Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

De Toronto, os 20 anos do Macao Club e um convívio macaense

No passado dia 17 de Agosto de 2013, o Macao Club sediado em Toronto, Canadá, comemorou 20 anos de sua fundação em 1993 com uma festa de gala realizada no Sheraton Parkway.  Contou com uma expressiva participação da comunidade chinesa, bem como de personalidades canadenses/canadianas e membros da Casa de Macau de Toronto, sua vizinha, no mesmo endereço da sede social.

Henrique Manhão, representando o Conselho das Comunidades Macaenses na qualidade de vice-presidente, viajou de Califórnia/EUA para prestigiar a comemoração, conforme informou a este blog.  Contou que também encontrou-se com os macaenses de Toronto, e disponibilizou fotos de um desses convívios que aqui publico.

Macao Club (Toronto) Inc. , de acordo com a sua página no Facebook, se declara uma associação laico, apolítico e sem fins lucrativos fundada em 1993. É um clube social que serve a comunidade de Macao na Grande Região Metropolitana de Toronto.  Seu objetivo é manter uma ligação cultural e social com Macau,  promover a cultura (chinesa, portuguesa e macaense), contribuir para o quadro multicultural canadense (canadiano) e valorizar o perfil (raise the profile) da comunidade de Macau.

Lembro que por ocasião do 1º Encontro das Comunidades Macaenses realizada em Macau, em 1993, o Macao Club, fundado nesse ano, obviamente não estava lá com a sua comitiva, porém, já a partir do 2ª edição, participou com as mesmas regalias concedidas às Casas de Macau, mantidas até a atualidade.

É a única associação formada, principalmente, por membros de comunidade chinesa da diáspora de naturais de Macau que é membro do Conselho das Comunidades Macaenses  de matriz portuguesa, porém conforme me foi explicado pelo seu presidente nos convívios que tivemos nos Encontros, o clube é aberto também à filiação de membros da comunidade macaense.

As saudações deste blog, do Projecto Memória Macaense e do autor ao Macao Club pelo seu 20º aniversário, e que sempre se sintam em casa no meio das suas congéneres, as Casas de Macau.  Afinal de contas, somos todos filhos de Macau, qual seja a raça e nacionalidade.

This blog, the website Projecto Memória Macaense and this author congratulate Macao Club for your 20th anniversary. 

OS 20 ANOS DO MACAO CLUB 

(fotos da página/photos of the official page in Facebook, with your permission, thanks)

a promoção e convite da festa dos 20 anos do Macao Club

a promoção e convite da festa dos 20 anos do Macao Club

Macao club 20 anos (02)

Henrique Manhão, é o 4º da esquerda da 1ª fila. Joe Chen, atual presidente, o 2º da última fila do topo, da esquerda.

Macao club 20 anos (05)

Na festa teve comida macaense e chinesa, além do delicioso pastel de nata (tán tát)

Na festa teve comida macaense e chinesa, além do delicioso pastel de nata (tán tát)

Entre música ao vivo, baile e tantas outras atrações, teve dança chinesa

Entre música ao vivo, baile e tantas outras atrações, teve dança chinesa

Grande público compareceu à festa

Grande público compareceu à festa

UM DOS CONVÍVIOS DO HENRIQUE MANHÃO COM OS MACAENSES DE TORONTO

Relata o Henrique que nas fotos abaixo, lá estavam o Coimbra, Bijú, Carlos Lemos, Pedrosa, Katty Simões, João Simões, Madeira de Carvalho, Cíntia Serro, António Serro, Sonny Lemos, Abé Lemos, José Anok e Glória Anok.

Henrique com a malta macaense de Toronto

Henrique com a malta macaense de Toronto

Henrique Manhao 2013 em Toronto (01)

Henrique Manhao 2013 em Toronto (02)

Henrique Manhao 2013 em Toronto (03)

Henrique Manhao 2013 em Toronto (04)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 890.882 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Imagens que trazem saudosas lembranças daquela Macau que não existe mais, mas que permanece viva na nossa memória e nas fotografias a seguir publicadas de forma aleatória, a procurar dar uma descrição a confirmar ou corrigir. O que vale mesmo é o que se diz – recordar é viver! As fotos são dos anos 50 […]

Memórias de Macau de Todos os Tempos (01)

Nesta postagem do que poderia chamar de uma série “Memórias de Macau de Todos os Tempos”, remetendo-me a um vídeo que publiquei no YouTube (vide no final), publico umas fotos antigas recolhidas ao acaso do meu extenso acervo, ora já publicadas no site (inativo) do Projecto Memória Macaense, ou não, e também já republicadas por […]

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

%d blogueiros gostam disto: