Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

13 de Outubro, 6ª aparição de N.S.Fátima, celebrado nos EUA e no Vaticano

Comunidade Macaense dos EUA

Comunidade Macaense dos EUA

13 de Outubro, é a data da 6ª e última aparição de Nossa Senhora de Fátima aos três pastorinhos e a uma multidão que assistiu ao milagre do sol em Fátima.

Henrique Manhão, dos EUA, enviou um relato de como cerca de 80 membros da comunidade macaense dos EUA comemorou a data, juntando o link de álbum com várias fotos das quais extraí algumas:

“A Comunidade Macaense festejou, solenemente, o dia de Nossa Senhora de Fátima, sua Nobre Padroeira, no dia 13 de Outubro, com missa celebrada pelo padre macaense Jorge Xavier na igreja Saint Agnes, em Rossmore (em Los Angeles, EUA) que estava completamente repleta. Participaram desse evento religioso cerca de 300  fiéis e devotos, dos quais, mais de 80 membros da nossa comunidade.

Na altura da homilia, Padre Xavier apelou pela récita diária do Santo Terço, mensagem deixada pela nossa Mãe Celestial aos três pastorinhos.

Um coro de mais de15 pessoas, dirigido por Maria Fátima Gomes ao piano entoou “O Treze de Maio” em português e inglês pela altura da recepção da Eucaristia.

Terminado o acto religioso, os nossos conterrâneos dirigiram-se para um Clube no complexo residencial de Rossmore onde foi servido um excelente almoço, arranjado por Flavia Greubel. Serviu de fotografa nesse dia a Cecília Collaço Naval que residiu no Rio , Brasil, por muitos anos.”

Veja mais fotos neste link da Sky Drive (see more photos in this link): aqui / here

UMA 011 13 outubro NS.Fatima EUA (02)

UMA 024 13 outubro NS.Fatima EUA (03)

 O 13 DE OUTUBRO NO VATICANO

Atendendo ao desejo manifestado pelo Papa Bento XVI e repetido pelo atual pontífice Papa Francisco, a imagem original de Nossa Senhora do Rosário de Fátima viajou do Santuário de Fátima, em 12 de Outubro, para servir de ícone das Jornadas Marianas, uma das últimas atividades que fazem parte do calendário oficial da Santa Sé em celebração ao Ano da Fé.

No domingo, dia 13 de Outubro, em procissão pela Praça São Pedro, a imagem foi recebida pelo Papa Francisco para em seguida ser rezado o Terço, transmitido mundialmente pela tv, e depois a santa missa presidida pelo atual pontífice.

Antes da cerimônia religiosa, a imagem esteve na residência do papa emérito Bento XVI e seguiu depois para a Casa de Santa Marta, onde habita o atual papa, para então ser levada para a Praça São Pedro onde lá estavam mais de 100 mil fiéis. À noite regressou para Portugal, onde no mesmo dia, no Santuário de Fátima, cerca de 200 mil pessoas participaram das celebrações em homenagem a Nossa Senhora de Fátima.

Veja o vídeo divulgado pela TV de Aparecida no You Tube, onde no dia 12 de Outubro, houve celebrações religiosas em comemoração ao Dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil:

NS.Fatima.2

SAIBA SOBRE A 6ª APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA FÁTIMA

(fonte: Wikipedia – Aparições de Fátima)

Devido ao facto de os pastorinhos terem revelado que a Virgem Maria iria fazer um milagre neste dia para que todos acreditassem, estavam presentes na Cova da Iria cerca de 50 mil pessoas, segundo os relatos da época. Chovia com abundância e a multidão aguardava as três crianças nos terrenos enlameados da serra. Lúcia assim descreve estes acontecimentos na Memória IV: “Saímos de casa bastante cedo, contando com as demoras do caminho. O povo era em massa. A chuva, torrencial. Minha mãe, temendo que fosse aquele o último dia da minha vida, com o coração retalhado pela incerteza do que iria acontecer, quis acompanhar-me. Pelo caminho, as cenas do mês passado, mais numerosas e comovedoras. Nem a lamaceira dos caminhos impedia essa gente de se ajoelhar na atitude mais humilde e suplicante. Chegados à Cova de Iria, junto da carrasqueira, levada por um movimento interior, pedi ao povo que fechasse os guarda-chuvas para rezarmos o terço. Pouco depois, vimos o reflexo da luz e, em seguida, Nossa Senhora sobre a carrasqueira.

Lúcia: – Que é que Vossemecê me quer? Nossa Senhora: – Quero dizer-te que façam aqui uma capela em Minha honra, que sou a Senhora do Rosário, que continuem sempre a rezar o terço todos os dias. A guerra vai acabar e os militares voltarão em breve para suas casas. – Eu tinha muitas coisas para Lhe pedir: se curava uns doentes e se convertia uns pecadores, etc. – Uns, sim; outros, não. É preciso que se emendem, que peçam perdão dos seus pecados. E tomando um aspecto mais triste: – Não ofendam mais a Deus Nosso Senhor que já está muito ofendido.  E abrindo as mãos, fê-las reflectir no Sol. E enquanto que se elevava, continuava o reflexo da Sua própria luz a projectar-se no Sol.”

Neste momento, Lúcia diz para a multidão olhar para o sol, levada por um movimento interior que a isso a impeliu. “Desaparecida Nossa Senhora, na imensa distância do firmamento, vimos, ao lado do sol, S. José com o Menino e Nossa Senhora vestida de branco, com um manto azul.” Era a Sagrada Família.

“S. José com o Menino pareciam abençoar o Mundo com uns gestos que faziam com a mão em forma de cruz. Pouco depois, desvanecida esta aparição, vi Nosso Senhor acabrunhado de dôr a caminho do Calvário e Nossa Senhora que me dava a ideia de ser Nossa Senhora das Dores.” Lúcia via apenas a parte superior do corpo de Nosso Senhor e Nossa Senhora não tinha a espada no peito “Nosso Senhor parecia abençoar o Mundo da mesma forma que S. José. Desvaneceu-se esta aparição e pareceu-me ver ainda Nossa Senhora, em forma semelhante a Nossa Senhora do Carmo, com o Menino Jesus ao colo.”

Enquanto os três pastorinhos eram agraciados com estas visões (apenas Lúcia viu os três quadros, Jacinta e Francisco viram somente o primeiro), a maior parte da multidão presente observou o chamado O Milagre do Sol. A chuva que caía cessou, as nuvens entreabriram-se deixando ver o Sol, assemelhando-se a um disco de prata fosca, podia fitar-se sem dificuldade sem cegar. A imensa bola começou a girar vertiginosamente sobre si mesma como uma roda de fogo. Depois, os seus bordos tornaram-se escarlates e deslizou no céu, como um redemoinho, espargindo chamas vermelhas de fogo. Essa luz refletia-se no solo, nas árvores, nas próprias faces das pessoas e nas roupas, tomando tonalidades brilhantes e diferentes cores. Animado três vezes por um movimento louco, o globo de fogo pareceu tremer, sacudir-se e precipitar-se em ziguezague sobre a multidão aterrorizada. Tudo durou uns dez minutos. Finalmente, o Sol voltou em ziguezague para o seu lugar e ficou novamente tranquilo e brilhante. Muitas pessoas notaram que as suas roupas, ensopadas pela chuva, tinham secado súbitamente. Tal fenómeno foi testemunhado por milhares de pessoas, até mesmo por outras que estavam a quilómetros do lugar das aparições. O relato foi publicado na imprensa por diversos jornalistas que ali se deslocaram e que foram também eles, testemunhas do milagre.

O ciclo das aparições em Fátima tinha terminado.

Imagem da Wikipedia

Imagem da Wikipedia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 683,999 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Viajar ao passado de Macau, dos belos tempos dos anos 60 e 70, é o que nos proporciona o vídeo “Macau 70”, produzido pela RTP Rádio e Televisão Portuguesa. A comemorar 70 anos, a RTP disponibilizou no seu website os arquivos para consulta ‘on-line‘ e Macau está presente numa das suas seções. Na apresentação do […]

%d blogueiros gostam disto: