Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

Porsche consegue em Interlagos a 1ª vitória na FIA WEC Le Mans Series nas 6 Horas de São Paulo

Fia Wec 2014 disputa domingo (11)

Porsche 919 Hybrid  nº 14 lidera na hora final da prova de endurance ao entardecer em Interlagos

(see press release in english)

Nesta postagem a notícia da corrida da Le Mans 6 Horas de São Paulo no domingo dia 30, em que a Porsche finalmente conseguiu a sua primeira vitória na categoria e a Toyota faturou a conquista do título de construtores de 2014.

Noutra postagem vai publicada a notícia dedicada às categorias LMGTE Pro e Am. Esta se refere às categorias LMP1 e 2 (this post is about MP1 & 2. Next one is about LMGTE Pro & Am):

(Fotografias exclusivas de/photos by Rogério P.D. Luz – Imagens DaLuz/Velocidade – clicar na fotos para ampliar)

a largada com o Porsche nº 20 na liderança

a largada com o Porsche nº 20 na liderança

Porsche vence pela primeira vez no dia da despedida de Tom Kristensen

(Press release da Dinho Leme Comunicação)

Trio formado por Neel Jani, Romain Dumas e Marc Lieb ganhou o duelo com a Toyota e faturou a terceira edição da Le Mans 6h de São Paulo com 55 mil pessoas no Autódromo

A Porsche confirmou o favoritismo construído nos treinos e venceu a terceira edição da Le Mans 6 Horas de São Paulo, prova disputada neste domingo (30), no Autódromo de Interlagos. Neel Jani, Romain Dumas e Marc Lieb superaram a dupla campeã mundial de 2014, formada por Anthony Davidson e Sébastien Buemi, da Toyota, e conquistaram a primeira vitória da equipe alemã no Campeonato Mundial de Endurance – FIA WEC, em um dia histórico não apenas pelo triunfo do time alemão como, também, pelo encerramento da carreira do nove vezes vencedor de Le Mans, Tom Kristensen..

A lista dos três primeiros colocados da Le Mans 6 Horas de São Paulo foi completada pelo trio do Audi R-18 e-tron quattro número um, formado pelo brasileiro Lucas Di Grassi, Loic Duval e Kristensen. Após algumas trocas de posições ao longo da corrida, o Porsche 919 Hybrid número 14 assumiu a liderança definitivamente após a última rodada de paradas nos boxes, quando Jani, responsável pelo último turno de pilotagem do time alemão, abriu 17 segundos de vantagem para Davidson.

Restando 29 minutos para o término da corrida um acidente com o australiano Mark Webber, que conduzia o outro protótipo Porsche ao lado de Timo Bernhard e Brendon Hartley, obrigou a direção de prova a acionar o Safety Car e terminar a prova sob bandeira amarela. O carro do ex-Fórmula 1 sofreu um princípio de incêndio após receber um toque da Ferrari de Matteo Cressoni e bater na curva do Café.

Romain Dumas destacou a importância da primeira vitória da Porsche no Campeonato Mundial de Endurance. “Esse resultado foi muito bom para nós. Progredimos pois tivemos muitos pódios e hoje, finalmente, veio a vitória que faltava. Nós aproveitamos a corrida, pois nossos adversários estavam muito fortes. Tivemos uma grande batalha com a Toyota”, comentou o francês.

Jani lembrou da intervenção do Safety Car no final da corrida, fato que impossibilitou uma possível disputa no fim da prova. “Tivemos uma grande disputa com a Toyota no início, depois trocamos posições algumas vezes durante a corrida. A entrada do Safety Car impediu uma possível disputa no fim, o que para nós foi ótimo. Primeira vitória é muito especial, foi bom”, disse.

Lieb lembrou do trabalho que a equipe teve para retomar a liderança da corrida. “Tivemos uma grande vitória hoje, perdemos a posição no início e batalhamos para recuperar, estou muito feliz”, concluiu.

Pela classe LMP2, o protótipo da equipe KCMG, pilotado por Matthew Howson, Richard Bradley e Alexandre Imperatori, não teve dificuldades para ficar com a vitória, uma vez que seus concorrentes sofreram com incidentes ao longo da corrida. Olivier Pla, companheiro de Roman Rusinov e Julien Canal, bateu o Ligier JS P2-Nissan da G-Drive Racing ainda na primeira hora de corrida. Os carros da SMP Racing também sofreram problemas e não puderam ameaçar o trio da KCMG.

O título de pilotos, porém, ficou com Sergey Zlobin, da SMP Racing, que chegou a 146 pontos, nove a mais em relação ao trio da G-Drive Racing. Com os companheiros de pilotagem do protótipo Oreca, Nicolas Minassian e Maurizio Mediani, o russo completou a prova com 18 voltas a menos em relação aos vencedores da classe LMP2. “Esta primeira posição no campeonato é sensacional, pois meu caminho não foi nada fácil. Digamos que eu tive que contar com a sorte”, comentou o campeão.

Ao todo 55 mil pessoas estiveram em Interlagos durante a etapa que ficou marcada não só pela vitória da Porsche depois do seu retorno à categoria LMP1, mas, também, pela despedida do dinamarquês da Audi. Após a corrida, ele falou.”Quero dar os parabéns para a Toyota pelo título e à Porsche pela vitória. Estamos muito felizes por estar no pódio em uma corrida difícil”.

“Ainda não caiu a ficha para mim que esta foi minha última prova, mas sem dúvida foi uma das etapas mais felizes e emocionantes para mim com todo o suporte e carinho que recebi. Preciso agradecer muita gente por tudo que consegui, levo todas as minhas memórias felizes comigo e conseguir terminar no pódio foi a realização de um sonho”, encerrou Tom.

A temporada 2015 do Campeonato Mundial de Endurance – FIA WEC terá início no dia 12 de abril, com a realização das 6 Horas de Silverstone, na Inglaterra.

Fia Wec 2014 alinhamento largada (01)

Resultado final da Le Mans 6 Horas de São Paulo:

1 – Neel Jani, Romain Dumas, Marc Lieb (Porsche Team/LMP1) – 249 voltas

2 – Anthony Davidson, Sébastien Buemi (Toyota Racing/LMP1) – à 0s170

3 – Tom Kristensen, Loic Duval, Lucas Di Grassi (Audi Sport Team Joest/LMP1) – à 1 volta

4 – Stéphane Sarrazin, Alexander Wurz, Mike Conway (Toyota Racing/LMP1) – à 1 volta

5 – Benoit Tréluyer, André Lotterer, Marcel Fässler (Audi Sport Team Joest/LMP1) – à 1 volta

6 – Matthew Howson, Richard Bradley, Alexandre Imperatori (KCMG/LMP2) – à 24 voltas

7 – Darren Turner, Stefan Mücke (Aston Martin Racing/LMGTE-Pro) – à 28 voltas

8 – Frédéric Makowiecki, Patrick Pilet (Porsche Team Manthey/LMGTE-Pro) – à 28 voltas

9 – Davide Rigon, James Calado (AF Corse-Ferrari/LMGTE-Pro) – à 28 voltas

10 – Gianmaria Bruni, Toni Vilander (AF Corse-Ferrari/LMGTE-Pro) – à 29 voltas

11 – Alex MacDowall, Darryl O’Young, Fernando Rees (Aston Martin Racing/LMGTE-Pro) – à 29 voltas

12 – Jörg Bergmeister, Richard Lietz (Porsche Team Manthey/LMGTE-Pro) – à 29 voltas

13 – Paul Dalla Lana, Pedro Lamy, Christoffer Nygaard (Aston Martin Racing/LMGTE-Am) – à 30 voltas

14 – Kristian Poulsen, David, Heinemeier-Hansson, Nicki Thiim (Aston Martin Racing/LMGTE-Am) – à 30 voltas

15 – Stephen Wyatt, Michele Rugolo, Andrea Bertolini (AF Corse-Ferrari/LMGTE-Am) – à 30 voltas

16 – Christian Ried, Klaus Bachler, Khaled Al Qubaisi (Proton Competition-Porsche/LMGTE-Am) – à 32 voltas

17 – François Perrodo, Emmanuel Collard, Matthieu Vaxivière (Prospeed Competition-Porsche/LMGTE-Am) – à 32 voltas

18 – Dominik Kraihamer, Andrea Belicchi, Fabio Leimer (Rebellion Racing/LMP1) – à 35 voltas

19 – Nicolas Prost, Nick Heidfeld, Mathias Beche (Rebellion Racing/LMP1) – à 38 voltas

20 – Sergey Zlobin, Nicolas Minassian, Maurizio Mediani (SMP Racing/LMP2) – à 42 voltas

21 – Emerson Fittipaldi, Alessandro Pier Guidi, Jeffrey Segal (AF Corse-Ferrari/LMGTE-Am) – à 63 voltas

Não completaram

Timo Bernhard, Mark Webber e Brendon Hartley (Porsche Team/LMP1) – à 13 voltas

Gianluca Roda, Paolo Ruberti, Matteo Cressoni (8 Star Motorsports-Ferrari/LMGTE-Am) – à 44 voltas

Kirill Ladygin, Viktor Shaitar, Anton Ladygin (SMP Racing/LMP2) – à 113 voltas

Pierre Kaffer, Lucas Auer (Lotus/LMP1) – à 189 voltas

Roman Rusinov, Olivier Pla, Julien Canal (G-Drive Racing/LMP2) – à 208 voltas

O Toyota TS 040 Hybrid é um protótipo LMP/1-H

O Toyota TS 040 Hybrid é um protótipo LMP1-H

O protótipo Rebellion R-One Toyota é da categoria LMP1-L

O protótipo Rebellion R-One Toyota é da categoria LMP1-L

O Oreca 03R Nissan é um protótipo aberto da categoria LMP2

O Oreca 03R Nissan é um protótipo aberto da categoria LMP2

Legenda: a) LMP1-H (Le Mans Prototypes): é composto por equipes de fábrica (Porsche/Toyota/Audi) que competem com protótipos com motor elétrico e à combustão chamados de híbrido. Cada fábrica compete com 2 carros; b) LMP1-L: são protótipos de particulares com motor apenas à combustão; c) LMP2: são protótipos abertos ou fechados de equipes independentes e as equipes tê um custo limitado no regulamento, não podendo, por exemplo, o carro sem motor custar mais de 370 mil euros.

Fia Wec 2014 disputa domingo (09)

 

O Porsche 919 nº 20 de Timo Bernhard, Mark Webber e Brendon Hartley na lideranã nestas duas fotos abaixo

Devido ao grave acidente com o Porsche 919 nº 40 faltando 29 minutos para o término, a corrida terminou com o safety car liderando uma fila de carros

Devido ao grave acidente com o Porsche 919 nº 40 conduzido por Mark Webber faltando 29 minutos para o fim da prova, a corrida terminou com o safety car liderando uma fila de carros

Fia Wec 2014 fim de corrida (02)

Porsche celebrate maiden FIA WEC win in Brazil; Toyota seal Manufacturers’ title

(Press release from FIA WEC Media)

Porsche celebrated its first endurance prototype win since 1989 when they took a well-deserved FIA World Endurance Championship win at Interlagos today after a sensational 6 Hours of Sao Paulo today.

One entry from each of the three major manufacturers finished on the final podium of the season to bring to a climax the 2014 FIA WEC season. The action, which played out in front of over 55,000 race fans, saw some thrilling side-by-side action that truly evoked the spirit of endurance racing.

Neel Jani in the #20 Porsche 919 Hybrid took the chequered flag ahead of Anthony Davidson’s Toyota TS 040 Hybrid after a ferocious race long duel. His team mates Marc Lieb and roman Dumas also drove impeccable stints to ensure that Porsche ended their debut year in the FIA WEC on a massive high.

The race ended under safety car after a serious accident between Mark Webber’s pole winning #20 Porsche 919 Hybrid and the #90 8 Star entered Ferrari 458 Italia of Matteo Cressoni. Cressoni was checked by the medical staff at the side of the track and cleared, while Webber, who was awake and alert, was taken to the circuit medical centre for further examination.

The second place earned by the #8 Toyota Racing duo of Sebastien Buemi and Anthony Davidson clinched the 2014 FIA World Endurance Manufacturers’ title for the Japanese manufacturer. This was despite contact with the #75 Prospeed Porsche which sent Buemi in to a spin during the second hour.

At the final stop the #8 Toyota Racing crew elected to take fresh tyres and Davidson re-entered the circuit 17-seconds behind Jani. Davidson was making steady in-roads in to the lead when the Webber/Cressoni accident took place and ended any charge for a fifth race victory of the season.

For many reasons it was a joyous day for the FIA World Endurance Championship in Brazil today. Tom Kristensen finished his final ever race in third place to delight his team and his legions of fans worldwide. Lucas Di Grassi and Loic Duval set up the hard-earned podium place, which was the first for the #1 Audi trio since COTA in September.

The legendary Dane completed his fairy-tale career by spraying champagne over his team mates, rivals and the Audi Sport Team Joest personnel below him on the podium in an unforgettable scene. It was a fitting way for a remarkable career to come to a close.

In fourth position was the #7 Toyota TS 040 Hybrid driven by Stephane Sarrazin, Alex Wurz and Mike Conway. The winners of the last round in Bahrain were delayed after Wurz was adjudged to have impeded Brendon Hartley at turn four. The resulting drive through penalty ensured they missed out on a podium position today.

The #2 Audi R18 e-tron qauttro driven by Andre Lotterer, Benoit Treluyer and Marcel Fassler finished in fifth position after being delayed on the opening lap after contact with an LMP2 car appeared to trigger a brief electrical problem. A brilliant recovery drive saw them in contention for at least a podium position as Lotterer scorched to a fastest lap of 1m18.367. A brief excursion though lost some momentum and after the safety car period they had to settle for fifth.

The #27 SMP Racing crew take the LMP2 teams title and Sergey Zlobin was crowned Drivers’ champion. However, it was a tough race for the #27 SMP Racing Oreca-Nissan as they lost many laps in the pits with a variety of problems. The Russian teams’ fortitude shone through these issues though as Maurizio Mediani and Nicolas Minassian ensured that Zlobin became the first Russian to claim an endurance world title in an LMP car. The #27 SMP trio also took the LMP2 Teams title.

KCMG took its third victory of the 2014 season with a clear LMP2 class win in Brazil. Richard Bradley, Matt Howson and Alexander Imperatori led the race early on and then survived a brush with the Armco midway through the race. The Hong Kong entered team had a clear run to the chequered flag when the #37 SMP Racing Oreca-Nissan lost drive and was forced to stop on the circuit, triggering the second and final full course yellow of the race.

There was devastation for the G-Drive Racing team as they saw their title hopes end just in to the second hour when Olivier Pla suffered a suspected mechanical problem under braking for the first corner. The resultant accident caused the first of the two full course yellow periods of the race. Pla emerged unhurt from the accident.

The #13 Rebellion R-One Toyota partnership of Andrea Belicchi, Dominik Kraihamer and Fabio Leimer took a second win of the season in the LMP1-L class.

The 6 Hours of Sao Paulo was a typically exciting, enthralling and dramatic race, in what has been a hugely competitive year of FIA World Endurance Championship racing in 2014.

The 2015 season will begin on 27/28 March with the official Prologue at Circuit Paul Ricard.  See you there!!

Fia Wec 2014 disputa domingo (04)

 

(a) Toyota TS 040 #8 (01)

A Toyota conquistou dois títulos: o de pilotos e de construtores

(a) Toyota TS 040 #8 (02)

Tom Kristensen, Loic Duval, Lucas Di Grassi (Audi Sport Team Joest/LMP1)

Tom Kristensen, Loic Duval, Lucas Di Grassi (Audi Sport Team Joest/LMP1)

O acidente com o Ligier JS P2 Nissan de Kirill Ladygin, Viktor Shaitar, Anton Ladygin (SMP Racing/LMP2) – à 113 voltas

Freeou forte (veja a fumaça na roda dianteira direita)

Freeou forte (veja a fumaça na roda dianteira direita)

... saiu de pista e foi bater contra as novas barreiras de proteção, e ...

… saiu de pista e foi bater contra as novas barreiras de proteção, e …

... mesmo com a frente danificada, saiu do local e conduziu precariamente até a área de escape do fim da reta dos boxes ...

… mesmo com a frente danificada, saiu do local e conduziu precariamente até a área de escape do fim da reta dos boxes …

... onde foi guinchado até local seguro.

… onde foi guinchado até local seguro.

No pódio, Tom Kristensen que despéda das pistas é saudado por seus companheiros de equipe Lucas Di Grassi e Loic Duval, que terminaram em 3º com o carro nº 2 da Audi.

No pódio, Tom Kristensen que despéda das pistas é saudado por seus companheiros de equipe Lucas Di Grassi e Loic Duval, que terminaram em 3º com o carro nº 2 da Audi.

Fia Wec 2014 podio LMP1 (01)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 717,483 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

%d blogueiros gostam disto: