Cronicas Macaenses

Blog-magazine de Rogério P. D. Luz, de cara nova

Cozido à portuguesa no pão em Santa Maria da Feira, Portugal

Chamou-me atenção as fotos do cozido à portuguesa no pão vistas no e-mail que me foi repassado. Isto, em Santa Maria da Feira localizada na área metropolitana do Porto, no Distrito de Aveiro, em Portugal. São coisas da fascinante gastronomia portuguesa, uma das maravilhas de Portugal. O restaurante é a Adega “O Monhé” que tem a sua página no Facebook (https://pt-br.facebook.com/adegamonhe) e consta do roteiro do Trip Advisor com comentários diversos.

Como não conhecia a cidade, pois só estive em Portugal apenas duas vezes visitando mais Lisboa e cidades das redondezas, fui fazer a pesquisa na internet e reproduzo abaixo o que diz a Wikipédia. Quando um dia puder fazer uma visita mais completa de Portugal, certamente será um dos meus roteiros em Porto.

Restaurante Adega Regional ‘O Monhé’ – Santa Maria da Feira – Portugal

Cozido à Portuguesa no pão (fotos de autoria desconhecida)

Portugal Sta._Maria_da_Feira cozido portuguesa (1)

Portugal Sta._Maria_da_Feira cozido portuguesa (2)

Comentário no Trip Advisor: “Numa palavra, divinal! O cozido no pão é uma experiência gastronómica única, mas atenção porque é necessário encomendar com 5 dias de antecedência porque demora quase 3 dias desde a preparação até à confecção. Vale a pena juntar um grupo e experimentar, acreditem!”

Portugal Sta._Maria_da_Feira cozido portuguesa (3)

Portugal Sta._Maria_da_Feira cozido portuguesa (4)

Comentário no Trip Advisor: “Um grupo de 10 amigos fomos almoçar o célebre cozido no pão. Encomendado na 3ª feira para almoço de 6ª. Variedade e qualidade dos ingredientes da mais alta qualidade. Composição: couve penca e lombardo; cenoura; batata; nabo; chouriço mouro, chouriço de cebola, chouriço de carne e vinho, salpicão, linguiça, carne de vaca, frango, coelho, pato, toucinho fresco e fumado, presunto, cabrito, costela de porco, chispe, rabo de porco e orelha…….Serviço muito bom e simpatia de todos sempre presente. A quantidade encomendada para 6 deu para os 10 e ainda cresceu. Óptima relação preço qualidade. Toda a preparação e descrição do prato é um show imperdível“.

Portugal Sta._Maria_da_Feira cozido portuguesa (5)

SANTA MARIA DA FEIRA – PORTUGAL

(Fonte: Wikipédia)

(fotos  acima do site oficial da cidade: https://www.cm-feira.pt/portal/site/cm-feira)

Santa Maria da Feira (VFR) é uma cidade portuguesa com cerca de 18 000 habitantes, pertencente à Área Metropolitana do Porto, ao Distrito de Aveiro e à região Norte.

É sede de um município com 213,45 km² de área e 139 312 habitantes (2011), subdividido desde a reorganização administrativa de 2012/2013 em 21 freguesias. O município é limitado a norte pelos municípios de Vila Nova de Gaia e de Gondomar, a leste por Arouca, a sueste por Oliveira de Azeméis e São João da Madeira, a sul e a oeste por Ovar e a oeste por Espinho. O município de Santa Maria da Feira, para além da cidade sede (Santa Maria da Feira), inclui duas cidades (Fiães e Lourosa) e 12 vilas (Argoncilhe, Arrifana, Canedo, Lobão, Mozelos, Nogueira da Regedoura, Paços de Brandão, Rio Meão, Santa Maria de Lamas, São João de Vêr, São Paio de Oleiros. Souto).

História

A Terra de Santa Maria, situada no cruzamento dos eixos Norte-Sul e Litoral-Interior dispõe de um posicionamento geográfico que, desde épocas remotas, fez desta região local de encontro e de passagem de muitos povos. Comprovam-no a existência das vias romanas que ligavam Lisboa a Braga (marco milenário encontrado em Ul) e o Porto a Viseu. Estas vias de comunicação continuaram a ser utilizadas durante toda a Idade Media e até ao século passado.

Após a reconquista, com base na antiga divisão administrativa dos conventos, três pólos de desenvolvimento se evidenciaram na região: O Mosteiro de Cucujães, o Mosteiro de Arouca e o Castelo da Feira.

O Castelo da Feira, sendo um local de pagamento de tributo era local privilegiado de comércio de produtos vários, pelo que em seu redor se foi instalando a população, dando origem à actual cidade de Santa Maria da Feira.

O povoamento da Terra de Santa Maria é já muito antigo, como o atestam a presença de vários monumentos funerários (mamoas), que remontam ao IV-V milénio antes de Cristo, bem como castros (povoações fortificadas) pré-romanos ou romanizados. O império trouxe as vias romanas, por necessidades militares ou comerciais e são ainda visíveis vários traços de vias e pontes dessa época, muitos dos quais ainda bem conservados.

Da Idade Média ficaram-nos testemunhos da arquitectura militar, de que o Castelo da Feira será o mais imponente e representativo. Mas é na arquitectura religiosa que a monumentalidade atinge a sua máxima expressão: conventos, igrejas e cruzeiros — do românico ao barroco — são muitas vezes o espelho do passar do tempo, através de intervenções sofridas em épocas variadas.

Até à sua elevação a cidade em 14 de Agosto de 1985, era conhecida como Vila da Feira.

É aqui, mais concretamente na freguesia de Espargo, que se localiza o maior e mais moderno centro de congressos do país, o Europarque, e um centro de ciência, o Visionarium, ambos pertencentes à Associação Empresarial de Portugal. Prepara-se neste momento o projecto de ampliação do Europarque, com vista à recepção de vários serviços na zona envolvente ao actual complexo.

* Agradecimentos Luís Garcia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 642,013 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

O Dia de Portugal na Macau portuguesa de 1973, em vídeo da RTP

Outro vídeo da saudosa Macau sob administração portuguesa nas comemorações do Dia de Portugal em 1973, na época em que o governador era  o general Nobre de Carvalho . Faz parte dos arquivos da RTP Rádio e Televisão Portuguesa que foram disponibilizados ao público no seu aniversário de 70 anos. “Macau, Campo Desportivo 28 de […]

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Vídeo ‘Macau 70’ da RTP mata saudades, assista …

Viajar ao passado de Macau, dos belos tempos dos anos 60 e 70, é o que nos proporciona o vídeo “Macau 70”, produzido pela RTP Rádio e Televisão Portuguesa. A comemorar 70 anos, a RTP disponibilizou no seu website os arquivos para consulta ‘on-line‘ e Macau está presente numa das suas seções. Na apresentação do […]

As estórias de Margarida Ribeiro ambientadas em Macau e na China

As estórias de Margarida Ribeiro ambientadas em Macau e na China

Acompanhada do macaense Delfino Ribeiro, a escritora madeirense Margarida Ribeiro em 29 de dezembro de 2005  visitou a Casa de Macau de São Paulo no dia da festa de Natal. Na ocasião, quis presentear a comunidade macaense com o seu livro de estórias “A Mui” ambientado na China e em Macau “terra maravilhosa onde a vida tantas vezes confunde […]

%d blogueiros gostam disto: