Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

Um passeio de trem Maria-Fumaça na cidade de São Paulo

Trem a vapor - Maria Fumaça

Trem a vapor – Maria Fumaça

Em plena cidade de São Paulo você também pode fazer um passeio de trem (comboio) Maria Fumaça, mesmo curto, mas com todo requinte de nostalgia. É logo ali, ao lado do recém reformado e lindo Museu de Imigração, o Memorial do Imigrante, no bairro de Moóca.

O passeio é feito numa locomotiva fabricada nos Estados Unidos em 1922, que após prestar serviços no Rio de Janeiro e na Central Brasil em 1930, foi totalmente recuperada pela ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária), com apoio do Memorial do Imigrante e re-inaugurada em 1998. A locomotiva à vapor puxa dois vagões: o primeiro, um carro de aço fabricado da década de 50 e o segundo, um carro de madeira de 1928.

A locomotiva circula exclusivamente no desvio do Museu de Imigração, em trilho que só serve a ela, e faz um percurso interessante que dura cerca de 25 minutos. Sem ter área para manobras, no início do passeio de nostalgia o trem circula de marcha ré até a área de oficina de ABPF, onde são restauradas composições antigas, que fica embaixo de um viaduto da Radial Leste, depois volta seguindo até próximo da estação de metrô Bresser-Moóca, e novamente retorna de ré até a estação inicial de embarque.

Antes do embarque dos passageiros e durante a viagem, a tripulação conta a história da antiga rede ferroviária, os objetivos e o trabalho da associação que luta pela preservação da sua memória.  Até como simbologia, o bilhete é perfurado tal como a inspeção que se fazia nos tempos antigos. Tudo isso num clima alegre auxiliado pela simpatia da tripulação trajada a rigor.

Maria Fumaça trem estação Museu Imigração (22)

Bilhete perfurado de “fiscalização”

(fotografia de/photos by Rogério P.D. Luz – clicar nas fotos menores para ampliar)

Maria Fumaça trem estação Museu Imigração (01) - Cópia

O funcionamento da Maria Fumaça só acontece nos sábados, domingos e feriados, das 10:30 às 16:00 horas com partidas a cada hora aproximadamente.  Nos dias úteis, nas quintas e sextas-feiras, só funciona para excursões agendadas previamente.  No entanto, sugiro que consulte o site oficial (veja no final) ou pelo telefone os dados mais precisos, especialmente se você vem de outro município ou estado.

O trem sege de ré até o pátio onde funciona a oficina de manutenção e restauração da associação ABPF.

O trem sege de ré até o pátio onde funciona a oficina de manutenção e restauração da associação ABPF.

Depois, viaja no desvio do Museu da Imigração da antiga Hospedaria do Imigrante, circulando paralelo à Rede Feroviária

Depois, viaja no desvio do Museu da Imigração da antiga Hospedaria do Imigrante, circulando paralelo à Rede Feroviária

Sao Paulo trem Maria Fumaca (02)

Vai até quase embaixo da estação de metrô Bresser e volta até a estação inicial de embarqe

O simpático tripulante Andersen conta a história da antiga rede feroviária, o trabalho de preservação da associação ABPF, e cria um clima nostálgico

O simpático tripulante Andersen conta a história da antiga rede feroviária, o trabalho de preservação da associação ABPF, e cria um clima nostálgico

Viajamos no vagão de aço da década de 50 que lembrava os tempos em que o transporte de passagiros por ferrovia chegava a Santos, no litoral de São Paulo. Os assentos são originais. O espaço fazia inveja aos apertados assentos de aeronaves.

Viajamos no vagão de aço da década de 50 que lembrava os tempos em que o transporte de passageiros por ferrovia chegava a Santos, no litoral de São Paulo. Os assentos são originais. O espaço fazia inveja aos apertados assentos de aeronaves.

Maria Fumaça trem estação Museu Imigração retrô 2 (07)

Esta locomotiva Maria Fumaça data de 1922 e foi fabricado nos EUA. É movida a vapor.

Você pode alugar trajes do início do século 20 (no Museu da Imigração) e tirar fotos ao lado do trem, tudo em nome da nostalgia

Você pode alugar trajes do início do século 20 (no Museu da Imigração) e tirar fotos ao lado do trem, tudo em nome da nostalgia

O trem circula ao lado trens da Rede Ferroviária

O trem circula ao lado trens da Rede Ferroviária

Maria Fumaça trem estação Museu Imigração retrô 2 (02)

Nos trilhos da direita circula o trem Maria Fumaça

O trem circula por entre trens e vagões antigos que foram compradas pela ABPF para restauro e preservação.  A associação não conta com apoio governamental.  A ferrovia no Brasil é muito limitada no transporte de passageiros e até de carga, mais restrita a curtos trechos, uns turísticos.  O investimento em rodovias e transporte aéreo matou a ferrovia, ao contrário de outro países, como por exemplo a Europa, até inclusive a China, onde reina a modernidade mas com sabedoria para manter e estimular o transporte ferroviário com trens-bala.  Esta sabedoria no Brasil está restrito a boas intenções, a papéis e projetos, só isso! Uma pena, pois prevalece um desconhecido jogo de interesses.

O trem roda de ré até o pátio onde funciona a oficina da ABPF debaixo do viaduto da Radial Leste (foto abaixo da esquerda) e depois retorna até a estação de embarque num passeio de cerca de 25 minutos. Na foto da direita funciona a sede regional SP da ABPF.

O Maria Fumaça circula ao lado dos trens da Rede Ferroviária

O Maria Fumaça circula ao lado dos trens da Rede Ferroviária

O vagão de madeira de 1922 puxado pelo Maria Fumaça

O vagão de madeira de 1922 puxado pelo Maria Fumaça

Folheto promocional com endereço físico e do site, telefones e e-mail. Clicar nas imagens para ampliar. Informe-se previamente para não perder a viagem.

* Preço das passagens (posição 12/10/2014): R$ 10,00 no vagão de aço e R$ 15,00 no vagão de madeira. Não há desconto para estudantes e terceira-idade. O valor cobrado serve para auxiliar a manutenção dos objetivos de preservação. É uma boa causa! Dê o seu apoio.

* Dados e informações coletadas do site oficial da ABPF – www.abpfsp.com.br 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 663,775 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Viajar ao passado de Macau, dos belos tempos dos anos 60 e 70, é o que nos proporciona o vídeo “Macau 70”, produzido pela RTP Rádio e Televisão Portuguesa. A comemorar 70 anos, a RTP disponibilizou no seu website os arquivos para consulta ‘on-line‘ e Macau está presente numa das suas seções. Na apresentação do […]

%d blogueiros gostam disto: