Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

Macau e a sua “primavera sino-macaense”

Foto do Jornal Tribuna de Macau

Foto do Jornal Tribuna de Macau: 1ª manifestação

Macau viveu também a sua “primavera sino-macaense” nesta semana, em dois dias seguidos, a exemplo da “primavera brasileira” ou “primavera árabe”. Milhares de pessoas foram às ruas protestar contra um projeto do governo local chamado de “regime de garantias para os titulares de cargos públicos”. Pela primeira vez na história da cidade tão grande número de pessoas foram às ruas para protestar. Macau estava em polvorosa!

A primeira manifestação, que segundo os organizadores, reuniu de 15 a 20 mil pessoas nas ruas, embora a polícia diga que foram 7 mil, era composta, na maioria, por jovens portando cartazes bilíngues, em chinês e alguns em português e aconteceu no dia 25 de maio.

No dia seguinte, novamente, cerca de 7.500 manifestantes, estimativa da organização dos protestos e 4.900 segundo a polícia, concentraram-se diante da Assembleia Legislativa para acompanhar a discussão no plenário do projeto de lei do governo. Um drone surpreendeu a todos ao voar sobre a multidão, provavelmente para vigiá-los conforme informa a imprensa de Macau.

O movimento que repercutiu com protestos em Portugal, na Austrália e em Taiwan por parte de estudantes de Macau,  teve efeito imediato. O governo pediu à Assembleia Legislativa a retirada de votação do projeto que foi aprovado pelos deputados, já no terceiro dia em 27 de maio. Alegava que antes precisa fazer melhor consulta pública.

À distância, aqui do Brasil, acompanhei o noticiário pela imprensa de Macau, e através de um grupo no Facebook com base na cidade que não poupou árduas críticas à iniciativa do projeto.  Acreditava estar a viver um momento histórico de Macau e uma evidência, ao que parece, a validade do princípio de Um País, Dois Sistemas aplicado na reunificação do território à China e que tem um prazo de 50 anos desde 1999. Penso, se além das fronteiras, no continente, isso teria acontecido ou permitido diante do seu vulto e a livre informação nos meios de comunicação. No fundo, causou-me certa preocupação.

Para os amigos leitores que não conhecem bem Macau, a cidade e suas duas ilhas com um total de 28,6 km2, tem uma população estimada em 2013 de cerca de 600 mil habitantes, portanto o número de manifestantes até que representa na proporção um valor significativo.

Foto do jornal Hoje Macau atribuída à Rádio Macau

Foto do jornal Hoje Macau atribuída à Rádio Macau: 1ª manifestação

Para entender melhor o movimento leia os artigos abaixo da imprensa de Macau de língua portuguesa nos links abaixo, e outros que puder encontrar em pesquisas nos jornais:

Jornal Tribuna de Macau:

http://jtm.com.mo/local/milhares-na-rua-fizeram-governo-recuar-regime-de-garantias/#sthash.uS2jc0kf.dpuf

http://jtm.com.mo/local/macau-acordou-grita-pela-demissao-chefe/#sthash.23X1DDab.dpuf

http://jtm.com.mo/local/suspensa-votacao-regime-de-garantias/

*nota de 30/05: para ainda melhor avaliar o momento, leia esta notícia publicada em Macau neste link – http://jtm.com.mo/actual/detido-grande-numero-de-activistas/

Jornal Hoje Macau:

http://hojemacau.com.mo/?p=70782

http://hojemacau.com.mo/?p=70854 (outros artigos com links nos próprios artigos)

Jornal Ponto Final:

http://pontofinalmacau.wordpress.com/2014/05/26/protesto-quente/

http://pontofinalmacau.wordpress.com/2014/05/26/deputados-concedem-imunidade-total-ao-chefe-do-executivo/

http://pontofinalmacau.wordpress.com/2014/05/28/se-nao-protestar-hoje-viverei-para-sempre-arrependido/

Foto do jornal Hoje Macau: concentração diante da Assembleia Legislativa

Foto do jornal Hoje Macau: concentração diante da Assembleia Legislativa

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 29/05/2014 por em Manifestações e marcado , , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 893.480 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de Macau de Todos os Tempos (02)

Imagens que trazem saudosas lembranças daquela Macau que não existe mais, mas que permanece viva na nossa memória e nas fotografias a seguir publicadas de forma aleatória, a procurar dar uma descrição a confirmar ou corrigir. O que vale mesmo é o que se diz – recordar é viver! As fotos são dos anos 50 […]

Memórias de Macau de Todos os Tempos (01)

Nesta postagem do que poderia chamar de uma série “Memórias de Macau de Todos os Tempos”, remetendo-me a um vídeo que publiquei no YouTube (vide no final), publico umas fotos antigas recolhidas ao acaso do meu extenso acervo, ora já publicadas no site (inativo) do Projecto Memória Macaense, ou não, e também já republicadas por […]

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

%d blogueiros gostam disto: