Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

Memorial ao Touro Bandido e o Parque do Peão, em Barretos-S.Paulo

Na nossa viagem de carro a São José do Rio Preto, a cerca de 460 km de São Paulo, aproveitamos meio dia para ir a Barretos, a 95 km, para visitar o Parque do Peão onde se realizam os famosos rodeios a nível internacional no mês de Agosto.

Era feriado do dia 15 de Novembro de 2013, o parque inaugurado em 1985 e com área de 80 alqueires estava praticamente vazio.  Fora dos dias de festas e de rodeios não há nenhuma atividade, ficando apenas abertos o Museu Histórico e Folclórico do Peão de Boiadeiro e a loja de souvenirs com grande variedade de produtos, desde canetas a camisetas e chapéus de cowboy.  Mesmo assim, deu para matar a grande curiosidade que tinha em conhecer o local, embora bem queria estar lá no dia dos rodeios.

Junto ao museu está o Memorial ao Touro Bandido onde ele está enterrado, e próximo o imponente Monumento ao Peão com 27 metros de altura.  A cidade de Barretos fica ao lado a alguns quilômetros, porém não deu tempo para visitá-la pois o casamento era no mesmo dia.

A estrada que liga São José do Rio Preto a Barretos, Rodovia Paulo Borges de Oliveira/BR-265, está na maior parte do seu trecho com péssimas condições de asfalto, fazendo o carro pular que nem cavalo, talvez uma “prévia” dos rodeios. Mesmo assim, os motoristas que já a conhecem bem dirigem em alta velocidade, a mais de 110 km, o seu limite. Muito perigosa e não gostaria de trafegar nela de novo, embora nos trechos iniciais havia obras para a sua reforma.

(fotografia de/photos b Rogério P.D. Luz)

MEMORIAL AO TOURO BANDIDO

Memorial Touro Bandido (02)

O touro Bandido foi conceituado melhor touro de rodeio brasileiro reconhecido internacionalmente por derrubar rapidamente os peões que tentavam montar nele. Apenas um peão conseguiu permanecer por 8 segundos em cima de seu lombo, proeza realizada pelo peão Carlos de Jesus Boaventura, em Jaguariúna no ano de 2002. O touro terminou a carreira em setembro de 2008, com mais de 200 desafios disputados em todo país. Bandido sofreu de câncer de pele, próximo a região do olho esquerdo e morreu em 4 de janeiro de 2009, com quinze anos, na Fazenda Santa Martha, Icém. Foi enterrado no Memorial do Peão, no Parque do Peão, em Barretos. (Wikipedia)

Bandido teve 70 filhos, deixou 2000 doses de sêmen congelado e três clones seus, até a data de sua morte. Participou da novela “América” da Rede Globo que o fez tornar-se conhecido no Brasil inteiro.

Memorial Touro Bandido (03)

Veja o vídeo do Touro Bandido nos rodeios:

MONUMENTO AO PEÃO

Idealizado por Valter Corsino com o objetivo de homenagear todos os profissionais de rodeio. O monumento que foi inaugurado em 2005 para comemorar os 50 anos da maior Festa do Peão da América Latina é uma obra do artista plástico Juvenal Irene e tem uma altura de 27 metros.

Parque Peao Barretos (08)

Parque Peao Barretos (01)

MEMORIAL DO PEÃO DE BOIADEIRO (MUSEU HISTÓRICO E FOLCLÓRICO DO PEÃO DE BOAIADEIRO)

Memorial do Peao (08).jpg

Inaugurado em 2005, o Memorial ocupa um espaço de 1.493 m2. Conta a história da Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos e de seu fundador, o Clube Os Independentes.

Memorial do Peao (02)

Memorial do Peao (03)

Memorial do Peao (04)

ESTÁDIO DE RODEIOS

Com capacidade para 35 mil pessoas sentadas, o Estádio de Rodeios tem o projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer e seu formato é uma ferradura. Além de rodeios, o espaço também é utilizado para shows de música sertaneja e country.

Parque Peao Barretos (11)

Parque Peao Barretos (12)

Além de galeria especial, o prédio é o local onde os peões se preparam para a montaria e também, onde os animais ficam alojados.

OUTRAS VISTAS DO PARQUE DO PEÃO

Parque Peao Barretos (10)

Parque Peao Barretos (09)

Parque Peao Barretos (15)

Obra assinada por Juvenal Irene, fica próximo ao Estádio de Rodeios. O objetivo é prestar homenagem à modalidade de Rodeio que foi a primeira a ser praticada no Brasil. Tem 7 metros de altura.

Obra assinada por Juvenal Irene, fica próximo ao Estádio de Rodeios. O objetivo é prestar homenagem à modalidade de Rodeio que foi a primeira a ser praticada no Brasil. Tem 7 metros de altura.

Parque Peao Barretos (06)

Parque Peao Barretos (07)

* Consultas: site oficial de Os Independentes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 683,999 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Viajar ao passado de Macau, dos belos tempos dos anos 60 e 70, é o que nos proporciona o vídeo “Macau 70”, produzido pela RTP Rádio e Televisão Portuguesa. A comemorar 70 anos, a RTP disponibilizou no seu website os arquivos para consulta ‘on-line‘ e Macau está presente numa das suas seções. Na apresentação do […]

%d blogueiros gostam disto: