Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Forte Nossa Senhora da Graça em Elvas – Portugal

Forte Nossa Senhora da Graça, Elvas, Portugal (imagem do grupo Regressar às Origens do Facebook)

Forte Nossa Senhora da Graça, Elvas, Portugal (imagem coletada do grupo Regressar às Origens do Facebook)

Chamou-me atenção a foto deste forte compartilhada (partilhada) por amigos no Facebook, cuja origem é do grupo “Regressar às Origens” no caso, Portugal. Não o conhecia e achei super interessante o complexo da fortificação em forma de estrela.

Aquela publicação chamava atenção pelo “avançado estado de degradação” deste monumento histórico classificado em Junho de 2012 como Património Mundial da Humanidade, pela Unesco. Eis o texto:

“Um dos principais exemplares da arquitectura militar Portuguesa (recentemente classificado como Património Mundial da Humanidade, pela Unesco) o Forte Nª Srª da Graça, em Elvas, está em avançado estado de degradação, o que constitui um atentado ao Património e História de Portugal… Pedimos que PARTILHEM ao máximo esta foto, de modo a despertar consciências, apurar responsabilidades… que todos os Portugueses conheçam esta situação, com objectivo final de se encontrar uma urgente solução para a recuperação e utilização deste fantástico monumento.

Em defesa do Património Histórico e Cultural de Portugal, PARTILHEM, porque muitos seremos poucos para denunciar esta situação e ajudar a recuperar o forte. Este também será um espaço de opinião, debate, onde convidamos todos a partilhar as suas ideias, noticias e tudo o que contribuir para esta causa….Obrigado a todos! Em nome de PORTUGAL, PARTILHEM!”

Fui logo fazer uma pesquisa sobre o forte e eis a sua história, vídeo e imagens, além de uma informação na SAPO-PT a respeito das obras de restauração. Antes deixe-me dizer, Portugal tem um rico património histórico que precisava preservar a qualquer custo. Não sei como está hoje, mas nas minhas curtas viagens em 1996 e 2004 pude constatar que há muito trabalho para fazer, pois nem tudo está bem cuidado, o que não é nada bom para o turismo, principalmente para a sua importante preservação.  E, enquanto eu não fizer uma viagem mais duradoura para conhecer este belo Portugal, ficam aqui os registros captados na internet:

Foto da Wikimedia Commons de autoria de Michael Clarke Stuff

Foto da Wikimedia Commons de autoria de Michael Clarke Stuff

Forte de Nossa Senhora da Graça

fonte: Wikipedia

O Forte de Nossa Senhora da Graça, oficialmente denominado como Forte Conde de Lippe, no Alentejo, localiza-se na freguesia da Alcáçova, a cerca de um quilómetro a norte da cidade de Elvas, concelho de mesmo nome, distrito de Portalegre, em Portugal.

Em posição dominante sobre o chamado Monte da Graça, integrava a defesa da Praça-forte de Elvas, que complementava.

História

No século XVII, a posição estratégica do monte da Graça, ocupada por tropas espanholas no contexto da Guerra da Restauração da independência, muito caro custou a Portugal durante o cerco a Elvas (1658-1659).

Um século mais tarde, durante a Guerra dos Sete Anos (1756-1763), a cidade sofreu novo sítio (1762). Com esse fato em mente, sob o reinado de D. José I (1750-1777), tendo o Marquês de Pombal chamado o Marechal Wilhelm von Schaumburg-Lippe, conde de Lippe para reorganizar o Exército português, determinou-lhe traçar planos para a modernização daquela praça-forte.

Os trabalhos do Forte da Graça iniciaram-se em 1763, estendendo-se até ao reinado de Dna. Maria I (1777-1816), que a inaugurou em 1792, com o nome de Forte Conde de Lippe, militar que havia proposto a sua construção e que comandou o Exército português entre 1762 e 1764.

O forte resistiu às tropas espanholas durante a chamada Guerra das Laranjas (1801) e, mais tarde, no contexto da Guerra Peninsular, às tropas do general Nicolas Jean de Dieu Soult, que a bombardearam (1811), não chegando a tomá-la.

Utilizado no passado como prisão militar, o conjunto encontra-se hoje (2013) em condições próximas da ruína, aguardando a sua cedência à Câmara Municipal de Elvas para consolidação e restauro.

Características

A estrutura, de planta quadrangular com cento e cinquenta metros de lado, é completada por baluartes pentagonais nos vértices. Quatro revelins cobrem as cortinas, a meio das quais de inserem o portão monumental (Porta do Dragão) e três poternas.

O corpo central da praça apresenta um reduto elevado, de planta circular, com dois pavimentos e parapeito, abrindo canhoneiras para três ordens de baterias em casamatas. Sobre o reduto, como sua lanterna central, uma torre circular com dois pavimentos abobadados: o primeiro constituindo-se em uma capela decorada e o segundo, na Casa do Governador. Abaixo da capela, escavada na rocha viva, uma cisterna constitui-se em uma de suas obras mais notáveis.

Externamente, a estrutura é completada por um hornaveque com seu revelim e poterna, e por um fosso seco, largo e profundo.

Vídeo divulgado pela Câmara Municipal de Elvas

Foto da SAPO

Foto da SAPO

Notícia publicada pela SAPO em 06/06/2013 informava: “O Forte da Graça, em Elvas, vai ser restaurado pela Câmara Municipal após acordo com o Ministério da Defesa Nacional para sua cedência por 40 anos.” (Nuno Veiga/Lusa)

Elvas – a cidade conforme a Wikipedia

Elvas OTE é uma cidade raiana portuguesa situada no Distrito de Portalegre, na região do Alentejo e na sub-região do Alto Alentejo, com 15 941 habitantes (2011).

É sede de um município com 631,29 km² de área e 23 078 habitantes (Censos 2011), subdividido em 7 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Arronches, a nordeste por Campo Maior, a sudeste pelos municípios espanhóis de Olivença e Badajoz, a sul pelo Alandroal e por Vila Viçosa e a oeste por Borba e por Monforte.

Portugal castelo em Elvas (05)

Às portas de Espanha, distando apenas 8 km (em linha recta) da cidade de Badajoz, Elvas foi a mais importante praça-forte da fronteira portuguesa, a cidade mais fortificada da Europa, tendo sido por isso cognominada “Rainha da Fronteira”. A 16 de Setembro de 2013, Elvas e Badajoz assinaram um protocolo de união e converteram-se numa Euro-cidade, com o objectivo de atrair mais emprego, investimento e desenvolvimento às duas urbes. As duas cidades formam uma cidade com cerca de 200 mil habitantes.

Elvas alberga o maior conjunto de fortificações abaluartadas do mundo 5 as muralhas de Elvas, as quais em conjunto com o centro histórico da cidade são Património Mundial da Humanidade, título atribuído pela UNESCO a 30 de Junho de 2012.

Segundo um estudo realizado pelo jornal Expresso relativamente à qualidade de vida das cidades portuguesas, Elvas foi classificada como a 12ª melhor cidade de Portugal, e a 2ª melhor do Alentejo, apenas atrás de Évora

Onde fica Elvas? No ponto vermelho

Onde fica Elvas? No ponto vermelho

2 comentários em “Forte Nossa Senhora da Graça em Elvas – Portugal

  1. Qualdouro
    24/11/2015

    Resolvido! Restaurado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 05/02/2014 por em Elvas, Forte N.S. da Graça e marcado , , , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 1.342.443 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Blog do Projecto Memória Macaense

Em Macau, três novos livros de dois autores em língua portuguesa

Em Macau, três novos livros de dois autores em língua portuguesa

O livro de poemas “Pétalas ao Vento” lançado a título póstumo de José Maria Bártolo e outras recentes obras do Manuel V. Basílio, “Sítios com Histórias”, em dois volumes, foram lançados oficialmente em 5 de Novembro de 2021. A sessão de lançamento realizada no Instituto Internacional de Macau-IIM, foi presidida por Rufino Ramos, seu secretário-geral […]

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Hércules António e suas filmagens dos anos 50 e 60

Foi graças a um dvd distribuído por um dos seus filhos, que possibilitou ao Projecto Memória Macaense – PMM montar diversos vídeos filmados por Hércules António que nos trazem velhas e memoráveis lembranças daquela Macau antiga que mora no coração dos macaenses e daqueles que tiveram vivência no território. Os vídeos publicados no YouTube nos […]

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

“Macau linda” música adaptada por J. J. Monteiro, foi interpretada por Rubye de Senna Fernandes

No livro “Meio Século em Macau” de J. J. Monteiro (José Joaquim Monteiro) composto por dois volumes, nas últimas páginas do Volume II estão as letras da canção “Macau (linda)”, que infelizmente não temos a gravação e nem se sabe se houve, talvez nos arquivos pessoais de algum macaense ou familiares. Trata-se de uma música […]

%d blogueiros gostam disto: