (em directo), desde a sua chegada, ao povo ovacionando, aos gritos, eufóricos e até chegando à histeria, como quando se vê um pop star, toda vez que o via passar pelas ruas com seu papa-móvel sem proteção nenhuma, tal como por ele exigido.  O Papa Francisco quer a proximidade com o povo, quer sentir-lo, tal como diz na entrevista abaixo, coletada do You Tube do programa exibido na Rede Globo.

Papa Francisco quer estar no meio dos fiéis, beijar e abraçar crianças, idosos e quem quer que consiga superar a barreira dos seus incansáveis seguranças para lhe estender as mãos.  Já assisti em São Paulo às visitas de Papa João Paulo II e Papa Bento XVI. Estive nas ruas para ver a sua passagem, mas confesso, é incomparável com a eufórica recepção que o povo católico e de demais crenças ofereceu a ele.

Nas cerimônias, nos espetáculos com lindas canções, nos discursos, nas palavras proferidas por artistas e gente comum, etc., é tudo revestido de muito emoção. Lágrimas sempre sobram, até os cantores de músicas religiosas nas missas não conseguem contê-las. Nunca vi nada igual.  Graças a Deus que pude assistir a quase tudo o que se passou na televisão, desde a sua chegada na 2ª feira, dia 22 até a sua partida, com muitas saudades, no domingo dia 28.  Vários canais da televisão foram generosos com horas seguidas de transmissão ao vivo, em directo.

A sua partida, após incansáveis dias seguidos de programação que até causava preocupação pela sua saúde, já que tem 76 anos e fazia muito frio e chovia nos primeiros dias da sua visita, deixou muitas saudades, não só a nós mas ao Papa Francisco também, como bem expressou no seu discurso de despedida.

Um homem simples, com palavras sábias, que gosta misturar-se ao povo, cordial e carinhoso, carismático, “indisciplinado que dá dores de cabeça aos seguranças” como revela na entrevista, e por outro lado, determinado a proceder mudanças na Igreja e crítico de certos comportamentos do clero, corajoso, isto é um pouco do que posso dizer do Papa Francisco.  Aprendi a conhecê-lo melhor nesses 7 dias da sua participação da Jornada Mundial da Juventude 2013 no Rio de Janeiro, e só lamento muito por não ter-me estruturado para viajar para a cidade maravilhosa e documentar esta grande festa com a minha câmera fotográfica.  Não seria fácil o deslocamento e estadia pois milhares de jovens e fiéis viajaram para o Rio provenientes de todo o Brasil e do mundo, e até de Macau que cá estiveram mais de uma dezena de jovens. No último dia, cerca de 3,5 milhões de pessoas estiveram na Praia de Copacabana para participar da missa e cerimônia de encerramento da Jornada Mundial da Juventude 2013, quando foi anunciada a cidade de Cracóvia em Polônia que sediará a jornada de 2016.

Agora, o meu convite para assistirem à interessante entrevista que o Papa Francisco concedeu ao repórter da Rede Globo, algo raro, pois o Papado tem evitado isso ao longo dos tempos, o que mostra a nova mentalidade e comportamento do novo Papa.  No entanto, vale destacar que no avião, de retorno à Itália, o Papa concedeu uma nova entrevista de mais de uma hora, de pé, aos repórteres de todo o mundo que o acompanhavam nesta viagem.

* se o vídeo do You Tube estiver indisponível a qualquer momento, minhas desculpas, pois pode ser que foi obrigado a ser retirado do canal do usuário.

Assisti todos os dias pela

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 866.290 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de Macau de Todos os Tempos (01)

Nesta postagem do que poderia chamar de uma série “Memórias de Macau de Todos os Tempos”, remetendo-me a um vídeo que publiquei no YouTube (vide no final), publico umas fotos antigas recolhidas ao acaso do meu extenso acervo, ora já publicadas no site (inativo) do Projecto Memória Macaense, ou não, e também já republicadas por […]

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

No almoço especial do Ano Novo chinês realizado na Casa de Macau de São Paulo em 18 de Fevereiro de 2018, o macaense José Noronha, 83 anos, andava a mostrar uma foto antiga para algumas pessoas que tinham mais ou menos a sua idade. Procurava ele matar as saudades dos velhos tempos em Macau. Macaense […]

%d blogueiros gostam disto: