Cronicas Macaenses

Blog-foto-magazine de Rogério P. D. Luz,

Gramado, a cidade européia do Brasil

Gramado portal 01.jpg

Considerado como o terceiro destino mais desejado do Brasil, estar em Gramado, no Sul do Brasil, é sentir-se na Europa, pelo sua arquitetura urbana e rural, o seu povo, o clima.

Na nossa excursão de quatro dias promovida pela Casa de Macau de São Paulo, com destino à cidade e as Serras Gaúchas, hospedamo-nos no Hotel Encantos do Sul, próximo do portal da cidade vizinha de Canela. O ideal, para conhecer e viver melhor os encantos de Gramado, seria destinar pelo menos três dias exclusivos para curti-la e o período curto serviu para tomar conhecimento da região, mas valeu a pena. A época foi o mês de Maio, sem nenhum grande evento ou festival na cidade.

Nesta postagem vou descrever o nosso passeio pela cidade através de fotografias comentadas, auxiliadas por textos da Wikipédia e do portal oficial do município que contam a sua história e características:

Fotografia de/photos by Rogério P.D. Luz – clicar nas fotos menores para ampliar e passar o mouse sobre elas para ver as legendas

Hotel Encantos do Sul

Hotel Encantos do Sul

Na foto acima, o hotel Encantos do Sul e o ônibus que ficou à nossa inteira disposição após ter nos apanhado no aeroporto de Porto Alegre. Com um bom café da manhã, confortável e totalmente reformado (fotos abaixo), o hotel fica um pouco distante do centro da cidade inviabilizando ida a pé. Próximo, há alguns restaurantes e lanchonetes, ou pode pedir um delivery para sua refeição. Ou então aproveitar o transporte gratuito oferecido por vários restaurantes que te apanham no hotel que não tem restaurante ou lanchonete.

O nosso grupo da excursão diante do hotel

O nosso grupo da excursão diante do hotel com o guia Brunet e o motorista Vânio

Pelo pouco tempo disponível para todos os passeios, visitamos o centro da cidade rapidamente (fotos abaixo) no fim do dia após passearmos o dia todo por alguns dos principais pontos turísticos de Gramado e Canela, e já preocupados com o jantar na churrascaria com show gaúcho. Deu para sentir que precisava passar pelo menos meio dia para curtir e sentir o agradável ambiente do centro:

Excursao Gramado e Serra Gaucha abril 2015 (212)

Centro de Gramado

(Wikipedia) Gramado é um município do estado do Rio Grande do Sul, no Brasil. Localiza-se na Serra Gaúcha, mais precisamente na Região das Hortênsias, estando a uma altitude de 830 metros. Sua população estimada em 2013 é de 34 110 habitantes e uma área de 237,019 quilômetros quadrados. Sua demografia é etnicamente variada, com forte influência alemã e italiana, o que se reflete especialmente na culinária e na arquitetura urbana e rural.

Com uma economia voltada ao turismo (90% de sua receita é proveniente da atividade turística), a cidade recebe, anualmente, cerca de 2,5 milhões de turistas.

A Igreja Matriz São Pedro (fotos abaixo) é uma igreja localizada no centro de Gramado e um dos pontos turísticos da cidade. Construída em um período de oito anos, a capela que se tornaria a Igreja Matriz São Pedro foi erguida originalmente em madeira no ano de 1917, e em pedras basálticas, vinte e seis anos mais tarde. Sua torre tem 46 metros de altura.

 

Gramado dista 115 quilômetros da capital do estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, e esta por sua vez a 1.150 kms de São Paulo, ou 1h 35 m de avião. Foi colonizado principalmente por imigrantes alemães e italianos, mas em menor número, também foi colonizado por portugueses, sírios e libaneses. O município foi criado em 15 de dezembro de 1954, após ser emancipado da cidade de Taquara.

Gramado cidade.30

Centro de Gramado no largo da Igreja Matriz

A cidade destaca-se como centro de grandes eventos (congressos, seminários e encontros) além de sediar anualmente um dos mais tradicionais festivais de cinema da América Latina: o Festival Brasileiro e Latino de Cinema. Outros eventos importantes e que atraem milhares de turistas são o festival natalino conhecido como Natal Luz e a Festa da Colônia, esta uma das festividades mais integradora dos grupos que colonizaram a região: açorianos, alemães e italianos.

* Para passar o Natal em Gramado, muito procurado por turistas, chega a ser preciso reservar o hotel quase um ano antes. Muitos se hospedam em cidades vizinhas, como Canela, tanto pelos preços mais acessíveis como pela disponibilidade de vagas em hotéis. O preço é alto mas compensa pelos espetáculos natalinos como pela beleza de decoração por toda a cidade, principalmente no centro.

Por curiosidade, duas cidades de Portugal são cidades-irmãs de Gramado: Óbidos e Angra do Heroísmo.

 

Galeria com lojas, restaurante e lanchonetes, no centro de Gramado

Galeria com lojas, restaurante e lanchonetes no centro de Gramado às seis da tarde

Um dos pontos turísticos que você não pode deixar de visitar é o Mini Mundo. Até pensei que seria um passeio mais apropriado para crianças, engano meu. A perfeição das miniaturas de tudo, como prédios, veículos, trens, barcos, pessoas, etc. e o ambiente criado para elas fascina qualquer um. É um trabalho muito bem feito. Um passeio obrigatório.

Gramado Mini Mundo 02

No Mini Mundo, miniatura do Parque de Independência e o Museu de Ipiranga de São Paulo, tudo construído nos mínimos detalhes. Perfeitíssimo.

Veja postagem específica neste blog sobre o Mini Mundo com muitas fotos e a sua história.

No dia da nossa chegada a Gramado, já noite, fomos jantar no Galeto Itália (fotos abaixo), no centro da cidade que oferecia no seu cardápio um buffet de sete variedades de sopa e canja com acompanhamentos e sobremesa, e opcionalmente você pode pedir o rodízio de galeto com variedade de massas e carnes, e a sua especialidade que é o ‘galeto ao primo canto’, de origem italiana, é um galo que é abatido muito jovem, ao seu “primeiro canto”. Provei e gostei muito. A carne era bem macia. Os preços acessíveis aliada à fartura de comida, o que é primordial.

Um dos pontos de parada da excursão, o que é praxe em todas, foi o Mundo de Chocolate da Caracol. Lá você faz um passeio guiado por um labirinto que conta a história do chocolate com bonecos e cenários, terminando na loja onde você encontra uma grande variedade de produtos para todos os gostos.

Um dos atrativos gastronômicos de Gramado é o Café Colonial (foto abaixo da esquerda, um dos restaurantes)  e todo mundo que lá esteve comenta. A sua característica é a fartura e variedade de pratos doces e salgados que é colocado na sua mesa. É um pouco de cada que é reposto a pedido ou por iniciativa do garçom. O preço varia conforme a qualidade e a quantidade pela variedade de pratos e petiscos. E assim não poderia ir embora sem ter experimentado um. Era noite de domingo, após um dia cansativo de excursão pelas cidades da Serra Gaúcha e já próximo de fechamento do Café Colonial, mesmo assim fomos lá (foto abaixo da direita). Gostei da experiência, mas confesso que não achei nada sensacional, a não ser pela grande variedade e fartura. No fundo, você não consegue comer tanto e acaba experimentando um pouco de cada sem bem poder apreciar bem a especiaria. Vale ir uma vez, mas não sei se repetiria numa próxima visita à cidade.

A seguir, fotos da cidade e lugares tiradas tanto em caminhadas como a bordo do ônibus através do vidro da janela e parabrisa do andar superior, pois pudemos ocupar os bancos da primeira fila, assim algumas delas poderão ter manchas da sujeira nos vidros.

Gramado cidade 25

Palácio dos Festivais, onde se realiza o famoso Festival de Cinema de Gramado

* Veja postagem da excursão de forma genérica neste link: https://cronicasmacaenses.com/2015/05/26/um-passeio-pelo-brasil-europeu-em-gramado-e-serras-gauchas/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 03/06/2015 por em Gramado e marcado , , , .

Autoria do blog-magazine

Rogério P. D. Luz, macaense-português de Macau, ex-território português na China, radicado no Brasil por mais de 40 anos. Autor dos sites Projecto Memória Macaense e ImagensDaLuz.

Sobre

O tema do blog é genérico e fala do Brasil, São Paulo, o mundo, e Macau - ex-colônia portuguesa no Sul da China por cerca de 440 anos e devolvida para a China em 20/12/1999, sua história e sua gente.
Escrita: língua portuguesa escrita/falada no Brasil, mas também mistura e publica o português escrito/falado em Portugal, conforme a postagem, e nem sempre de acordo com a nova ortografia, desculpando-se pelos erros gramaticais.

Pesquise por tema e localidade (ordem alfabética)

Últimas 150 postagens

Estatísticas do blog

  • 833.213 hits

Monitoramento de visitas – contagem desde 01/Nov/2011

free counters

Postagens recentes: Fotoblog do Projecto Memória Macaense

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

O Ano Novo chinês celebrado pela comunidade macaense de São Paulo

Para celebrar o Ano Novo chinês de 2018, dando início ao Ano do Cão, a Casa de Macau de São Paulo reuniu a comunidade macaense e amigos para um almoço especial, recheado de boa comida chinesa de dar água na boca. Era a oportunidade para comer, infelizmente, uma vez ao ano, o chái, ou comida de […]

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

Uma foto, uma memória de 63 anos atrás em Macau

No almoço especial do Ano Novo chinês realizado na Casa de Macau de São Paulo em 18 de Fevereiro de 2018, o macaense José Noronha, 83 anos, andava a mostrar uma foto antiga para algumas pessoas que tinham mais ou menos a sua idade. Procurava ele matar as saudades dos velhos tempos em Macau. Macaense […]

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Memórias de S.Paulo 2006 – festa de aniversário da Casa de Macau

Passaram-se 11 anos, não parece muito, mas vários conterrâneos e amigos nas fotos que publico da festa do 17º aniversário da Casa de Macau de São Paulo em 2006, promovida em 29 de julho, não estão mais conosco. Ficaram os bons momentos registrados da boa confraternização. Vale um momento de reflexão para sempre procurarmos um […]

%d blogueiros gostam disto: