Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P D Luz

Uma árvore com 3.200 anos e 75 metros de altura

Imagine uma árvore que conseguiu sobreviver por 3.200 anos, mede atualmente 75 metros e tem um tronco de 27 metros de largura? Ela existe na floresta Redwood, na Califórnia, EUA.

Além de tudo, os enormes galhos desta sequoia gigante seguram 2 bilhões de folhas em formato agulha, cresce em 1 m³ de madeira por ano e foi apelidada de ‘Presidente’. Sem falar que pela idade, e se pudesse falar, poderia contar que viveu a época em que Cristo nasceu, já com 1.400 anos de idade.

Para fotografá-la por completo numa única imagem, algo difícil pelo tamanho e localização, os fotógrafos da National Geographic com a ajuda de cientistas, durante 32 dias, fizeram centenas ou milhares de registros e, por final, selecionando 126 imagens fizeram uma montagem que resultou na foto final aqui mostrada:

(Fotos e fonte/photos-source: National Geographic/Michael Nichols)

Arvore antiga 3.200 anos presidente (01)

A foto final com montagem de 126 imagens. Veja o tamanho das pessoas em relação à àrvore.

Etapas da fotografia da árvore por partes

Arvore antiga 3.200 anos presidente (02)

Arvore antiga 3.200 anos presidente (04)

Arvore antiga 3.200 anos presidente (03)

Arvore antiga 3.200 anos presidente (05)

Arvore antiga 3.200 anos presidente (06)

Arvore antiga 3.200 anos presidente (07)

Arvore antiga 3.200 anos presidente (08)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 06/01/2015 por em Árvore de 3.200 anos e marcado , , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 972.212 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

Concurso de Cozinha Macaense no Encontro das Comunidades de 2019 repete iniciativa da edição de 2004

Após 15 anos, o Concurso de Cozinha Macaense do Encontro das Comunidades Macaenses de 2019, a ser realizado entre 23 a 29 de Novembro, repete iniciativa da edição de 2004. Na época a dupla vencedora foi da Casa de Macau de São Paulo, formada por Isabel Pedruco e Isabel Airosa. A cerimónia de entrega dos […]

Em Macau, a Procissão da Morte de Cristo é novamente realizada em 2019

Em Macau, a Procissão da Morte de Cristo é novamente realizada em 2019

PROCISSÃO DA MORTE DE CRISTO EM MACAU – 2019 Texto e fotos de Manuel V. Basílio (Macau) Integrado no programa religioso da Semana Santa, realizou-se na sexta-feira do passado dia 19 de Abril, a Procissão da Morte de Cristo, também designada por Procissão do Enterro do Senhor.  Naquele dia, o tempo estava instável, com períodos […]

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

O ‘Dia do Patuá’ festejado pela Comunidade Macaense dos EUA

‘A promoção do ‘Dia do Patuá’ é um esforço para preservar o dialecto na Comunidade Macaense da Califórnia, nos Estados Unidos da América do Norte’ é o que define Henrique Manhão da Casa de Macau dos EUA. Diz, conciliando com o pensamento de outros membros da comunidade presente, ‘enquanto houver apoio de Macau, o patuá não […]

%d blogueiros gostam disto: