Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

A 31ª Bienal Internacional de Arte de São Paulo em 2014

Bienal São Paulo 2014 (24)

Com o tema “Como falar de coisas que não existem”, a 31º Bienal Internacional de Arte de São Paulo encerrou no último 7 de dezembro após três meses aberta ao público com entrada gratuita.

Informam os organizadores que 472 mil pessoas visitaram a Bienal, que contou com 250 obras de 100 artistas de 34 países espalhadas nos três pisos do pavilhão situado no Parque do Ibirapuera. Contudo uma polêmica foi noticiada pela imprensa, embora nada se percebia na visita à mostra. Eis o que a Wikipedia escreveu:

“Para sua realização, a Bienal recebeu 21 apoios financeiros internacionais, vindos de Espanha, Turquia, França e Israel. Com a intensificação do conflito israelo-palestino, uma semana antes da abertura 63% dos artistas enviaram um manifesto aos organizadores para questionar os financiamentos do governo e de empresas israelenses à Bienal”.

O cartaz da mostra foi criado pelo artista indiano Prabhakar Pachpute e apresenta uma torre movida à força humana enquadrada por uma tipografia que remete à produção manual.(Wikipedia)

O cartaz da mostra foi criado pelo artista indiano Prabhakar Pachpute e apresenta uma torre movida à força humana enquadrada por uma tipografia que remete à produção manual.(Wikipedia)

Veja a seguir o ensaio fotográfico que fiz da mostra de arte que, para mim, já é uma tradição a cada dois anos:

Fotografia de/photos by Rogério P.D. Luz – clicar nas fotos para ampliar

Bienal São Paulo 2014 (22.4)

Bienal São Paulo 2014 (02)

 

Bienal São Paulo 2014 (03)

Bienal São Paulo 2014 (08)

Bienal São Paulo 2014 (12)

 

Bienal São Paulo 2014 (22)

Bienal São Paulo 2014 (31)

Bienal São Paulo 2014 (32)

 

Bienal São Paulo 2014 (47)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 12/12/2014 por em Bienal S.Paulo 2014 e marcado , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 717,808 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

Vídeo “O silêncio de um bandolim” à memória de Adalberto Remédios

O que o Adalberto Remédios mais gostava era tocar o seu bandolim. Uma paixão desde jovem nos bons tempos antigos de Macau (ex-território português na China). Costumava tocar nas festas e atividades externas da Casa de Macau de São Paulo, formando um trio com o Clemente Badaraco (viola/violão/bandolim) e Manuel Ramos (baixo/percussão), até se mudar com […]

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

%d blogueiros gostam disto: